Bolsas

Câmbio

Direto da BolsaDireto da Redação

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

Presidente do JPMorgan diz que bitcoin "é uma fraude"

A bitcoin "é uma fraude" e vai entrar em colapso, disse Jamie Dimon, presidente-executivo do JPMorgan Chase nesta terça-feira (12), sobre a moeda digital. (Com Reuters)  Leia Mais

Bolsas dos EUA fecham em alta; S&P atinge recorde pelo 2º dia

Os índices de ações dos Estados Unidos subiram nesta terça-feira (12). O S&P 500 fechou em nível recorde pelo segundo dia consecutivo, com as ações do setor financeiro liderando a alta. O Nasdaq também atingiu um recorde de fechamento, apesar da fraqueza da Apple. O índice Dow Jones subiu 0,28%, para 22.118 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,34%, a 2.496 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq também avançou 0,34%, a 6.454 pontos. (Com Reuters)  Leia Mais

Bolsa sobe e fecha em nível recorde pelo segundo dia seguido

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (12) em alta de 0,3%, a 74.538,55 pontos, novamente no maior nível da história. Na véspera, a Bolsa já havia batido o recorde, fechando a 74.319,22 pontos. Leia Mais

Dólar sobe e fecha a R$ 3,129, após STF autorizar inquérito contra Temer

dólar comercial fechou esta terça-feira (12) em alta de 0,81%, cotado a R$ 3,129 na venda. É o segundo dia seguido de valorização e a maior alta diária desde 17 de agosto (+1,02%). Na véspera, a moeda norte-americana subiu 0,3%Leia Mais

7 dicas para vencer a timidez e avançar na carreira

Ser tímida não é um defeito e você não precisa se martirizar, pois isso faz parte de quem você é. Mas saber como vencer a timidez nos momentos certos pode ajudá-la a alçar voos maiores na carreira. (Com Finanças Femininas)  Leia Mais

Acionistas da Eletropaulo aprovam mudança para Novo Mercado da Bolsa

Os acionistas da distribuidora de eletricidade AES Eletropaulo (ELPL4) aprovaram em Assembleia Geral nesta terça-feira (12) a adesão da companhia ao segmento de listagem Novo Mercado da Bolsa, informou a elétrica em comunicado. (Com Reuters)  Leia Mais

Dólar sobe mais de 1%, perto de R$ 3,14; Bolsa opera em alta

dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta terça-feira (12). Por volta das 16h05, a moeda norte-americana se valorizava 1,02%, a R$ 3,135 na venda. O dólar acelerou a alta após o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso autorizar a abertura de um novo inquérito contra o presidente Michel Temer. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, ganhava 0,84%, a 74.944,6 pontos, após atingir o recorde durante a operação pelo segundo dia seguido. (Com Reuters) 

Magazine Luiza vai abrir 60 lojas em 2017 e descarta entrar no RJ

A rede varejista Magazine Luiza vai abrir cerca de 60 novas lojas neste ano, a maioria no Nordeste do país, disse a presidente do Conselho de Administração, Luiza Trajano. (Com Reuters)  Leia Mais

Doria congela IPTU de São Paulo no ano eleitoral de 2018

Mesmo com restrições orçamentárias, a Prefeitura de São Paulo não vai aumentar o valor do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) acima da inflação neste ano. O ajuste deve ficar em torno de 3%, anunciou o prefeito João Doria (PSDB) nesta terça-feira (12). (Com Folha)  Leia Mais

Bolsa sobe mais de 1% e supera 75 mil pontos; dólar opera em alta, a R$ 3,12

dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta terça-feira (12). Por volta das 15h, a moeda norte-americana se valorizava 0,55%, a R$ 3,121 na venda, em um movimento de cautela depois que a Polícia Federal concluiu que há indícios de que o presidente Michel Temer e ministros cometeram atos de corrupção. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, ganhava 1,31%, a 75.296,30 pontos, renovando o recorde durante a operação pelo segundo dia seguido. Na véspera, a Bolsa subiu 1,7% e fechou acima dos 74 mil pontos, no maior nível já registrado. (Com Reuters) 

