UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/09/2010 - 14h37

Ibovespa segue em baixa, pressionado pelas ações da Petrobras

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) continua a operar no campo negativo no pregão desta terça-feira, enquanto o mercado americano segue com leve ganho na jornada.

Próximo das 14h40, o Ibovespa recuava 0,28%, aos 67.837 pontos, com forte volume financeiro negociado de R$ 5,3 bilhões. Do montante, cerca de R$ 1,6 bilhão partia apenas das ações PNA da Vale.

Em Wall Street, enquanto o índice Dow Jones tinha alta de 0,10%, o Nasdaq avançava 0,34% e o S&P 500 se apreciava em 0,11%. O principal impulso para a queda do Ibovespa parte do fraco desempenho das "blue chips", com destaque para Petrobras.

Embora hoje seja o último dia para os investidores interessados na oferta prioritária da estatal comprarem ações, os papéis continuam entre as maiores baixas do Ibovespa.

Como a liquidação é de "D+3", o papel precisava ser adquirido até esta terça-feira para estar sob custódia no dia 17. De toda forma, vale lembrar que os investidores já precisavam ter ações da Petrobras sob custódia na primeira data de corte, correspondente ao dia 10 de setembro, para atuar na oferta prioritária. Há pouco, os papéis ON da Petrobras caíam 2,77%, a R$ 30,78, enquanto as ações PN cediam 2,40%, a R$ 27,62.

Além disso, também pesavam sobre o Ibovespa os papéis LLX Logística ON (-7,12%, a R$ 9,38), Gerdau PN (-1,60%, a R$ 24,50) e Fibria ON (-1,58%, a R$ 29,86). As ações PNA da Vale ainda recuavam 0,56%, a R$ 42,30.

Do outro lado, as principais altas do índice partiam de Brasil Ecodiesel ON (4,39%, a R$ 0,95), Gol PN (2,51%, a R$ 25,30) e Brookfield ON (2,17%, a R$ 9,41).

No mercado cambial, o Banco Central já realizou leilão de compra de dólar, mas a moeda americana segue perdendo força para a divisa brasileira, pelo 10º dia seguido. Há pouco, a divisa recuava 0,52%, para R$ 1,707 na venda.

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host