Bolsas

Câmbio

Ao VivoDireto da BolsaDireto da Redação

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

Bolsa sobe e acumula alta de 1,5% na semana; Vale salta mais de 5% no dia

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (20) em alta de 0,56%, a 63.760,62 pontos, após duas quedas seguidas. Na véspera, a Bolsa havia caído 1,17%. Com isso, a Bolsa tem valorização acumulada de 1,49% na semana. Amanhã, o mercado de ações não vai operar por causa do feriado de Tiradentes. O resultado desta quinta foi influenciado, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da mineradora Vale, que saltaram mais de 5%. Os papéis da Petrobras e do Banco do Brasil também registraram alta. Por outro lado, as ações da Ambev, do Bradesco e do Itaú Unibanco fecharam em baixa. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa. (Com Reuters) Leia Mais

Dólar sobe pelo 3º dia e fecha a R$ 3,157, maior valor em mais de um mês

O dólar comercial fechou esta quinta-feira (20) em alta de 0,32%, a R$ 3,157 na venda. É o terceiro avanço seguido da moeda norte-americana, que havia subido 1,09% na véspera. Esse é também o maior valor de fechamento em mais de um mês. Em 14 de março, o dólar valia R$ 3,169. Com isso, a moeda registra valorização acumulada de 0,35% na semana. Amanhã, o mercado de câmbio não vai operar por causa do feriado de Tiradentes. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsa da França fecha em alta de 1,48%; Portugal perde 0,55%

A Bolsa da França fechou esta quinta-feira (20) em alta, poucos dias antes das eleições presidenciais no país. As demais Bolsas da região ficaram próximas da estabilidade, com exceção do mercado de ações de Portugal, que registrou queda. O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,18%, a 1.484 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,22%, a 378 pontos. Veja o desempenho das principais Bolsas da Europa nesta sessão:

  • França: +1,48%
  • Itália: +0,13%
  • Alemanha: +0,09%
  • Inglaterra: +0,06%
  • Espanha: +0,02%
  • Portugal: -0,55% (Com Reuters)
Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,156

dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta quinta-feira (20). Por volta das 16h25, a moeda norte-americana avançava 0,28%, a R$ 3,156 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, subia 0,34%, a 63.620,63 pontos. Na véspera, o governo cedeu à pressão da oposição e concordou em adiar para 2 de maio a votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados. Por outro lado, o Palácio do Planalto conseguiu reverter derrota na Câmara na terça-feira e aprovou urgência na votação da reforma trabalhista. (Com Reuters)

Previdência: Temer diz que vai avaliar se partidos perderão ministérios por votação da reforma

O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira (20) esperar que nenhum ministro perca o cargo por falta de apoio de seu respectivo partido a projetos do governo no Congresso. Perguntado por jornalistas se existe ameaça de partidos da base perderem postos no ministério por não votarem com o governo, Temer respondeu: "Eu espero que não". O presidente acrescentou que irá "examinar no futuro" a possibilidade de alguma mudança no ministério em consequência de votações de projetos do governo no Congresso. (Com Reuters)

Dólar sobe, vendido acima de R$ 3,16; Bolsa opera quase estável

dólar comercial subia, e a Bolsa operava quase estável nesta quinta-feira (20). Por volta das 13h50, a moeda norte-americana avançava 0,52%, a R$ 3,163 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha leve alta de 0,12%, a 63.482,68 pontos. Na véspera, o governo cedeu à pressão da oposição e concordou em adiar para 2 de maio a votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados. Por outro lado, o Palácio do Planalto conseguiu reverter derrota na Câmara na terça-feira e aprovou urgência na votação da reforma trabalhista. (Com Reuters)

Dólar opera em queda, vendido perto de R$ 3,14; Bolsa sobe

O dólar comercial caía e a Bolsa operava em alta nesta quinta-feira (20). Por volta das 12h25, a moeda norte-americana tinha queda de 0,18%, a R$ 3,142 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,73%, a 63.872,64 pontos. Na véspera, o governo cedeu à pressão da oposição e concordou em adiar para 2 de maio a votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados. Por outro lado, o Palácio do Planalto conseguiu reverter derrota na Câmara na terça-feira e aprovou urgência na votação da reforma trabalhista. (Com Reuters)

BC defende sua atuação e diretor por operação da PF no Banco Pan

O Banco Central afirmou nesta quinta-feira (20) que não havia qualquer indício de fraude na contabilidade do Banco Panamericano na época de sua análise sobre a compra de ações da instituição pela Caixa Participações, e defendeu a atuação do diretor Anthero Meirelles no caso. Na véspera, a Polícia Federal deflagrou a investigação Conclave, sobre suspeita de fraude na compra de ações do Banco Pan pela Caixa Participações, e chegou a cumprir mandado de busca e apreensão contra Anthero, atual diretor de Fiscalização do BC. (Com Reuters)

Produção de minério da Vale sobe 11,2% no 1º trimestre

A produção de minério de ferro da mineradora brasileira Vale (VALE5) entre janeiro e março teve alta de 11,2% ante o mesmo período do ano passado, para 86,2 milhões de toneladas, informou a companhia nesta quinta-feira (20). A mineradora, maior produtora global de minério de ferro, atribuiu o avanço à aceleração das atividades nos projetos S11D, em Canaã dos Carajás, Pará, que entrou em operação comercial neste ano, e Itabiritos, no Sistema Sudeste. Em relação ao quarto trimestre de 2016, a produção no período caiu 6,7%, devido à sazonalidade climática no primeiro trimestre do ano, que afetou principalmente a performance do Sistema Norte. (Com Reuters) 

