UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/09/2010 - 08h05

Emprego na zona do euro fica estável no segundo trimestre

SÃO PAULO - O número de pessoas empregadas na zona do euro e na União Europeia ficou estável no segundo trimestre, em relação aos três meses antecedentes, conforme pesquisa da agência de estatísticas Eurostat. De janeiro a março deste ano, o emprego também ficou estável na área do euro, mas caiu 0,2% no bloco europeu. Os dados são ajustados sazonalmente.As quedas no emprego foram registradas na agricultura (-0,9% na zona do euro e -0,4% Na União Europeia), no setor manufatureiro (-0,5% e -0,3%, nesta ordem), na construção (-0,3% e -0,4%) e no comércio, transporte e serviços de comunicação (-0,2% nas duas regiões). O emprego em serviços financeiros e atividades de negócios subiu 0,6% tanto na região da moeda comum como no bloco europeu.Na comparação com o segundo trimestre de 2009, o emprego recuou 0,6% na zona do euro e na União Europeia entre abril e junho deste calendário. No primeiro trimestre de 2010, o emprego declinou 1,2% e 1,5%, na ordem.O Eurostat estima que, nos três meses até junho deste calendário, 220,7 milhões de pessoas estavam empregadas na União Europeia, das quais 144,3 milhões na área do euro.(Juliana Cardoso | Valor)
Hospedagem: UOL Host