PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Coluna

Descomplique


Descomplique

É possível investir bem sem precisar entrar na Bolsa?

Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

03/08/2020 04h00

O número de investidores na Bolsa cresce de forma incrível ano após ano. Em 2020 alcançamos mais de 2 milhões de investidores em ações. Muitos desses novos investidores acabam entrando despreparados, acreditando na ilusão de ganhos fáceis e lucros no curto prazo.

Enquanto isso, outras pessoas preferem ficar de fora desse movimento todo por medo da variação desses investimentos e da complexidade deles. Será que é possível montar uma carteira de investimentos lucrativa sem se aventurar na Bolsa?

Não se preocupe

Se esse é o seu caso, de estar estudando e querendo entender bem quais são as melhores escolhas para o seu dinheiro, mas ainda tem muito medo de investir na Bolsa de valores, seja por desconhecimento ou por insegurança, não se preocupe, pois você não precisa investir em ações ou fundos.

Já foi o tempo em que o Brasil era o paraíso da renda fixa, onde os títulos e juros rendiam muito sem qualquer esforço por parte do investidor. A tendência é que os juros continuem baixos e a renda fixa mantenha a rentabilidade menor.

Investimentos de renda fixa

Porém, não é preciso descartar todos os investimentos de renda fixa. Com uma boa diversificação é possível aumentar sua rentabilidade e atingir vários objetivos. Por exemplo, tesouro Selic e CDBs são ativos que encaixam muito bem para metas de curto prazo. Caso deseje investir com foco na sua aposentadoria, o tesouro IPCA pode ser uma boa opção.

Você consegue ter uma carteira bem diversificada apenas com esses ativos, porém é importante saber que seus rendimentos serão mais baixos quando comparados a uma que contém ações. Isso significa que se sua vontade é se aposentar com seus investimentos, deverá fazer um esforço maior durante o tempo para aportar mais dinheiro.

Além disso, se deseja maior rentabilidade é necessário buscar investimentos em renda fixa emitidos por instituições privadas. Se esse for o caso, é importante conhecer os riscos e os mecanismos de segurança por trás desses ativos.

Renda variável

A renda variável traz maior risco a sua carteira, mas remunera isso com maior rentabilidade. É compreensível que para quem está começando esses riscos da Bolsa são muito maiores do que a pessoa pode aguentar, mas não se preocupe e não tenha pressa para investir só para se sentir mais enturmado.

Investir em ações sem o conhecimento necessário vai fazer você perder dinheiro, e o pior, o trauma causado por essas perdas pode ser tão grande que é capaz de afastar qualquer pessoa dos investimentos para sempre.

Tome seu tempo, faça seus estudos, dedique-se a entender bem os investimentos em que deseja colocar o seu dinheiro e entenda: o dinheiro é seu e a tranquilidade em saber o que está fazendo é sua.

Descomplique: Como economizar na conta de luz sem muitos esforços

UOL Notícias

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Descomplique