Dólar opera em queda, vendido perto de R$ 3,14; Bolsa sobe

O dólar comercial caía e a Bolsa operava em alta nesta quinta-feira (20). Por volta das 11h15, a moeda norte-americana tinha queda de 0,18%, a R$ 3,142 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,55%, a 63.758,01 pontos. Na véspera, o governo cedeu à pressão da oposição e concordou em adiar para 2 de maio a votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados. Por outro lado, o Palácio do Planalto conseguiu reverter derrota na Câmara na terça-feira e aprovou urgência na votação da reforma trabalhista. (Com Reuters)

JBS retoma na 2ª-feira operações em 6 unidades de abate de bovinos

A JBS, maior processadora de carne bovina do mundo, retomará a partir de segunda-feira (24) as operações em seis das dez unidades de abate de bovinos no Brasil que estão em férias coletivas, informou a companhia de alimentos em nota. "As outras quatro plantas voltarão a operar em 2 de maio em função de reformas, ajustes operacionais e modernização de equipamentos", disse a empresa. A JBS deu férias coletivas aos funcionários de dez de suas 36 unidades de abate bovinos no Brasil desde o dia 3 de abril, a fim de ajustar a capacidade da empresa às restrições impostas ao setor, impactado pela operação Carne Fraca, da Polícia Federal. (Com Reuters)  Leia Mais

Dólar opera em queda, vendido perto de R$ 3,14; Bolsa sobe

O dólar comercial caía e a Bolsa operava em alta nesta quinta-feira (20). Por volta das 10h10, a moeda norte-americana tinha queda de 0,29%, a R$ 3,138 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,6%, a 63.790,23 pontos. Na véspera, o governo cedeu à pressão da oposição e concordou em adiar para 2 de maio a votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados. Por outro lado, o Palácio do Planalto conseguiu reverter derrota na Câmara na terça-feira e aprovou urgência na votação da reforma trabalhista. (Com Reuters)

Dólar abre o dia operando quase estável, vendido perto de R$ 3,14

O dólar comercial abriu os negócios desta quinta-feira (20) operando quase estável, após subir 1,09% na véspera. Por volta das 9h, a moeda norte-americana tinha leve queda de 0,17%, a R$ 3,143 na venda. Na véspera, o governo cedeu à pressão da oposição e concordou em adiar para 2 de maio a votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados. Por outro lado, o Palácio do Planalto conseguiu reverter derrota na Câmara na terça-feira e aprovou urgência na votação da reforma trabalhista. (Com Reuters)

Bolsas da Ásia fecham em alta; China interrompe sequência de 4 quedas

A Bolsa da China fechou quase estável, com leve alta, nesta quinta-feira (20), interrompendo uma sequência de quatro quedas. O mercado foi pressionado pela preocupação de que o crescimento econômico e de lucros corporativos logo começará a diminuir. Mas os investidores tiveram algum consolo na promessa de Pequim na quarta-feira de aumentar o apoio às políticas se houver um salto na taxa de desemprego. No restante da Ásia e do Pacífico, a maioria das Bolsas fechou em alta. Veja as variações:

  • Japão: -0,01%
  • Hong Kong: +0,97%
  • China: +0,06%
  • Coreia do Sul: +0,5%
  • Taiwan: -0,08%
  • Cingapura: +0,37%
  • Austrália: +0,3%. (Com Reuters)
Leia Mais

Conversor de moedas

Resultado:

Câmbio

Dólar comercial - 18/07/2017 16h59
Compra Venda Variação
Dólar com. 3,1547 3,1554 -0,82%
Dólar tur. 3,0300 3,2800 -0,91%
Euro 3,6467 3,6490 -0,19%
Libra 4,1170 4,1186 -0,97%
Pesos arg. 0,1846 0,1850 -1,86%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Bolsas de Valores

Bovespa - 18/07/2017 17h22 - 65.337,67
Variação
Brasil | Bovespa +0,19%
EUA | Nasdaq +0.47%
França | CAC 40 -1.09%
Japão | Nikkei -0.59%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Ações em destaque

Ação Variação Cotação
Veja outras cotações

Commodities

Venda Variação
Petróleo (Brent) US$ 47,880 +0,34%
Ouro US$ 1242,070 -0,03%
Prata US$ 16,265 -0,03%
Platina US$ 928,300 -0,42%
Paládio US$ 867,450 +0,01%

Fonte Thompson Reuters

Inflação

Índice Mês Valor
IPCA jun.17 -0,23%
IPC-Fipe jun.17 +0,05%
IGP-M jun.17 -0,67%
INPC jun.17 -0,3%

Fonte Thompson Reuters

Indicadores

Valor Atualização
Salário Mínimo R$ 937,00 2017
Global 40 +112,32% 18.Jul.2017
TR +0,06% 18.Jul.2017
CDI +10,14% 18.Jul.2017
SELIC +10,25% 31.mai.2017
IPCA -0,23% jun.17

Fonte Thompson Reuters

Últimas notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos