Bolsas

Câmbio

Ao VivoDireto da Bolsa

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

OAS pede recuperação judicial de nove empresas do grupo

A OAS pediu recuperação judicial de nove empresas do grupo à Justiça do Estado de São Paulo nesta terça-feira (31), informou a empresa em comunicado. A empresa tomou a decisão enquanto busca vender ativos e focar esforços no segmento de construção pesada. Ela enfrenta restrição de crédito devido à operação Lava Jato. Se o pedido for aceito, a OAS terá 60 dias para apresentar plano de reestruturação dos débitos aos credores e fornecedores, que terão mais 120 dias para analisar a proposta. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Dólar acumula alta de 11,73% em março; Bolsa cai 0,84% no mês

O dólar comercial caiu 1,26% nesta terça-feira (31), cotado a R$ 3,191 na venda. Apesar da queda no dia, a moeda acumulou alta de 11,73% no mês, a maior em três anos e meio, desde setembro de 2011, quando a moeda subiu 18,15%. Março também foi o sétimo mês consecutivo de altas. Mais da metade da alta acumulada neste ano, de 20,02%, aconteceu em março. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (31) com leve queda de 0,18%, a 51.150,16 pontos.  No mês de março, o índice acumula perdas de 0,84%. No ano, porém, a Bolsa tem valorização de 2,29%. Deixe sua opinião (Com Reuters

Dólar tem queda de 1,22%, perto de R$ 3,19; Bolsa opera estável

 O dólar comercial caía nesta terça-feira (31) e a Bolsa operava estável. Investidores analisavam os comentários do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, no Senado e também avaliavam dados fiscais do governo brasileiro. Por volta das 16h40, o dólar perdia 1,22%, a R$ 3,192 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha leve queda de 0,05%, a 51.216,74 pontos. Nesta sessão, o Banco Central realizou o último leilão de venda de novos contratos de dólar no mercado futuro, que faz parte do seu programa que intervenção no mercado de câmbio. O BC também realizou dois leilões de venda de até US$ 2,5 bilhões ao todo com compromisso de recompra. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Bolsas da Europa fecham queda; Londres recua 1,72%

As Bolsas da Europa fecharam em queda nesta terça-feira (31), com investidores realizando lucros em papéis do setor automobilístico. Isso significa que eles venderam as ações por um preço mais alto do que pagaram e embolsaram a diferença. A Bolsa de Londres, na Inglaterra, recuou 1,72%, e a de Frankfurt, na Alemanha, caiu 0,99%. Na França, o mercado de ações se desvalorizou 0,98% e, em Portugal, recuou 0,79%. A Bolsa da Itália caiu 0,44% e a da Espanha fechou estável, com leve queda de 0,07%. Deixe sua opinião (Com Reuters) Leia Mais

Dólar opera em queda de 0,42%, perto de R$ 3,22; Bolsa tem leve alta

dólar comercial caía nesta terça-feira (31) e a Bolsa operava em leve alta. Investidores analisavam os comentários do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, no Senado e também avaliavam dados fiscais do governo brasileiro. Por volta das 15h40, o dólar perdia 0,42%, a R$ 3,218 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, subia 0,11%, a 51.301,84 pontos. Nesta sessão, o Banco Central realizou o último leilão de venda de novos contratos de dólar no mercado futuro, que faz parte do seu programa que intervenção no mercado de câmbio. O BC também realizou dois leilões de venda de até US$ 2,5 bilhões ao todo com compromisso de recompra. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Eletrobras diz que não vai pagar dividendos relativos a 2014

A estatal de energia elétrica Eletrobras (ELET6) deixará de pagar dividendos relativos ao ano de 2014. Os dividendos são uma parte do lucro que é distribuída aos acionistas. A estatal distribuiu dividendos nos últimos dois anos apesar dos prejuízos dos períodos, disse o diretor financeiro da empresa, Armando Casado, em teleconferência com analistas nesta terça-feira (31). A Eletrobras reduziu o prejuízo no quarto trimestre para R$ 1,174 bilhão, ante R$ 5,4 bilhões no mesmo período do ano anterior. Segundo Casado, a empresa realiza ajustes de suas estruturas para melhorar seus resultados futuros. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Citigroup vai vender unidade de cartões de crédito no Japão

