PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Veja dicas de comunicação e comportamento para fazer uma boa live

Divulgação
Imagem: Divulgação
Reinaldo Polito

Autor de 31 livros que venderam mais de 1 milhão de exemplares, dá dicas de expressão verbal para turbinar sua carreira.

Colunista do UOL

09/06/2020 04h00

O perigo do passado era que os homens se tornassem escravos. O perigo do futuro é que os homens se tornem autômatos.
Erich Fromm

Virou moda. Principalmente nessa época de confinamento por causa da pandemia, fazer live se tornou uma espécie de esporte popular. Alguns já estavam habituados em se comunicar a distância. Faziam reuniões com os mais diferentes recursos da tecnologia, e, com o tempo, foram dominando essa arte de falar olhando para a câmera. Outros, já se valiam do Skype também há bastante tempo, para falar com amigos e familiares.

A maioria, entretanto, precisou consertar o avião em pleno ar. Tiveram de aprender a participar de lives de uma hora para outra. Muitos possuem bons conhecimentos em determinada área, e, por isso, são convidados a falar do tema de sua especialidade. Quantos me procuraram desesperados porque não sabiam como agir, e estavam com receio de "fazer feio".

Até palestrantes experimentados, com muitos anos de estrada, perderam o chão. Vieram me dizer que falar diante de plateias numerosas, depois de larga experiência, passou a ser prazeroso. Um deles afirmou que quanto mais gente no auditório, mais animado ficava diante do microfone. Agora, mesmo sabendo falar bem, essa turma estava intimidada ao enfrentar a novidade. Esses profissionais queriam pelo menos conversar um pouco para saber como agir.

Veja aqui algumas sugestões que podem ajudá-lo a se sair bem. Percebo que ao saber como se comportar, a pessoa se sente mais segura e confiante. Fica um pouco nervosa no início, mas depois que a adrenalina assenta desenvolve a conversa até com bastante tranquilidade. É tudo muito simples, mas certos cuidados precisam ser tomados para se obter um bom resultado.

O conteúdo

Mesmo conhecendo muito bem o assunto que será abordado na live, você não pode ser negligente e achar que as informações surgirão sempre na hora, como se aparecessem em um passe de mágica. É preciso se preparar muito bem para essa conversa. Comece fazendo uma lista dos temas que poderão ser discutidos. Verifique se todos estão direta ou indiretamente ligados ao seu campo de conhecimento. Tente se lembrar de histórias que poderiam ser contadas para tornar a exposição mais interessante. Em uma hora de conversa, seria bom ter pelo menos meia dúzia de histórias curiosas.

A duração da história vai depender do contexto da live. Quando o interlocutor é ágil de raciocínio e encaixa assuntos a partir da própria conversa, o diálogo flui de forma espontânea. Há casos, entretanto, diria até que na maioria das vezes, em que a pessoa tinha em mente apenas algumas perguntas e mata a conversa logo nos primeiros minutos. Ficam os dois naquele silêncio desconfortável, ou comentam fatos que não tinham nenhuma relação com o objetivo da live. Você olha para o contador de audiência e nota que os números vão despencando.

Especialmente quem não tem muita experiência, e, cá entre nós, até para quem já possui boa quilometragem de lives, é conveniente marcar um horário para conversar com quem participará com você. É nesse momento que você vai discutir os pontos que deverão ser abordados, e, principalmente, o que deverá ser evitado na conversa. Essa fase preparatória ajuda muito. Normalmente o que é combinado nesse diálogo preliminar acaba sendo debatido na hora da apresentação.

Se estiver inseguro com relação a algum detalhe da matéria, nada impede que deixe à mão um roteiro para ajudá-lo a se lembrar da sequência dos temas, de nome de autores que pretende citar, de alguma frase que queira mencionar. Você vai se sentir tão seguro com esse recurso de apoio que, quase com certeza, não precisará recorrer a ele. Até alguns livros poderão ser utilizados nesses momentos. Deixe tudo ao seu alcance.

Tome cuidado para não interromper o interlocutor durante o raciocínio. Algumas pessoas ficam tão ansiosas que não conseguem ouvir bem o que o outro está dizendo. Pegam uma palavra no meio do caminho e cortam o pensamento do companheiro de live, sem perceber que estão se comportando de forma inadequada. Se for para fazer um comentário dentro do assunto que está sendo tratado, tudo bem, até ajuda no ritmo da conversa. E, importante, ainda que tenha muito conteúdo, não monopolize a conversa. A mudança de atores torna a mensagem mais interessante.

Os equipamentos

Ninguém precisa montar um estúdio cinematográfico para fazer uma live. Nada de se preocupar em fazer investimentos vultosos para essa atividade. Ainda assim, alguns cuidados básicos precisam ser observados, desde a qualidade do smartphone, passando pelo som, iluminação, e até o cenário. Se deixar escapar um desses detalhes, poderá pôr em risco a qualidade da live.

Se você pretende fazer muitas lives, vale a pena investir um pouco na iluminação. Nada muito custoso. Os aparelhos Ring Light são simples, baratos e proporcionam excelente qualidade de iluminação. Você vai encontrar de todos os preços, desde os mais em conta até os que custam cinco, seis vezes mais. Essa escolha vai depender do bolso e do uso que pretende fazer. É prudente fazer algumas gravações antes para observar a distância mais adequada da luz. Não tenha preguiça. Grave várias vezes.