Bolsa sobe mais de 1% e supera 75 mil pontos; dólar opera em alta, a R$ 3,12

dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta terça-feira (12). Por volta das 14h, a moeda norte-americana se valorizava 0,39%, a R$ 3,116 na venda, em um movimento de cautela depois que a Polícia Federal concluiu que há indícios de que o presidente Michel Temer e ministros cometeram atos de corrupção. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, ganhava 1,19%, a 75.200,19 pontos, renovando o recorde durante a operação pelo segundo dia seguido. Na véspera, a Bolsa subiu 1,7% e fechou acima dos 74 mil pontos, no maior nível já registrado. (Com Reuters) 

Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta; Inglaterra cai 0,17%

A maioria das Bolsas da Europa fechou em alta nesta terça-feira (12). Veja as variações:

  • França: +0,62%
  • Portugal: +0,61%
  • Itália: +0,45%
  • Alemanha: +0,4%
  • Espanha: +0,13%
  • Inglaterra: -0,17%. (Com Reuters) 
Leia Mais

Bolsa sobe e supera os 75 mil pontos; dólar opera em alta, a R$ 3,11

O dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta terça-feira (12). Por volta das 13h, a moeda norte-americana tinha valorização de 0,21%, a R$ 3,11 na venda, em um movimento de cautela depois que a Polícia Federal concluiu que há indícios de que o presidente Michel Temer e ministros cometeram atos de corrupção. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava ganho de 0,93%, a 75.007,26 pontos, renovando o recorde durante a operação pelo segundo dia seguido. Na véspera, a Bolsa subiu 1,7% e fechou acima dos 74 mil pontos, no maior nível já registrado. (Com Reuters) 

Governo espera concluir venda da Eletrobras até o 1º tri de 2018

O ministro de Minas Energia, Fernando Coelho Filho, afirmou nesta terça-feira (12) que o governo trabalha para concluir o processo de privatização da Eletrobras até o primeiro trimestre de 2018. (Com Folha)  Leia Mais

Governo vai subir para 14 anos prazo para obras em rodovias já concedidas

O governo Michel Temer vai aumentar de cinco anos para 14 anos o prazo para investimentos em rodovias concedidas no governo da ex-presidente Dilma Rousseff. (Com Folha) Leia Mais

Após bater recorde, Bolsa opera em alta; dólar sobe, perto de R$ 3,11

O dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta terça-feira (12). Por volta das 12h, a moeda norte-americana tinha valorização de 0,21%, a R$ 3,11 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava ganho de 0,59%, a 74.756,13 pontos. Na véspera, a Bolsa subiu 1,7% e fechou acima dos 74 mil pontos, no maior nível já registrado. Segundo especialistas, notícias recentes no país --particularmente, com a prisão de Joesley Batista, dono da JBS, e com o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci da última semana influenciaram os mercados. (Com Reuters) 

Ação do Magazine Luiza opera em queda de 15% na Bolsa

As ações do Magazine Luiza (MGLU3) desabavam na Bolsa, após a companhia anunciar nesta terça-feira (12) uma oferta pública de 24 milhões de ações. Por volta das 11h45, os papéis operavam em queda de 15,07%, a R$ 66,50. As ações da empresa não estão no Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira.   Leia Mais

Vale avalia parceria com Cemig para leilão de hidrelétricas

A mineradora Vale estuda uma possível parceria com a Cemig em um leilão agendado para 27 de setembro, no qual o governo oferecerá a investidores a concessão de quatro hidrelétricas já em operação. (Com Reuters)  Leia Mais

Petrobras corta preço da gasolina em 1,2% nas refinarias; diesel cai 0,3%

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (12) uma redução de 1,2% nos preços da gasolina e de 0,3% no diesel em suas refinarias, com validade a partir da quarta-feira (13), segundo informações da companhia em seu site. (Com Reuters)  Leia Mais

Com queda do dólar, exportações voltam a perder espaço, diz pesquisa

Bastou o dólar baratear, e a velha tendência voltou: as exportações diminuíram de importância na produção da indústria nacional. É o que aponta pesquisa inédita da CNI (Confederação Nacional da Indústria) obtida pelo "Estado". (Com Estadão Conteúdo) Leia Mais

Governo vai subir de 5 para 14 anos prazo para concessionárias duplicarem rodovias

O governo federal deve publicar até o fim desta semana uma Medida Provisória com mudanças nos contratos das concessões de rodovias licitadas durante a gestão de Dilma Rouuseff. A medida aumentará de cinco para 14 anos o prazo para duplicação dos trechos, disse nesta terça-feira (12) o ministro de Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, durante evento promovido pela ABCR (Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias). (Com Reuters)

