PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Carla Araújo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Bolsonaro cancela participação em evento de retomada dos trabalhos do STF

Bolsonaro discursa em evento em refinaria da Petrobras - Alan Santos
Bolsonaro discursa em evento em refinaria da Petrobras Imagem: Alan Santos
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

31/01/2022 18h14Atualizada em 31/01/2022 18h18

O presidente Jair Bolsonaro não deve mais participar da solenidade de abertura do ano no STF (Supremo Tribunal Federal), marcada para esta terça-feira, dia 1º de fevereiro, às 10 horas.

Inicialmente, havia a previsão de Bolsonaro estar presente na cerimônia que acontecerá de forma virtual, por conta da pandemia.

Apesar disso, na tarde desta segunda-feira (31), integrantes do Palácio do Planalto informaram ao STF que o presidente não pretendia mais participar do evento.

Iminência de crise

Por orientação do ministro da Advocacia-Geral da União, Bruno Bianco, Bolsonaro decidiu faltar, na sexta-feira passada (28), ao depoimento sobre o inquérito que apura o vazamento de informações sigilosas da Policia Federal (PF).

A ordem para Bolsonaro ser ouvido foi do ministro Alexandre de Moraes.

Bolsonaro e Moraes protagonizam uma série de embates e o presidente já chegou a subir o tom dizendo que não respeitaria mais ordens do ministro. Apesar disso, auxiliares do presidente afirmam que o melhor é evitar novos conflitos e deixar a disputa no âmbito jurídico.

Chuvas em SP

Interlocutores do presidente afirmam que a impossibilidade de Bolsonaro comparecer ao evento no STF é por "questões de agenda". O presidente deve sobrevoar áreas atingidas pela chuva em São Paulo.

Alguns ministros da ala política aconselham Bolsonaro a visitar regiões da capital paulista que estão sofrendo com as chuvas dos últimos dias, já que no fim do ano foi criticado pela ausência de apoio pessoal a Bahia e Minas Gerais. Pelo menos 24 pessoas morreram por conta das chuvas em São Paulo.

Anos anteriores

Nos dois primeiros anos de mandato, Bolsonaro não participou da sessão de abertura dos trabalhos do Judiciário e foi representado pelo vice-presidente Hamilton Mourão.

No ano passado, Bolsonaro foi presencialmente ao STF para a solenidade, que aconteceu de forma híbrida, com participantes de forma virtual e presencial.