Você poderá gravar diretamente no microfone interno do smartphone, ou usar um fone de ouvido com microfone. O seu aparelho deve ter vindo com esse acessório. Se não veio, você vai gastar pouco para ter um de boa qualidade. Os fones de ouvido sem fio, além de ser caros, possuem microfones que costumam não apresentar resultados tão satisfatórios. Experiência pessoal. Gastei muito nesse tipo de fone de ouvido, mas depois da primeira experiência já voltei para os fones com fio.

O ideal é ter um smartfone de geração mais atual. As câmeras são cada vez mais poderosas e com admirável qualidade. Se o bolso estiver curto e o seu já completou alguns aniversários, procure compensar a falta de qualidade da câmera com um pouco mais de iluminação. Pense também em pedir emprestado a um amigo ou parente para usar durante a live. Sempre tem alguém mais abonado por perto e que pode ajudar com o empréstimo do aparelho.

Estude bem o local onde vai se posicionar. Verifique com cuidado todos os objetos que ficarão atrás de você. Paredes lisas com algum quadro bonito podem resolver bem. Se tiver uma estante de livro bem arrumada também será excelente solução. Há profissionais especializados em produzir cenários. Você escolhe um de sua preferência e coloca atrás sempre que for fazer uma live

Combine com a galera em casa para deixar as portas fechadas e evitar circulação na hora da live. Barulhos de televisores ou rádios ligados, conversas em voz alta, outros smartphones sintonizados na live sem o uso de fone de ouvido provocam interferências. Sem que essa precaução chegue a tolher a liberdade de ninguém, é conveniente evitar ruídos nesse momento.

Cuidado com os excessos

Algumas pessoas fazem lives com muita frequência, e não têm tanto conteúdo assim. Os assuntos se tornam repetitivos e a imagem pode ser prejudicada. É preferível fazer menos, mas com boa qualidade, a se expor o tempo todo falando sobre temas que já se desgastaram. Procure aceitar convites de pessoas com quem tenha algum tipo de afinidade, ou por ser conhecida, ou por causa do tema que irá discutir.

Assim que aceitar o convite, dê um jeito de assistir a alguma live de quem o convidou. Você poderá analisar que tipo de pergunta ele gosta de fazer, se fala muito ou pouco, se dá liberdade para o companheiro de live se expressar. Se entende e gosta de brincadeiras. Enfim, quanto mais puder saber a respeito da pessoa, melhor.

Entenda o funcionamento

Domine todas as operações elementares para participar da live. Verifique se já segue a pessoa com quem fará a live. Quais os procedimentos para participar da conversa. A maneira correta de posicionar a câmera do smartphone. Se você estiver dirigindo a live, precisa ficar atento para entrar no horário combinado. Como aceitar o pedido para que a outra pessoa participe. Se ela não fizer o pedido para participar, você precisará tomar a iniciativa de fazer o convite.

Durante a live, se os comentários estiverem abertos, procure dar atenção às pessoas que estão entrando e fazendo observações. Se não se sentir confortável para ler os comentários, ou se o número de participantes for muito elevado, será preferível desativá-los. Veja como deverá proceder. Saiba como fixar uma frase importante para que ela permaneça o tempo todo na tela. Aprenda como encerrar a live, como salvá-la, como adicionar um título e como escolher uma boa imagem para a capa. Faça um passo a passo para dar uma olhada de vez em quando.

Se você estiver começando, faça as primeiras lives apenas como convidado. Deixe para convidar quando já estiver bem experiente e se sinta à vontade para conduzir. Se ninguém resolver convidá-lo e você estiver com vontade de participar desse mundo, dê um jeito de se aproximar de alguém que possa fazer o convite. Aí entra a vantagem de um bom network. Você pode não ter esse contato direto, mas talvez conheça alguém que possa ajudá-lo.

As lives, quando bem aproveitadas, se constituem em excelente meio de promoção pessoal e divulgação de serviços e produtos. Algumas chegam a ter centenas, milhares de pessoas assistindo. Depois de o vídeo publicado, esse número é multiplicado. Não seria fácil encontrar plateias tão numerosas dispostas a ouvir o que você tem a dizer. Por isso, é preciso estar muito bem preparado para que o resultado seja sempre positivo.

Esses são os pontos mais elementares. Servirão principalmente para quem estiver começando. Apesar que já vi muita gente com experiência de live, interrompendo de forma abrupta seu interlocutor, usando cenário desleixado, monopolizando a conversa. Enfim, não custa nada analisar se está seguindo esses procedimentos mais simples. Com mais experiência vai aprimorando suas participações. Notará se a luz faz sombras indesejáveis, qual a cor de cenário mais adequada, que tipo de assunto interessa mais às pessoas. E passará a agir como se comporta naturalmente em uma boa conversa com os amigos.

Superdicas da semana

  • Faça um passo a passo para saber como agir nas lives
  • Capriche na iluminação
  • Tome cuidado com o cenário
  • Dê atenção para o som e a qualidade da imagem
  • Converse antes com a pessoa com quem fará a live

Livros de minha autoria que ajudam a refletir sobre esse tema: "29 Minutos para Falar Bem em Público", publicado pela Editora Sextante. "Como falar de improviso e outras técnicas de apresentação", "Oratória para advogados", "Assim é que se Fala", "Conquistar e Influenciar para se Dar Bem com as Pessoas" e "Como Falar Corretamente e sem Inibições", publicados pela Editora Saraiva. "Oratória para líderes religiosos", publicado pela Editora Planeta.

Siga no Instagram: @polito

Siga pelo facebook.com/reinaldopolito

Pergunte para saber mais contatos@polito.com.br

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL