UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/09/2010 - 10h55

China e Basileia 3 têm reflexo em Wall Street

SÃO PAULO - As bolsas americanas iniciaram a semana em alta, após a definição da reforma financeira mundial. Nos primeiros minutos de pregão, o índice Dow Jones subia 0,72%, para 10.538,37 pontos, enquanto o S&P 500 tinha valorização de 0,95%, aos 1.120,06 pontos. Já o índice Nasdaq avançava 1%, para 2.264,93 pontos.

Da Suíça, os presidentes de 29 bancos centrais e autoridades supervisoras chegaram a um consenso para o chamado acordo de Basileia 3. Com o intuito de evitar crises como a que recentemente colocou todo o globo em alerta, foi acertado a elevação da exigência de capital dos bancos.

Os investidores ainda assimilam os dados recentes da economia chinesa, que também foram divulgados neste final de semana. O governo da China informou que a produção industrial do país cresceu 13,9%, em agosto em relação ao mesmo mês de 2009, expansão que superou a registrada em julho, de 13,4%. Houve aceleração também nas vendas do varejo, que subiram 18,4% no mês passado, frente ao mesmo período de 2009. Em julho, o crescimento havia sido de 17,9%. Já o índice de preços ao consumidor chinês avançou 3,5% na comparação com agosto de 2009, superando o 3,3% de julho. Foi o segundo mês consecutivo em que o indicador ficou acima da meta anual de 3% fixada pelo governo chinês. Além disso, o mercado reage às notícias corporativas. A Hewlett-Packard (HP) anunciou nesta manhã que firmou acordo para compra da empresa de segurança da informação e gerenciamento de compliance ArcSight Inc. por US$ 1,5 bilhão. Já a locadora de veículos Hertz Global elevou sua oferta para aquisição da concorrente Dollar Thrifty Automotive.

(Francine De Lorenzo | Valor, com agências internacionais)
Hospedagem: UOL Host