UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/09/2010 - 17h49

Bolsas americanas terminam de lado, apesar de alta do varejo e TI

SÃO PAULO - As bolsas americanas fecharam de lado, quebrando uma sequência de quatro pregões consecutivos de alta. Algumas ações devolveram ganhos, apesar do bom desempenho das vendas do setor de varejo e do aumento da remuneração aos acionistas por parte de empresas do setor de tecnologia O índice Dow Jones fechou aos 10.526 pontos, com baixa de 0,17%; o S&P 500 recuou 0,07%, para 1.121 pontos; e o Nasdaq teve leve ganho de 0,18%, para 2.290 pontos Depois do rali de alta ontem, quando foi impulsionado pela aprovação das regras de Basileia 3, o setor financeiro devolveu ganhos nesta terça-feira. American Express perdeu 2%. Bank of America caiu 1,9% e JP Morgan recuou 1%.

Já os papéis do setor de tecnologia foram destaque de alta. Cisco subiu 2,3% após anunciar aumento na distribuição de dividendos. As ações da HP avançaram 2.6% No varejo, os papéis da Best Buy dispararam 6% depois que a companhia divulgou aumento de 61% em seu lucro trimestral, para US$ 254 milhões.

Entre os indicadores do dia, as vendas no varejo subiram 0,4% em agosto, na comparação com um mês antes, e tiveram elevação de 3,6% em relação ao oitavo mês de 2009.

Os estoques das empresas americanas aumentaram 1% na passagem de junho para julho e tiveram elevação de 2,4% no comparativo com julho de 2009. O levantamento do Departamento do Comércio dos EUA mostrou ainda que a relação estoque/vendas ficou em 1,26 em julho. Um ano atrás, se encontrava em 1,35.

(Téo Takar | Valor, com agências internacionais)
Hospedagem: UOL Host