PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Coluna

Descomplique


Descomplique

Leis do dinheiro que me ajudaram a prosperar financeiramente

Getty Images
Imagem: Getty Images
Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

20/08/2020 04h00

Sem dúvida, um dos segredos que me fizeram ter sucesso em minhas finanças e meus investimentos foi ter criado valores que sigo diariamente para tomar decisões em relação ao meu dinheiro. É o que chamo de "leis do dinheiro", que deixam muito mais claros meus objetivos e sentimentos em relação a isso.

Elas são extremamente fáceis de serem seguidas e evitam decisões ruins que você também pode tomar com suas finanças, sem perceber. Essas leis são extremamente práticas e você pode colocá-las em ação hoje mesmo para ter mais resultados com sua grana e investimentos.

Dinheiro não deve ser problema

Saúde, trabalho, relacionamentos. Tudo isso pode gerar problemas em sua vida, mas uma coisa é certa: dinheiro nunca deve ser a causa desses problemas, mas sim um jeito de resolvê-los ou amenizá-los. Crie uma reserva de emergência, planeje suas finanças para evitar as dívidas e fuja de esquemas que prometem ganho rápido de dinheiro.

É claro que atingir esse patamar com seu dinheiro nem sempre é fácil ou acontece de maneira imediata. Comece hoje a cuidar da sua grana para colher essa tranquilidade no futuro próximo.

Nunca empreste dinheiro

A chance de você perder o dinheiro emprestado e a amizade de quem emprestou é enorme. Se alguém pede e precisa mesmo dessa grana, dê o valor ao invés de emprestar. Contribua com o que você pode e não espere nada de volta.

Se o dinheiro voltar, ótimo. Caso contrário, não tem problema, pois você já esperava por isso. Aprenda a dizer não caso não tenha condições de ajudar. Fazendo isso você evita piorar sua situação financeira porque resolveu ajudar o outro.

Não menospreze pequenas atitudes

São as pequenas atitudes que você tem em relação a você mesmo e ao seu dinheiro que fazem a diferença no longo prazo. Estudar um pouco todos os dias, se esforçar um pouco mais no trabalho, criar um hábito saudável. É isso que você faz todos os dias, constantemente, que vai lhe trazer resultado no futuro. Não menospreze os pequenos esforços diários.

Crie metas de curto, médio e longo prazo. Por exemplo: todos os dias vou ler 15 páginas de um livro, no final do ano quero estar livre das dívidas e em 5 anos quero ter minha casa própria. Isso vai estimular você a manter-se no foco e atingir bons resultados ao longo do tempo.

Sempre busque formas de ganhar mais

Aprenda a enxergar oportunidades de ganhar mais dinheiro, tanto no seu trabalho como fora dele. No início isso pode parecer complicado, mas a partir do momento em que alcançar o primeiro resultado, vai ficar muito mais fácil encontrar os próximos passos.

Procure cursos para se destacar da sua concorrência, seja proativo no seu trabalho e crie diferenciais para o seu negócio. Não fique parado, pois na velocidade em que as mudanças ocorrem hoje é muito fácil ficar para trás nas inovações e perder suas vantagens em relação ao mercado.

Vale a pena criar suas leis do dinheiro usando como base seus valores emocionais. Cada um tem visões diferentes de mundo e é importante que você tenha um guia para evitar decisões que possam prejudicar aquilo que acredita ser melhor para seu dinheiro.

Descomplique: cabeça de empresário é segredo do sucesso de KondZilla

MOV Vídeos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Descomplique