UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/09/2010 - 15h19

Alckmin admite que Serra passa por momento difícil nas eleições

SÃO PAULO - O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, reconheceu que seu colega de partido José Serra vive um momento dificil nas eleições presidenciais. As últimas pesquisas de intenções de voto indicam vitória de Dilma Rousseff (PT) no primeiro turno.

"O quadro nacional não é fácil, mas a eleição não está decidida. Faltam quase 20 dias. Vamos trabalhar para ajudar o Serra", disse Alckmin após palestra para membros da Associação Comercial de São Paulo.

O tucano lembrou que, quando foi candidato ao Palácio do Planalto nas eleições de 2006, poucos acreditaram que conseguiria chegar no segundo turno, o que acabou se concretizando com o surgimento do "escândalo dos aloprados", no qual os petistas teriam montado um dossiê para prejudicar a candidatura do PSDB. No entanto, Alckmin procurou afastar a ideia de que a oposição está desesperada com a perspectiva de derrota.

Guilherme Afif Domingos, vice na chapa do candidato do PSDB ao governo paulista, fez severas críticas ao governo federal e ao PT, ao comentar as eleições presidenciais e a quebra do sigilo fiscal pela Receita Federal de pessoas ligadas a Serra. "Essa gente, se puder invadir sua casa, sua propriedade, nossa privacidade, eles invadem", afirmou.

(Fernando Taquari | Valor)
Hospedagem: UOL Host