CVM muda normas para divulgação de fato relevante

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) editou a instrução 590, alterando as normas que tratam de divulgação e uso de informações sobre ato ou fato relevante, segundo publicação no Diário Oficial da União desta terça-feira (12). (Com Reuters)  Leia Mais

Ganho com ações deve desacelerar, apontam analistas

Analistas projetam que a Bolsa continuará sua tendência de alta, o que significa que ainda dá tempo para investir em ações. Eles destacam, entretanto, que o rendimento para os próximos 12 meses deve ser inferior ao registrado no mesmo período anterior. (Com Estadão Conteúdo) Leia Mais

Após bater recorde, Bolsa opera em alta; dólar sobe, perto de R$ 3,12

O dólar comercial e a Bolsa operavam em alta nesta terça-feira (12). Por volta das 11h, a moeda norte-americana tinha valorização de 0,47%, a R$ 3,118 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava ganho de 0,58%, a 74.751,1 pontos. Na véspera, a Bolsa subiu 1,7% e fechou acima dos 74 mil pontos, no maior nível já registrado. Segundo especialistas, notícias recentes no país --particularmente, com a prisão de Joesley Batista, dono da JBS, e com o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci da última semana influenciaram os mercados. (Com Reuters) 

Governo estuda subir conta de luz para valorizar Eletrobras antes de privatizá-la

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse nesta terça-feira (12) que o governo discute subir a conta de luz das distribuidoras da Eletrobras para valorizar as empresas antes de privatizá-las. Coelho Filho também afirmou que o governo está trabalhando na definição de detalhes finais do modelo de privatização da estatal, que deve ser divulgado ainda neste mês. (Com Reuters) Leia Mais

Após bater recorde, Bolsa opera quase estável; dólar sobe, a R$ 3,12

O dólar comercial subia e a Bolsa operava quase estável nesta terça-feira (12). Por volta das 10h20, a moeda norte-americana tinha valorização de 0,55%, a R$ 3,121 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava leve ganho de 0,08%, a 74.381,22 pontos. Na véspera, a Bolsa subiu 1,7% e fechou acima dos 74 mil pontos, no maior nível já registrado. Segundo especialistas, notícias recentes no país --particularmente, com a prisão de Joesley Batista, dono da JBS, e com o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci da última semana influenciaram os mercados. (Com Reuters) 

Privatização da Lotex, a 'raspadinha', será conduzida pelo BNDES

O governo atribuiu ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) a responsabilidade pela execução de todos os atos relativos à privatização da Lotex, o braço de 'raspadinhas', as loterias instantâneas da Caixa Econômica Federal, conforme decreto no Diário Oficial da União desta terça-feira (12). O texto, que dispõe sobre a inclusão da Lotex no Programa Nacional de Desestatização, diz que caberá ao BNDES contratar instituição responsável pelo leilão, além de consultoria, auditoria e outros serviços. O banco de fomento ainda será o responsável por designar a comissão de licitação, realizar exame de regularidade, publicar o edital, divulgar e prestar informações sobre o processo e preparar a documentação para o Tribunal de Contas da União (TCU). (Com Reuters)

Após furacão Irma, Azul retoma voos para a Flórida, nos EUA

A companhia aérea Azul anunciou a retomada de seus voos para Flórida a partir desta terça-feira (12), após a reabertura dos aeroportos do estado norte-americano, que foi atingido pelo furacão Irma na semana passada. A empresa, que opera voos do Brasil para os aeroportos de Fort Lauderdale e Orlando, informou que além do pronto restabelecimento de seus 19 voos semanais, prestará assistência aos passageiros que foram impedidos de retornar ao Brasil. "A companhia está prestando toda a assistência possível aos seus clientes que foram afetados pelo furacão e os reacomodará em outros voos da empresa para que eles possam voltar o mais rápido possível para o Brasil", disse. (Com Reuters)

Ações estão baratas mesmo com Bolsa brasileira em nível recorde

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou segunda-feira (11) em um recorde, em meio ao fervor sobre a recuperação econômica, taxas de juros menores e um cenário político benigno para agenda de reformas do presidente Michel Temer. Considerando múltiplos, as ações do Brasil ainda têm espaço para alcançar nível dos ativos no Chile, que ultrapassou o México e se tornou no mês passado o mercado mais caro da América Latina com apostas na mudança política. O México, entretanto, está vacilando diante da aceleração da inflação e do início da renegociação do Nafta com os EUA. (Com Bloomberg)

