PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Coluna

Descomplique


Os fundos imobiliários caíram; se comprar agora, você vai ganhar dinheiro?

Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

27/05/2020 04h00

Com a crise do coronavírus, os investimentos sofreram enorme queda. Péssima notícia para alguns investidores, ótima notícia para outros. Os fundos de investimento imobiliário (FIIs) atraíram muita gente no ano passado e agora estão surgindo novamente como nova oportunidade de investimento a longo prazo.

Será que são mesmo uma boa chance de encher o porquinho por um preço baixo? Quais as armadilhas de quem quer investir nos FIIs agora?

Preços em conta

Os FIIs fazem sucesso, são uma forma fácil de investir em imóveis, pois é possível colocar dinheiro em grandes empreendimentos imobiliários e receber renda mensal com eles.

No momento, devido à crise econômica causada pela pandemia, a bolsa de valores está sofrendo muito, o que refletiu nos FIIs. Esses ativos, que estavam bastante valorizados pouco antes do início da crise, hoje estão com preços que há tempos não víamos na bolsa.

Isso traz uma enorme sensação de "oportunidade", o que pode estimular investidores a acreditar em lucro rápido com pouco risco. A verdade é que os riscos são maiores do que parecem atualmente.

No momento não temos como saber o que pode vir a acontecer com os FIIs, pois nunca passamos por uma crise similar a essa e não temos respaldo para fazer análises. O que pode ser feito é analisar de maneira mais fria o que tem ocorrido nesse mercado e assim fazermos escolhas mais conscientes para nossos investimentos.

Incertezas

As lajes corporativas, que são salas de escritórios, estão sofrendo com o home office promovido pelo risco de contágio. Novos inquilinos, que estavam pensando em expandir seus negócios, vão pisar no freio neste momento, os antigos inquilinos tentam negociar os preços dos aluguéis e muitos já rescindiram seus contratos.

Com essa nova dinâmica de trabalho, muitas empresas perceberam que não precisam de tantos funcionários trabalhando fisicamente. O impacto que isso terá nos FIIs ainda é incerto, mas as vantagens já foram percebidas pelas grandes empresas e com certeza teremos mais pessoas trabalhando em casa do que anteriormente.

Novos tempos

Outro tipo de FII muito cobiçado neste momento são os de shopping centers. Os ganhos e o movimento caíram bruscamente com o fechamento desses imóveis. Os shoppings encaram altas taxas de manutenção, o que reflete diretamente nos lojistas. Com o fechamento das lojas a receita vai a zero e quando abrirem novamente terão de negociar essas taxas, juntamente das pendências de aluguéis e manutenções.

O cotista já está sendo afetado por essas mudanças. Diversos FIIs de shoppings não estão pagando renda mensal. É fato que diversas lojas vão fechar e os shoppings terão de fazer diversas concessões para atrair novos lojistas. Isso terá impacto também no rendimento mensal.

Oportunidade

Como todo investimento de renda variável, os FIIs devem ser uma opção somente se você pensa para o longo prazo. Se esse é o seu caso, você já investe nesses ativos e consegue lidar bem com as crises pelas quais todos investidores passam, esse pode ser um ótimo momento para ir às compras nos fundos imobiliários.

É melhor financiar uma casa ou pagar aluguel? Descomplique

UOL Notícias

Descomplique