Bolsas

Câmbio

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: A carreira de Eike Batista
  • link: http://economia.uol.com.br/album/120127_eike_album.htm
  • totalImagens: 13
  • fotoInicial: 1
  • imagePath: http://ec.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20130117123400
Fotos
<B>INFÂNCIA</B><BR>Eike Fuhrken Batista nasceu em Governador Valadares (MG), em 3 de novembro de 1956. Passou a infância no Brasil e a adolescência na Europa. É um dos sete filhos de Eliezer Batista e Jutta Fuhrken. Na foto, Jutta com os filhos Dietrich, Eike, Monika, Werner, Helmut e Harald, no Rio de Janeiro Reprodução Mais
<B>ELIEZER BATISTA</b><BR>Seu pai, Elizer Batista (foto), foi ministro de Minas e Energia do governo do presidente João Goulart (1961-1964) e presidente da Vale durante a ditadura militar. Mais tarde, assumiu a Secretaria de Assuntos Estratégicos do governo de Fernando Collor de Mello (1990-1992) Reprodução Mais
<B>VENDEDOR DE SEGUROS</B><BR>Quando Eike Batista tinha 18 anos, seus pais voltaram da Europa e ele ficou entre Aachen, na Alemanha, e Bruxelas, na Bélgica. Em paralelo à faculdade de metalurgia em Aachen, começou sua vida profissional, vendendo apólices de seguro de porta em porta Reprodução Mais
<B>AMAZÔNIA</B><BR>No início dos anos 80, aos 23 anos, soube da corrida pelo ouro na Amazônia lendo a antiga revista "Manchete". Decidiu largar a faculdade na Alemanha e voltar ao Brasil. Intermediou negócios entre os produtores locais e compradores do Brasil e da Europa, ganhando por comissão Reprodução Mais
<B>PRIMEIRA EMPRESA</B><BR>Montou a Autram Aurem, empresa de compra e venda de ouro que, mais tarde, daria origem ao Grupo EBX. Em um ano e meio, ganhou US$ 6 milhões. Sobre os investidores que apostaram no seu negócio, disse mais tarde ao jornal americano "The New York Times": "Com certeza, eles sabiam que meu pai era importante" Reprodução Mais
<B>MÁQUINA 'MALUCA'</B><BR>Implementou a primeira planta industrial mecanizada na Amazônia, a Novo Planeta. Aos 29 anos, tornou-se o principal executivo da canadense TVX Gold Reprodução Mais
<b>LUMA</B><BR>Ainda pouco conhecido no Brasil, Eike se casou com a ex-modelo Luma de Oliveira em 1991 e com ela teve dois filhos, Thor e Olin. Eles ficaram juntos por 13 anos João Wainer/Folha Imagem Mais
<B>GRUPO EBX</B><BR>De 1980 até 2000, fez negócios em vários países, lucrando cerca de US$ 1 bilhão. Em 2000, decidiu focar seus negócios no Brasil. Hoje, fazem parte do Grupo EBX as empresas MMX (mineração), MPX (energia), OGX (petróleo), LLX (logística), OSX (indústria naval offshore) e REX (setor imobiliários) Reprodução Mais
<B>IPO</B><BR>Em 2007, a OGX adquire, em rodada de licitação da ANP (Agência Nacional do Petróleo), o direito de concessão de 21 blocos exploratórios nas bacias de Santos, Campos, Espírito Santo e Pará-Maranhão. Em 2008, a oferta inicial de ações (IPO) da OGX na BM&F Bovespa capta cerca de US$ 4,1 bilhões Luiz Carlos Murauskas/Folhapress Mais
<B>FORTUNA</B><BR>Em março de 2011, Eike Batista aparece em oitavo lugar na lista dos homens mais ricos do mundo elaborada pela revista "Forbes". Na época, sua fortuna era estimada em US$ 27 bilhões. Ele prevê se tornar o homem mais rico do mundo entre 2015 e 2016 Reprodução Mais
<B>CONTRATO</B><BR>Em outubro de 2011, a OGX assina seu primeiro contrato de comercialização de petróleo com a Shell. A negociação, que envolveu as primeiras duas cargas referentes à produção de petróleo do campo de Waimea, na bacia de Campos (RJ), envolve 1,2 milhão de barris Reprodução Mais
<b>UNIDADE FLUTUANTE</B><BR>Em 10 de janeiro de 2012, a FPSO OSX-1, a primeira unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de óleo e gás a integrar a frota da OSX, segue rumo à bacia de Campos (RJ). A unidade será a produtora do óleo do campo de Waimea Reprodução Mais
<b>INÍCIO DA PRODUÇÃO</B><BR>Depois de ao menos três adiamentos, o início da produção da OGX é marcado para 28 de janeiro de 2012. A expectativa da empresa é produzir, nos primeiros meses, cerca de 20 mil barris de petróleo por dia Sergio Moraes/Reuters Mais

A carreira de Eike Batista

Veja mais:

Últimos álbuns de Economia

UOL Cursos Online

Todos os cursos