Bolsas

Câmbio

Direto da BolsaDireto da Redação

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

Lula prepara nova ‘Carta ao Povo Brasileiro’ para acalmar mercado

O PT deverá lançar em fevereiro uma nova "Carta ao Povo Brasileiro", em meio ao nervosismo do mercado com a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O documento será apresentado em meio às comemorações do aniversário de 37 anos do PT, na segunda quinzena de fevereiro, disse a presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann, à Bloomberg. A intenção da carta, que já está sendo redigida pelo ex-presidente e sua equipe, é apresentar o modelo de desenvolvimento econômico para o país, se o PT voltar à Presidência. (Com Bloomberg) Leia Mais

Bolsa passa dos 80 mil pontos, não se sustenta, mas ainda fecha com recorde

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (16) em alta de 0,1%, a 79.831,77 pontos. Durante o dia, o índice chegou a operar acima dos 80 mil pontos pela primeira vez na história, mas perdeu força no final da sessão. Ainda assim, a Bolsa fechou em nível recorde pelo segundo dia seguido. Na véspera, havia subido 0,51%. (Com Reuters) Leia Mais

Dólar sobe 0,58% e fecha a R$ 3,229, na segunda alta seguida

dólar comercial fechou esta terça-feira (16) em alta de 0,58%, cotado a R$ 3,229 na venda. É o segundo avanço seguido da moeda norte-americana, que subiu 0,12% na véspera. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsa sobe aos 80 mil pontos pela 1ª vez; dólar opera em alta, a R$ 3,23

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, operava em alta nesta terça-feira (16), acima dos 80 mil pontos pela primeira vez na história. O dólar comercial também apresentava valorização. Por volta das 16h20, o Ibovespa avançava 0,43%, a 80.096,85 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,54%, a R$ 3,227 na venda. No exterior, o cenário é otimista, com dados mostrando fortalecimento da economia mundial e ajudando a impulsionar a entrada de recursos para a Bolsa brasileira. (Com Reuters)

Bolsa da Espanha fecha em alta de 0,51%; Itália perde 0,21%

Das seis principais Bolsas da Europa, três fecharam em queda, duas tiveram alta e uma ficou praticamente estável nesta terça-feira (16). Veja a seguir o desempenho dos principais mercados europeus:

  • Espanha: +0,51%
  • Alemanha: +0,35%
  • França: +0,08%
  • Portugal: -0,13%
  • Inglaterra: -0,17%
  • Itália: -0,21% (Com Reuters)
Leia Mais

Bolsa sobe aos 80 mil pontos pela 1ª vez; dólar opera em alta, a R$ 3,23

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, operava em alta nesta terça-feira (16), acima dos 80 mil pontos pela primeira vez na história. O dólar comercial também apresentava valorização. Por volta das 15h20, o Ibovespa avançava 0,45%, a 80.112,88 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,54%, a R$ 3,228 na venda. No exterior, o cenário é otimista, com dados mostrando fortalecimento da economia mundial e ajudando a impulsionar a entrada de recursos para a Bolsa brasileira. (Com Reuters)

Bolsa sobe aos 80 mil pontos pela 1ª vez; dólar opera em alta, a R$ 3,23

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, operava em alta nesta terça-feira (16), acima dos 80 mil pontos pela primeira vez na história. O dólar comercial também apresentava valorização. Por volta das 14h20, o Ibovespa avançava 0,5%, a 80.153,09 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,75%, a R$ 3,234 na venda. No exterior, o cenário é otimista, com dados mostrando fortalecimento da economia mundial e ajudando a impulsionar a entrada de recursos para a Bolsa brasileira. (Com Reuters)

Governo avalia retirar taxa de etanol importado

O governo avalia retirar uma taxação sobre o etanol importado após uma forte alta nos preços da gasolina, concorrente direto do etanol nas bombas, em uma medida que eventualmente poderia ajudar a reabrir o mercado dos Estados Unidos à carne bovina brasileira, disse nesta terça-feira (16) o ministro da Agricultura, Blairo Maggi. (Com Reuters) 

Bolsa sobe aos 80 mil pontos pela 1ª vez; dólar opera em alta, a R$ 3,23

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, operava em alta nesta terça-feira (16), acima dos 80 mil pontos pela primeira vez na história. O dólar comercial também apresentava valorização. Por volta das 13h20, o Ibovespa avançava 0,43%, a 80.094,11 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,68%, a R$ 3,232 na venda. No exterior, o cenário é otimista, com dados mostrando fortalecimento da economia mundial e ajudando a impulsionar a entrada de recursos para a Bolsa brasileira. (Com Reuters)

Bitcoin cai 18% após notícias sobre regulação mais rígida na Coreia do Sul

O valor do bitcoin recuou 18% nesta terça-feira (16), atingindo o menor valor em quatro semanas, perto de US$ 11 mil, após notícias de que a Coreia do Sul mantém a opção de banir o comércio de moedas virtuais gerarem temor sobre uma repressão regulatória mais ampla. Leia Mais

Petrobras paralisa produção em plataforma após princípio de incêndio

Um princípio de incêndio atingiu nesta terça-feira (16) a plataforma da Petrobras Cidade de Maricá, no importante campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, o que tornou necessária uma paralisação da produção, informou a petroleira estatal em um comunicado. A empresa disse que não houve danos às pessoas e ao meio ambiente e que a produção será retomada assim que testes de segurança forem realizados. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsa sobe aos 80 mil pontos pela primeira vez; dólar opera em alta