Dólar abre o dia operando em alta, vendido perto de R$ 3,11

O dólar comercial abriu os negócios desta terça-feira (12) operando em alta, após subir 0,3% na véspera. Por volta das 9h10, a moeda norte-americana avançava 0,26%, a R$ 3,112 na venda. As atenções voltam-se para a Câmara dos Deputados, onde pode ser votada a reforma política. Também permanece no radar a situação do presidente Michel Temer, depois que a Polícia Federal concluiu que houve indícios de crimes cometidos pela cúpula do PMDB, incluindo Temer, no inquérito que investiga o chamado "quadrilhão da Câmara". 

Vendas no comércio ficam estáveis em julho, mas sobem 3,1% em um ano

As vendas no comércio brasileiro ficaram estáveis em julho na comparação com o mês anterior, após três altas seguidas. Em relação ao mesmo mês do ano passado, as vendas subiram 3,1%, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta terça-feira (12). A expectativa em pesquisa da agência de notícias Reuters era de alta de 0,1% na comparação mensal e de avanço de 3,5% sobre um ano antes. (Com Reuters) Leia Mais

BC sinaliza cortes menores na taxa de juros nas próximas reuniões

A ata da reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), divulgada nesta terça-feira (12), mostra que o Banco Central já sinaliza desaceleração do ritmo de corte da taxa básica de juros, a Selic. A taxa, que sofreu cortes de 1 ponto percentual nas últimas reuniões, deve passar por cortes menores até o encerramento do ciclo de reduções. "Avaliando as circunstâncias atuais, o Copom julgou conveniente sinalizar que, caso o cenário básico evolua conforme esperado no momento, o Comitê antevê encerramento gradual do atual ciclo de flexibilização monetária", diz a ata. Na semana passada, o BC cortou os juros de 9,25% para 8,25% ao ano, no oitavo corte seguido. (Com Reuters)

Bolsas da Ásia fecham em alta; mercado avança mais de 1% no Japão

As Bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam em alta nesta terça-feira (12), com os investidores aliviados diante da redução dos temores relativos à Coreia do Norte e ao furacão Irma no Caribe e nos Estados Unidos. A Bolsa do Japão avançou mais de 1%, e a da China subiu, puxada por empresas de consumo e do setor financeiro.

  • Japão: +1,18%
  • Hong Kong: +0,06%
  • China: +0,11%
  • Coreia do Sul:+0,27%
  • Taiwan: +0,36%
  • Cingapura: +0,22%
  • Austrália: +0,58%. (Com Reuters)
Leia Mais

Conversor de moedas

Resultado:

Câmbio

Dólar comercial - 22/09/2017 16h58
Compra Venda Variação
Dólar com. 3,1269 3,1276 -0,53%
Dólar tur. 3,1100 3,3000 -0,6%
Euro 3,7218 3,7226 -0,38%
Libra 4,2149 4,2154 -0,06%
Pesos arg. 0,1805 0,1808 -0,55%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Bolsas de Valores

Bovespa - 22/09/2017 17h20 - 75.389,75
Variação
Brasil | Bovespa -0,28%
EUA | Nasdaq +0.07%
França | CAC 40 +0.27%
Japão | Nikkei -0.25%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Commodities

Venda Variação
Petróleo (Brent) US$ 59,220 0,0%
Ouro US$ 1297,780 0,0%
Prata US$ 17,039 0,0%
Platina US$ 935,500 0,0%
Paládio US$ 921,500 0,0%

Fonte Thompson Reuters

Inflação

Índice Mês Valor
IPCA ago.17 +0,19%
IPC-Fipe ago.17 +0,1%
IGP-M ago.17 +0,1%
INPC ago.17 -0,03%

Fonte Thompson Reuters

Indicadores

Valor Atualização
Salário Mínimo R$ 937,00 2017
Global 40 +112,32% 24.Set.2017
TR 0,0% 24.Set.2017
CDI +8,14% 24.Set.2017
SELIC +8,25% 06.set.2017
IPCA +0,19% ago.17

Fonte Thompson Reuters

Últimas notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos