UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/04/2008 - 21h47

Guia: quais os passos para abertura de uma empresa?

Para iniciar um negócio e abrir uma empresa, muitos pontos devem ser levados em consideração. Realizar um plano de negócios poderá ajudar a definir os principais passos.

Para isso, o empreendedor tem de buscar informações sobre o ramo em que pretende investir e, assim, identificar necessidades e a viabilidade do empreendimento.

Segundo o Serviço Brasileiro de apoio às Micro e Pequeno Empresas (Sebrae) de São Paulo 29% das empresas fecham antes de completar um ano.

Isso acontece principalmente porque faltam informação e planejamento adequado ao empreendedor.

Além do plano de negócios, é importante pesquisar sobre o ramo. O Sebrae oferece cursos (pagos), palestras, orientações e consultorias para quem quer iniciar um negócio.

No site da entidade, podem ser consultadas as páginas correspondentes a cada Estado.

No site do Sebrae de São Paulo, é possível baixar um plano de negócios.

Legalidade
Para que a empresa funcione corretamente, respeitando as leis, será necessária a contratação de um contador, que irá resolver a parte burocrática.

Um caminho para a escolha desse profissional é consultar o Conselho Regional de Contabilidade (CRC). No site do CRC de São Paulo há uma lista com os contatos dos conselhos em cada um dos Estados brasileiros.

O contador, obrigatório pelo código civil, cuida das operações fiscais da empresa. Se ele cometer um erro de declaração de impostos, a Receita Federal irá cobrar do empreendedor.

Por isso, para contratar esse profissional, é importante buscar referências com outros empreendedores, verificando se eles estão satisfeitos com seus contadores.

Além disso, é importante exigir um contrato escrito que informe quais serão as obrigações do contador e quanto ele irá cobrar por mês.

Veja os principais pontos sobre o seu negócio

Ramo
É necessário definir o negócio de acordo com afinidades e conhecimentos, ou seja, o com o que a pessoa sabe fazer.

O Sebrae tem registros de alguns negócios que foram abertos e deram certo e que podem ser consultados como exemplos.

Clientes
É importante definir quais serão os clientes para identificar onde eles estão, ou seja, deve-se fazer um levantamento do público.

Por exemplo, em uma confecção feminina, o empreendedor pode definir que irá atender mulheres com idade entre 15 e 20 anos.

Produtos e serviços
Também é importante definir quais produtos e serviços serão oferecidos. Por exemplo, um eletricista pode estabelecer que vai trabalhar só com residências ou só com empresas.

Pesquisar informações sobre os concorrentes ajuda a identificar pontos fortes e fracos sobre os serviços oferecidos.

Investimento
Pelo planejamento, descobre-se o valor que precisará ser gasto. Assim, o empreendedor verifica se tem ou não a quantia necessária. Em caso negativo, define de que forma irá conseguir o dinheiro.

Localização
O local onde ficará o estabelecimento deve ser próximo de onde estão os clientes e os fornecedores (o que serve para economizar fretes).

Se os custos para transportar a mercadoria forem muito altos, isso poderá deixar os preços pouco competitivos.

Além disso, ter um estacionamento pode atrair mais clientes. Também é importante pesquisar na prefeitura se naquele local pode ser iniciado o negócio.

Funcionários
O plano de negócios também ajuda a definir o número e o perfil dos funcionários que serão contratados.

Lucro
O plano permite definir de quanto será o lucro do empreendimento e depois de quanto tempo ele virá.

Saiba mais
Acompanhe notícias sobre negócios
Envie sua dúvida

Fonte
Sebrae

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host