PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Descomplique

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Não critique preço do trabalho dos outros; compra quem quer, paga quem pode

Getty Images
Imagem: Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes
Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

30/06/2021 04h00

Há alguns dias saiu em algumas redes sociais uma influenciadora digital que, em viagem para os Estados Unidos, reclamou do preço que as diaristas de lá cobram para limpar a casa e que não lavam, passam, dobram nem cozinham. A pessoa estava reclamando que para cada serviço desses são adicionados US$ 25 no total e as diaristas ficam apenas metade do dia trabalhando.

Não vou entrar no mérito de falar sobre o serviço ou valor cobrado por esses profissionais de limpeza. Minha conversa aqui é um pouco diferente. Eu não coloco valor no serviço dos outros. Não saio por aí dizendo o que vale ou não vale a quantia cobrada. É claro que várias vezes acho valores caros e não compro, mas nem por isso me sinto no direito de sair por aí ridicularizando ou exigindo explicações.

O sonho da hidromassagem

Eu adquiri uma casa recentemente, mais precisamente a casa da minha avó que faleceu ano passado. Ela precisa de reformas, muitas, e começamos a obra esta semana. Uma das coisas que eu queria muito na minha casa é um spa, aqueles que cabem quase uma família dentro, cheio de jatos de massagem e luzes coloridas.

Encontrei um spa que tem tudo a ver comigo. Era integrado com uma piscina pequena que produz ondas artificiais, sem parar, e foi desenvolvido para praticantes de natação, pois não exige muito espaço e você pode treinar na sua própria casa sem ter que ir para uma academia. Fiquei encantada com a ideia e corri para pedir um orçamento. Uau! Existem tamanhos distintos! Um mais incrível que o outro e, claro, o maior, é a coisa mais espetacular que já vi em hidromassagem e piscinas.

Caindo na realidade

Sinto que a coisa vai ficar mais cara do que o esperado quando, depois de mais de 20 minutos de conversa, uns 10 áudios longos contando a história da marca e da família que desenvolveu os produtos, eu já sabia de todos os materiais e as especificações do spa, mas o principal ainda não tinha: o orçamento.

Até que recebi o orçamento. Eu esperava algo caro, claro! Não fui ingênua de achar que seria barato tudo aquilo, mas realmente fiquei sem palavras. As hidromassagens estavam com o preço variando de R$ 175.000 a R$ 320.000. Na hora me veio à cabeça: "Será que a pessoa entendeu que era o valor apenas da banheira ou achou que era o da obra toda?"

Passados alguns minutos e várias risadas depois, eu simplesmente falei: "Com certeza eles têm algum motivo para terem esse valor nos produtos e com certeza há muitas pessoas que compram. Infelizmente, ficarei sem nadar em casa".

Não coloque valor no trabalho dos outros

Eu sempre penso da seguinte maneira: se eu sei fazer algo e não vai me tomar muito tempo, não vai me tirar de outra atividade mais importante que deveria exercer naquele momento, então eu mesma farei e não pagarei. Agora, se não é minha especialidade, não ficará tão bem feito e me ocupará muito tempo, então pago a um profissional que com certeza saberá desenvolver muito melhor do que eu aquela atividade.

É claro que existem profissionais que cobram mais caro do que outros, mas a nossa função não é sair por aí dando pitacos e reclamando do preço. Nós não sabemos pelo que aquele profissional já passou para chegar aonde está, não sabemos a formação dele nem sua experiência no mercado. Eu não deixo que ninguém me diga o quanto meu trabalho vale e aposto que você também não gostaria que fizessem o mesmo com você. Compra quem quer, paga quem pode e reclama quem não tem juízo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL