PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Econoweek

Boulos ou Covas? Já sabe em quem votar para prefeito de São Paulo?

César Esperandio

César Esperandio

César Esperandio é economista com ênfase em planejamento financeiro, com larga experiência no mercado financeiro. Já atuou em setores macroeconômicos de bancos e consultorias, além de ter passado por empresa de pesquisas de mercado. Hoje se dedica exclusivamente ao Econoweek, com foco em investimentos.

25/11/2020 04h00

O segundo turno das eleições que decidirão o próximo prefeito de cada cidade ocorrerá nesse domingo, 29 de novembro.

Depois de tantas opções, boas ou ruins, agora, o funil deixou que apenas os mais votados possam competir pelo posto, restando muito menos candidatos para brigar pelo seu voto, bem como poderão apresentar com mais clareza suas propostas (e apontar o dedo para os erros do adversário).

Para te ajudar nessa decisão, ao menos para a cidade de São Paulo, o Econoweek vai resumir o que esperar dos dois candidatos à prefeitura da maior cidade do Brasil.

Além disso, para fugir apenas das letras, no vídeo acima, o deputado estadual Arthur do Val (que concorreu à Prefeitura, mas não chegou ao segundo turno), mais conhecido como Mamãe Falei na internet, teve uma conversa descontraída com os economistas César Esperandio e Yolanda Fordelone para tentar entender o que esperar de 2021 no caso da vitória de Guilherme Boulos ou de Bruno Covas como prefeito de São Paulo.

E os #Econoweekers que já seguem a gente no YouTube puderam fazer perguntas ao vivo.

O que esperar de Boulos?

Apesar de Guilherme Boulos ter viralizado em grupos de WhatsApp quando falou sobre como consertar o déficit da previdência da cidade, contratando mais servidores públicos, seus planos vão muito além desse.

A equipe do UOL levantou suas principais propostas, que também podem ser encontradas no documento com 62 páginas, dividido em 24 temas, indo da assistência social à zeladoria urbana.

Dentre diversos planos, há uma ideia de limitar a cobrança que os aplicativos de entregas e transporte de passageiros fazem de seus motoristas.

Outra sugestão seria aumentar os impostos para os mais ricos, como elevar a cobrança do IPTU sobre mansões e até aumentar a cobrança de ISS para instituições financeiras e administradoras de cartão de 2% para 5%, segundo a reportagem do UOL. Muito embora, em dissonância com o documento da campanha, o candidato afirma que não elevará nenhum imposto que não o ISS, sem tocar no IPTU, seja dos mais pobres ou dos mais ricos.

Outra proposta polêmica de Boulos é de tornar o transporte público gratuito para os paulistanos, começando por estudantes e desempregados, mesmo sem tornar muito clara a viabilidade financeira dessa ideia.

Você acha que essas propostas, caso colocadas em prática, poderiam ter impacto no preço das passagens de quem não gozar da gratuidade ou mesmo no preço de corrida de aplicativos? Comente.

Como esses documentos muitas vezes estão distantes do que o candidato costuma colocar em prática quando eleito, a conversa que tivemos com Arthur do Val no vídeo acima foi justamente para tentar elucidar o caminho até 2021. Vale a pena assistir.

O que esperar de Covas?

Já o documento de programa de governo do candidato à reeleição à prefeitura de São Paulo, Bruno Covas, tem 46 páginas.

Dentre as principais propostas sugeridas por Covas, levantadas pela equipe UOL, há a ideia de criar transporte sobre águas para desafogar o trânsito de São Paulo. Embora não haja muito mais detalhes, a sugestão seria de criar inicialmente transporte sobre barcos na represa Billings para ir de uma margem à outra, com possibilidade de pagamento com o Bilhete Único.

Outra proposta seria o lançamento de "áreas 24 horas" na cidade para aquecer a economia e desenvolver mais cultura noturna nas regiões da cidade, embora também não informe quais lugares receberiam esse tratamento.

Qual é sua opinião sobre isso? Acha que o transporte sobre águas seria uma boa ideia para São Paulo? E já imaginou o centro de São Paulo, como toda a insegurança característica, funcionando sem dormir? Deixe seu comentário.

Mais uma vez, esse tipo de documento é impreciso tanto nos planos de execução como no detalhamento do orçamento para comportar tantos projetos. Por isso, o diálogo com o Mamãe Falei no vídeo acima teve a intenção de esclarecer esses pontos.

Já decidiu o seu voto?

Se tiver mais algum comentário, dúvida ou sugestão, você também pode falar diretamente com a gente pelo nosso canal do YouTube e Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.