UOL EconomiaUOL EconomiaÚltimas Notícias
UOL BUSCA

BOLSAS

CÂMBIO

18/04/2008 - 08h24

Além dos juros, "estourar" cheque especial custa até
R$ 50; veja preço por banco

SÃO PAULO - Utilizar o cheque especial custa cerca de 8,5% de juros ao mês, segundo pesquisa da Fundação Procon de São Paulo com os dez principais bancos de varejo do País. E, quando a situação financeira se complica um pouco mais e a pessoa acaba "estourando" o limite da conta-corrente, a tarifa cobrada chega a quase R$ 50.

Conforme mostram informações do Star (Sistema de Divulgação de Tarifas de Serviços Financeiros), da Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), o menor valor do Adiantamento ao Depositante, denominação-padrão para a cobrança, é de R$ 22, empregado pela Caixa Econômica Federal. O maior está no Safra.

Por banco

O Adiantamento ao Depositante é uma das 20 tarifas permitidas pelo CMN (Conselho Monetário Nacional). A partir de 30 de abril, qualquer cobrança que não esteja inserida na lista será proibida. Atualmente, são mais de 50 serviços taxados.

Na tabela abaixo, é possível ver o preço do Adiantamento ao Depositante em cada banco:

Levantamento de preços*
Banco Adiantamento ao depositante
Bradesco R$ 24
Itaú R$ 30
Nossa Caixa R$ 35
ABN Amro Real R$ 34
Safra R$ 49
Santander R$ 34,90
Caixa Econômica Federal R$ 22
HSBC R$ 36
Unibanco R$ 36
Banco do Brasil R$ 24
Fonte: Star/Febraban*cobranças máximas

Novas regras

As novas regras para o sistema de tarifas bancárias foram anunciadas em dezembro último. Ficou definido que os serviços prioritários - grupo que compreende as cobradas permitidas - terão nomenclatura padrão, o que facilitará ao consumidor a comparação entre os diferentes preços, além de melhorar a compreensão sobre os custos de utilização da conta.

O conselho estabeleceu como princípio básico que só poderão ser debitadas, se houver previsão em contrato. De maneira geral, os serviços foram classificados em quatro categorias: além dos prioritários, existem os essenciais, especiais e diferenciados.

Veja, abaixo, a lista de cobranças permitidas:


  • CADASTRO: pesquisa sobre informações cadastrais da pessoa no momento da abertura da conta;

  • RENOVAÇÃO DE CADASTRO: atualização dos dados do cliente, que será cobrada no máximo duas vezes por ano;

  • SEGUNDA VIA - CARTÃO DÉBITO: para emissão em razão de roubo, furto ou outro motivo que não seja de responsabilidade da instituição;

  • SEGUNDA VIA - CARTÃO POUPANÇA: para emissão em razão de roubo, furto ou outro motivo que não seja de responsabilidade da instituição;

  • EXCLUSÃO CCF: retira, por solicitação do cliente, seu nome do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos ;

  • SUSTAÇÃO/REVOGAÇÃO: pedido de contra-ordem (ou revogação) e oposição (ou sustação) ao pagamento de cheque;

  • FOLHA DE CHEQUE: confecção e fornecimento de folha de cheque, por unidade, além das dez folhas fornecidas gratuitamente todo mês;

  • CHEQUE ADMINISTRATIVO: emissão de cheque dessa categoria;

  • CHEQUE TB/TBG: confecção e fornecimento, atendendo à solicitação de folha de cheque de transferência bancária;

  • CHEQUE VISADO: registro e bloqueio do saldo em conta-corrente de depósito à vista correspondente ao valor do cheque;

  • SAQUE PESSOAL, SAQUE TERMINAL e SAQUE CORRESPONDENTE: saques feitos além do número permitido gratuitamente por mês;

  • DEPÓSITO IDENTIFICADO: recebimento de depósito com informação para o favorecido sobre a identidade do depositante;

  • EXTRATO MÊS: movimentação mensal além do número gratuito. Essa modalidade é subdividida em três partes, sendo (P) a sigla responsável por designar que houve atendimento pessoal (tais como telefônico ou no guichê do caixa); (E), mostrando que as informações foram conseguidas eletronicamente e, por fim, ( C), que detalha a emissão em um correspondente,

  • EXTRATO MOVIMENTO: movimentação de um período além do número permitido gratuitamente;

  • MICROFILME: fornecimento de cópia de microfilme, microficha ou assemelhado;

  • DOC/TED PESSOAL, DOC/TED ELETRÔNICO E DOC/TED INTERNET: transferência de recursos por DOC ou TED feito no guichê da agência, em terminais de auto-atendimento ou por meio do internet banking, respectivamente;

  • DOC/TED AGENDADO: quando o processo é programado. Esse agendamento pode ser feito direto no guichê do banco (P); em terminais de auto-atendimento (E) ou, novamente, pela internet (I).

  • TRANSFERÊNCIA DE RECURSO: transferência entre contas na própria instituição com ajuda de funcionários (P), pelo auto-atendimento (E) ou pela internet (I), além do número gratuito permitido por mês;

  • ORDEM DE PAGAMENTO: realização de ordem de pagamento;

  • ADIANTAMENTO AO DEPOSITANTE: levantamento de informações e avaliação para concessão de crédito para cobertura de saldo devedor em conta-corrente de depósitos à vista e de excesso sobre o limite do cheque especial.


Vale lembrar que, também conforme o CMN, desde dezembro último, a TLA (Tarifa de Liquidação Antecipada) está proibida e que, a partir de março, tornou-se obrigatória a apresentação do CET (custo efetivo total), no momento em que o consumidor busca um empréstimo ou financiamento.
R$ 50; veja preço por banco" />

Bovespa Fonte: Thomson Reuters

Gráfico Bovespa

66910,711,14%

Mais bolsas

Cotações anteriores

Dolar Fonte: Thomson Reuters

Gráfico Dolar Comercial

R$ 1,569 -0,44%

Conversor de moedas

Mais sobre câmbio

Cotações anteriores

Hospedagem: UOL Host