PUBLICIDADE
IPCA
+0,31 Abr.2021
Topo

Carla Araújo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Herdeiro fora de casamento quer impedir entrada de gigante da soja na Bolsa

Soja sendo descarregada em caminhão em Primavera do Leste - Paulo Whitaker
Soja sendo descarregada em caminhão em Primavera do Leste Imagem: Paulo Whitaker
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

26/04/2021 11h41

Um dos herdeiros do fundador da Boa Safra Sementes vai recorrer à Justiça para tentar suspender a Oferta Pública Inicial (IPO) da empresa, que está agendada para essa semana.

Pouco antes de morrer, em 2018, o fundador da empresa Neri Colpo reconheceu que Hostílio Ribeiro dos Santos Neto era seu filho - fora do casamento.

Segundo o escritório Nelson Wilians, que representa Hostílio Neto, há três anos ele tenta negociar com a família o recebimento de seus direitos e por isso decidiu entrar com uma petição para suspender a oferta de ações ainda nesta segunda-feira (26).

Com um faturamento de cerca de 600 milhões em 2020, a Boa Safra atua em 11 estados e é líder na produção de sementes de soja no país. Com a abertura do capital na Bolsa de Valores, a empresa pode valer mais de R$ 1 bilhão.

"Até por razões de transparência ao mercado e compliance, esse fato deveria ter sido comunicado e a questão já devia ter sido resolvida pela outra parte da família", afirma a advogada Lívia Faria, do Nelson Wilians Advogados. "Os direitos de Hostílio não podem ser ignorados", completou.

A empresa fez o pedido de registro de oferta inicial de ações no ano passado junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).