O banco norte-americano Citigroup acertou a venda de sua unidade de cartões de crédito no Japão para o Sumitomo Mitsui Trust Bank, disseram as companhias nesta terça-feira (31). O preço da Citi Cards Japan, que inclui a marca Diners Club no Japão, não foi revelado. A mídia local noticiou que o acordo seria fechado por cerca de 40 bilhões de ienes (US$ 335 milhões). A conclusão da transação é esperada até o fim do ano, disseram o Citigroup e a Sumitomo Mitsui Trust Holdings. O banco dos EUA está reduzindo seu tamanho global para impulsionar a rentabilidade. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Philips vende 80% de divisão de itens para iluminação por US$ 2,8 bi

A Philips acertou a venda de uma fatia de 80,1% em sua divisão de componentes para iluminação para o fundo de tecnologia Go Scale Capital. O valor da transação é de US$ 2,8 bilhões. O fundo buscará expandir os negócios automotivos e de lâmpadas LED da companhia. O acordo anunciado nesta terça-feira (31) antecipa um movimento estratégico mais amplo da Philips: separar sua principal divisão de iluminação, a maior fabricante desses equipamentos do mundo, por meio de uma listagem no mercado de ações. O grupo holandês pretende focar em tecnologia médica e produtos selecionados de consumo. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Randon estima queda de 15% na receita líquida em 2015

A fabricante de implementos rodoviários e autopeças Randon (RAPT4) informou nesta terça-feira (31) que espera receita líquida consolidada este ano de R$ 3,2 bilhões, uma queda de cerca de 15% sobre o faturamento obtido em 2014, que já tinha sido menor que no ano anterior. Em termos brutos, o faturamento esperado pela Randon em 2015 é de R$ 4,4 bilhões, ante R$ 5,46 bilhões obtidos no ano passado. A empresa, que fechou 2014 com queda de 14% no lucro líquido afetada por queda de 11% nas vendas de caminhões novos no país, espera receitas no exterior de US$ 300 milhões e importações de US$ 80 milhões. Deixe sua opinião (Com Reuters

Dólar tem queda de 0,84%, a R$ 3,205; Bolsa opera com leve perda

dólar comercial caía nesta terça-feira (31), com investidores analisando os comentários do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, no Senado e também avaliando dados fiscais do governo brasileiro. A Bolsa de Valores invertia o movimento de alta da manhã e operava em leve queda. Por volta das 14h20, o dólar perdia 0,84%, a R$ 3,205 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, caía 0,12%, a 51.183,55 pontos. Nesta sessão, o Banco Central realizou o último leilão de venda de novos contratos de dólar no mercado futuro, que faz parte do seu programa que intervenção no mercado de câmbio. O BC também vai fazer dois leilões de venda de até US$ 2,5 bilhões ao todo com compromisso de recompra. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Triunfo aprova contratar empréstimo de R$ 507,6 mi com BNDES

O Conselho de Administração da Triunfo Participações (TPIS3), empresa do setor de infraestrutura, aprovou a contratação, pela Aeroportos Brasil - Viracopos, de empréstimo de longo prazo de R$ 507,6 milhões com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). A informação consta em ata de reunião realizada na segunda-feira (30). O financiamento será dividido em até sete parcelas com juros de até 3,43% ao ano. Também foram aprovadas outras linhas de crédito, na modalidade de repasse de recursos do BNDES, a serem contratados com Itaú, Banco do Brasil e Bradesco, de R$ 126,1 milhões, em seis parcelas e juros de até 4,9%. Deixe sua opinião (Com Reuters)

ALL vende fatia na Ritmo Logística para Novo Oriente por R$ 55 mi

A ALL, América Latina Logística (ALLL3), informou na segunda-feira (30) que sua subsidiária ALL Intermodal vendeu a totalidade de sua fatia na Ritmo Logística à Novo Oriente Participações por R$ 55 milhões. A Novo Oriente passará a deter 100% das ações de emissão da Ritmo. O pagamento será feito em 66 parcelas mensais e consecutivas, corrigidas de acordo com a variação do IGP-M Índice Geral de Preços do Mercado), sendo que a primeira parcela terá vencimento no último dia útil de janeiro de 2016. O acordo precisará passar por análise do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Deixe sua opinião (Com Reuters)