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, atingiu os 80 mil pontos pela primeira vez nesta terça-feira (16). A Bolsa e o dólar comercial operavam em alta no início desta tarde. Por volta das 12h11, o Ibovespa avançava 0,55%, a 80.190,5 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana registrava valorização de 0,28%, a R$ 3,219 na venda. No exterior, o cenário é otimista, com dados mostrando fortalecimento da economia mundial e juros ainda baixos. Juros baixos em outros países estimulam investimentos em locais com taxas mais altas, como o Brasil. (Com Reuters)

Auditoria aponta influência política na Caixa

Investigação independente contratada pela Caixa sugere influência política no banco em ao menos quatro vice-presidências. (Com Estadão Conteúdo)  Leia Mais

Em três anos, Estados saem do azul para rombo de R$ 60 bilhões

Em um período de três anos, os Estados saíram de um resultado positivo de R$ 16 bilhões em suas contas para um deficit de R$ 60 bilhões no fim de 2017.  (Com Estadão Conteúdo)  Leia Mais

Petrobras reduz preço do diesel em 0,4% e da gasolina em 0,6% nas refinarias

A Petrobras anunciou nesta terça-feira redução de 0,4% no preço do diesel e de 0,6% no da gasolina comercializados nas refinarias. Os reajustes serão válidos partir de amanhã, dia 17 de janeiro. Isso não significa necessariamente que a redução chegará ao consumidor final na bomba. Os postos são livres para aplicar ou não o reajuste, e na porcentagem que desejarem. Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,22

A Bolsa e o dólar comercial operavam em alta nesta terça-feira (16). Por volta das 11h20, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,17%, a 79.887,23 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana registrava valorização de 0,2%, a R$ 3,216 na venda, em sintonia com a trajetória do dólar no exterior. (Com Reuters) 

Exportações do agronegócio cresceram 13% em 2017, diz ministério

As exportações brasileiras do agronegócio somaram US$ 96,01 bilhões em 2017, alta de 13% em relação a 2016, informou nesta terça-feira (16) o Ministério da Agricultura. O agronegócio foi responsável por 44,1% do total das vendas externas do país em 2017, segundo a pasta. Soja, produtos florestais e carnes estão entre os produtos que mais contribuíram para o aumento das exportações do agronegócio do Brasil no ano passado. (Com Reuters) Leia Mais

Odebrecht negocia mais 30 acordos em São Paulo

Após passar nove meses discutindo o que resultou no maior acordo da Operação Lava Jato, os advogados da Odebrecht vão ter de enfrentar mais negociações: só em São Paulo a empresa terá de fazer 30 acordos para se livrar de processos por ter subornado políticos e agentes públicos para obter contratos do Metrô, da Dersa e da Prefeitura de São Paulo, entre outros. (Com Folha)  Leia Mais

Tesouro não cobrirá rombo no fundo que paga seguro-desemprego

Neste ano, o Tesouro Nacional não cobrirá um buraco de R$ 18,3 bilhões no caixa do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). O FAT é responsável pelo pagamento de benefícios sociais como seguro-desemprego e abono salarial. (Com Folha)  Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,22

A Bolsa e o dólar comercial operavam em alta nesta terça-feira (16). Por volta das 10h20, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,17%, a 79.891,81 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana registrava valorização de 0,33%, a R$ 3,221 na venda. Na véspera (15), a Bolsa fechou em alta de 0,51% e atingiu o maior nível histórico. (Com Reuters) 

Petrobras bate recorde de produção de petróleo pelo 4º ano seguido

A Petrobras registrou produção média de 2,15 milhões de barris de petróleo por dia (bpd) no Brasil em 2017, alta de 0,4% sobre 2016 e recorde pelo quarto ano consecutivo, informou a petroleira nesta terça-feira (16). A produção de gás natural pela companhia totalizou 79,6 milhões de metros cúbicos por dia e, com isso, a produção total da companhia no país em 2017 alcançou um recorde de 2,65 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), 0,9% superior ao registrado em 2016. A produção média de petróleo no país em dezembro foi de 2,13 milhões de barris por dia (bpd), em linha com o volume produzido em novembro. (Com Reuters)

Dólar abre o dia operando quase estável, vendido abaixo de R$ 3,22

O dólar comercial abriu os negócios desta terça-feira (16) operando quase estável, após também fechar perto da estabilidade na véspera. Por volta das 9h10, a moeda norte-americana registrava leve alta de 0,15%, a R$ 3,215 na venda, em sintonia com a trajetória do dólar no exterior. No cenário interno, o dia deve ser de agenda esvaziada. (Com Reuters)

Embraer entrega 210 jatos em 2017 e recebe pedidos de US$ 18,3 bi

A Embraer entregou um total de 210 jatos em 2017, sendo 101 comerciais e 109 executivos, e fechou o ano com uma carteira de pedidos firmes de US$ 18,3 bilhões, informou a empresa nesta terça-feira (16). No ano foram entregues 72 jatos executivos leves e 37 grandes. No último trimestre do ano, a Embraer entregou 23 jatos comerciais e 50 executivos, sendo 32 leves e 18 grandes. "O volume de entregas ficou dentro da estimativa estabelecida para o ano que era de 97 a 102 jatos comerciais, de 70 a 80 jatos executivos leves e de 35 a 45 jatos executivos grandes", disse a empresa. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsa do Japão sobe 1% e fecha no maior nível em 27 anos

As Bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam em alta nesta terça-feira (16). O índice japonês Nikkei ganhou 1% e atingiu o maior nível em 27 anos, desde 1991. O mercado chinês avançou 0,79%, puxado por ações dos setores imobiliário, de saúde e financeiro. Veja as variações das Bolsas da região:

  • Japão: +1%
  • Hong Kong: +1,81%
  • China: +0,79%
  • Coreia do Sul: +0,72%
  • Taiwan: +0,27%
  • Cingapura: +0,48%
  • Austrália: +0,47%. (Com Reuters)
Leia Mais

UOL Cursos Online

Todos os cursos