Dólar tem queda de 0,85%, perto de R$ 3,20; Bovespa opera em alta

dólar comercial caía nesta terça-feira (31), e a Bolsa de Valores operava em alta. Investidores analisavam os comentários do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, no Senado e também avaliavam dados fiscais do governo brasileiro. Por volta das 13h40, o dólar perdia 0,84%, a R$ 3,205 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha alta de 0,32%, a 51.408,99 pontos. Nesta sessão, o Banco Central realizou o último leilão de venda de novos contratos de dólar no mercado futuro, que faz parte do seu programa que intervenção no mercado de câmbio. O BC também vai fazer dois leilões de venda de até US$ 2,5 bilhões ao todo com compromisso de recompra. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Ação da Sabesp sobe 5% após autorização para alta na conta de água

A ação da companhia de saneamento e abastecimento de água de São Paulo, a Sabesp, operava em alta nesta terça-feira (31), após a Agência Reguladora de Saneamento e Energia de São Paulo (Arsesp) autorizar reajuste na conta de água. O aumento será de 13,8% nas contas de água e esgoto, o maior desde 2003. Por volta das 13h20, as ações da Sabesp (SBSP3) tinham alta de 5,26%, a R$ 17,61. Deixe sua opinião (Com Reuters) Leia Mais

Minério de ferro na China cai 3,6% e atinge o menor preço desde 2008

O minério de ferro para pronta entrega na China caiu mais de 3,6% nesta terça-feira (31) e atingiu o preço de US$ 51 por tonelada, o menor desde que os dados começaram a ser compilados, em 2008. Siderúrgicas do país, o maior produtor global de aço, se recusaram a comprar na expectativa de maiores quedas no preço da matéria-prima. O ímpeto de produção das grandes mineradoras globais tem feito as usinas chinesas manterem estoques pequenos de minério, enquanto fiscalizações ambientais cada vez mais rígidas e uma lenta recuperação na demanda por aço também têm reduzido a atividade das siderúrgicas. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Dólar tem queda de 1,5%, perto de R$ 3,18; Bovespa opera estável

O dólar comercial caía nesta terça-feira (31), e a Bolsa de Valores operava quase estável. Investidores analisavam os comentários do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, no Senado e também avaliavam dados fiscais do governo brasileiro. Por volta das 12h55, o dólar perdia 1,52%, a R$ 3,183 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha leve alta de 0,05%, a 51.266,8 pontos. Nesta sessão, o Banco Central realizou o último leilão de venda de novos contratos de dólar no mercado futuro, que faz parte do seu programa que intervenção no mercado de câmbio. O BC também vai fazer dois leilões de venda de até US$ 2,5 bilhões ao todo com compromisso de recompra. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Confiança da indústria recua 9,2% em março, pior queda desde 2008

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) brasileira caiu 9,2% em março, segunda queda seguida, e atingiu o menor nível desde janeiro de 2009, destacando as dificuldades enfrentadas pelo setor neste ano. O ICI atingiu 75,4 pontos em março, contra 83,0 pontos em fevereiro, quando teve queda de 3,4% sobre o mês anterior, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Deixe sua opinião (Com Reuters) Leia Mais

"Vai chover candidato" nos leilões de infraestrutura, diz Levy

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, acredita que "vai chover candidato" nos próximos leilões de infraestrutura e avalia que o ajuste no câmbio vai ajudar a aumentar a inserção internacional do Brasil. Em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Levy disse que o momento é de aumentar a produtividade para dar mais competitividade à indústria e que acertar a tributação é o que retomará a confiança dos empresários para investir. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Dólar opera em queda, abaixo de R$ 3,21; Bovespa passa a subir

O dólar comercial operava em queda nesta terça-feira (31), e a Bolsa de Valores passava a subir. Por volta das 11h50, o dólar perdia 0,72%, a R$ 3,209 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,23%, a 51.360,09 pontos. Nesta sessão, o Banco Central realizou o último leilão de venda de novos contratos de dólar no mercado futuro, que faz parte do seu programa que intervenção no mercado de câmbio. O BC também vai fazer dois leilões de venda de até US$ 2,5 bilhões ao todo com compromisso de recompra. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Aumento na conta ensina ao consumidor o valor de produzir luz, diz Levy

O aumento na conta de luz, além de ajudar as empresas de energia elétrica e aliviar o governo, tem uma utilidade adicional de mostrar para o consumidor como é caro produzir luz, disse o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, durante exposição na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado nesta terça-feira (31). O ministro defendeu a redução de gastos do governo, o que inclui menos subsídios ao setor elétrico. Ele falou sobre cortes em vários setores e citou esse também. Deixe sua opinião Leia Mais

Banco oficial não vai mais emprestar dinheiro com taxa vantajosa, diz Levy

A era de empréstimos de bancos públicos com taxas baixas e "vantajosas" acabou. A afirmação foi feita pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, durante sua exposição na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado nesta terça-feira (31). O ministro elogiou as políticas sociais e de incentivo da economia adotadas até agora pelo governo federal, mas disse que as condições mudaram, e agora o país não tem mais como sustentar isso. Segundo o ministro, nos últimos anos os bancos públicos concederam empréstimos de "R$ 460 bilhões com taxas muito vantajosas, abaixo da inflação para muitos setores. Essa política já completou seu curso, tem de ser modificada." Deixe sua opinião Leia Mais

País não economiza para pagar juros e contas ficam negativas em R$ 2 bi

O setor público brasileiro (que inclui o governo central, governos estaduais e municipais e empresas estatais) não conseguiu economizar para pagar os juros da dívida pública em fevereiro. Esse resultado é chamado de primário. O deficit primário mensal foi de R$ 2,3 bilhões; analistas consultados pela agência de notícias Reuters esperavam resultado positivo de R$ 1,5 bilhão. Pelos cálculos do Banco Central, que têm pequenas diferenças metodológicas em relação aos do Tesouro, o governo central teve resultado negativo de R$ 6,7 bilhões. Deixe sua opinião (Com Reuters) Leia Mais

Dólar chega a cair 1,6%, abaixo de R$ 3,18; Bovespa opera em queda

O dólar comercial passava a operar em queda na manhã desta terça-feira (31), e a Bolsa de Valores também caía. Por volta das 10h30, o dólar perdia 1,64%, a R$ 3,179 na venda, e o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, recuava 0,87%, a 50.797,9 pontos. Nesta sessão, o Banco Central realizou o último leilão de venda de novos contratos de dólar no mercado futuro, que faz parte do seu programa que intervenção no mercado de câmbio. O BC também vai fazer dois leilões de venda de até US$ 2,5 bilhões ao todo com compromisso de recompra. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Executivos da Petrobras viram réus em ação coletiva contra a companhia

Quinze executivos da Petrobras e de suas subsidiárias no exterior são citados como réus na ação coletiva contra a companhia brasileira nos EUA. Entre eles, estão dois ex-presidentes da empresa, José Sergio Gabrielli e Graça Foster, além do ex-diretor financeiro Almir Barbassa, que deixou o cargo neste ano. A queixa foi apresentada na sexta-feira à corte de Nova York pelos advogados do investidor que lidera a ação, o fundo de pensão britânico USS (Universities Superannuation Scheme). Deixe sua opinião (Com Folha de S.Paulo) Leia Mais

BC vende 2.000 contratos de dólar no mercado futuro

O Banco Central realizou nesta terça-feira (31) o último leilão de venda de novos contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda futura de dólares), que faz parte do seu programa que intervenção no mercado de câmbio. Foram vendidos 2.000 swaps: 1.500 para 1º de dezembro de 2015, e outros 500 com vencimento em 1º de março de 2016. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Mesmo em crise, Petrobras quer aumento de 13% em salários de executivos

Em meio à maior crise de sua história, a Petrobras (PETR4) pede aos acionistas que aprovem, na assembleia do próximo dia 29, um teto de remuneração 13% acima do que foi pago em 2014 para executivos que dirigem a empresa, considerando a média por executivo. Além disso, num momento de resultados financeiros em risco, quer aumentar a proporção de salário fixo e reduzir a de remuneração variável, atrelada a resultados. O teto médio fixo proposto, considerando os oito atuais diretores, é R$ 1,6 milhão para cada um por ano, 22,7% acima do R$ 1,3 milhão pago em 2014 e 9% acima do teto pedido no ano passado. Deixe sua opinião (Com Folha de S.Paulo) Leia Mais

Dólar opera em alta e encosta em R$ 3,26; acompanhe

O dólar comercial operava em alta nesta terça-feira (31), após o governo central mostrar deficit superior a R$ 7 bilhões. No mercado externo, a moeda norte-americana também tinha valorização. Por volta das 9h30, o dólar subia 0,84%, a R$ 3,259 na venda. Nesta sessão, o Banco Central realiza o último leilão de venda de novos contratos de dólar no mercado futuro, que faz parte do seu programa que intervenção no mercado de câmbio. O BC também vai fazer dois leilões de venda de até US$ 2,5 bilhões ao todo com compromisso de recompra. Deixe sua opinião (Com Reuters)

Governo não economiza em fevereiro, e contas têm saldo negativo de R$ 7 bi

O governo central (composto por Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência social) não conseguiu economizar para pagar os juros da dívida em fevereiro. As despesas destes órgãos superaram os ganhos em R$ 7,358 bilhões em fevereiro, informou o Tesouro nesta terça-feira (31). Esse foi o pior saldo para fevereiro desde o início da série histórica do Tesouro, em 1997. Como o resultado de janeiro tinha sido positivo em R$ 10,5 bilhões, no entanto, no acumulado do ano até fevereiro, a economia feita para o pagamento de juros tinha superavit de R$ 3,093 bilhões. Deixe sua opinião (Com Reuters) Leia Mais

Comente as notícias no Direto da Bolsa

O Direto da Bolsa tem espaço para comentários. Deixe sua opinião sobre as principais notícias do dia sobre ações, câmbio e mercado financeiro no Brasil e no mundo.

Gol perde R$ 631 mi no 4º trimestre e R$ 1,1 bi no ano

A Gol (GOLL4) teve prejuízo líquido acima do esperado no quarto trimestre, sob impacto da variação cambial e perdas com derivativos, enquanto espera um resultado operacional positivo em 2015. A companhia aérea informou nesta segunda-feira que seu prejuízo entre outubro e dezembro foi de R$ 631 milhões, ante um resultado negativo de R$ 19,3 milhões um ano antes. A média das estimativas de analistas apontava prejuízo de R$ 227,5 milhões. O resultado foi pressionado pela variação cambial de R$ 426 milhões somada aos R$ 443 milhões de perdas com derivativos, disse a Gol em seu relatório de resultados. No fechado do ano, o prejuízo da Gol chegou a R$ 1,1 bilhão, ante prejuízo de R$ 724,6 milhões em 2013. (Com Reuters) Leia Mais

Conversor de moedas

Resultado:

Cursos Online
UOL Cursos Online

Câmbio

Dólar comercial - 23/08/2019 17h00
Compra Venda Variação
Dólar com. 4,1231 4,1244 +1,15%
Dólar tur. 3,9600 4,2900 +1,42%
Euro 4,5909 4,5919 +1,77%
Libra 5,0576 5,0595 +1,43%
Pesos arg. 0,0746 0,0747 +1,08%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Bolsas de Valores

Bovespa - 23/08/2019 17h25 - 97.667,49
Variação
Brasil | Bovespa -2,34%
EUA | Nasdaq -3.00%
França | CAC 40 -1.14%
Japão | Nikkei +0.40%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Ações de destaque

Ação Variação Cotação
Veja outras cotações

Commodities

Venda Variação
Petróleo (Brent) US$ 58,950 0,0%
Ouro US$ 1527,600 +1,84%
Prata US$ 17,490 +2,23%
Platina US$ 863,600 -0,43%
Paládio US$ 1466,510 -1,78%

Fonte Thompson Reuters

Indicadores

Valor Atualização
Salário Mínimo R$ 954,00 2018
Global 40 +112,32% 24.Ago.2019
TR 0,0% 24.Ago.2019
CDI +5,9% 24.Ago.2019
SELIC +6,5% 01.ago.2018
IPCA +0,33% jul.18

Fonte Thompson Reuters

Inflação

Índice Mês Valor
IPCA jul.18 +0,33%
IPC-Fipe jul.18 +0,23%
IGP-M jul.18 +0,51%
INPC jul.18 +0,25%

Fonte Thompson Reuters

Últimas notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos