PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Econoweek

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

13º salário: em quanto tempo o dinheiro investido dobra?

Conteúdo exclusivo para assinantes
Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone é economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

30/11/2021 04h00

Se você é assalariado, chegou a época de ter uma renda extra. Estou falando do pagamento do 13º salário. Mas se não é talvez também esteja contando com uma renda maior: no fim do ano há bonificação, aumento de vendas, entre outras situações.

Entre os que poupam, sempre surge a dúvida: vale a pena investir? Para convencer você de que sim, a coluna fez a conta de quanto tempo seu dinheiro levaria para dobrar de valor. No vídeo abaixo, mostramos o cálculo na planilha.


Onde investir?

Não podemos indicar investimentos, mas uma coisa é certa: em geral, aplicações menos arriscadas são boas opções para quem está começando. Nessa lista entram poupança, CDBs (Certificados de Depósito Bancário), LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) e Tesouro Direto. Consideramos todos eles no cálculo.

No caso da poupança, sempre vale lembrar que por conta do patamar atual de juros a caderneta tem rendido 70% da Selic, já que está abaixo de 8,5% ao ano. Se na reunião de 8 de dezembro o juro subir para um patamar acima desse, algo esperado por analistas, a regra de rendimento da poupança muda (passa a render 0,5% ao mês mais taxa referencial).

Na poupança, o dinheiro dobraria de valor em 15 anos. Na LCI e no Tesouro Selic, ambos investimentos pós-fixados, dobraria e 10 anos. No CDB pós-fixado, caso optasse por um que paga 140% do CDI, o valor dobraria em 9 anos.

No Tesouro Prefixado, atualmente com juros acima de 11% ao ano, o dinheiro dobraria em oito anos. Mas a opções mais rentável no dia de escrita dessa coluna estava em quase 14% ao ano. Com essa taxa, o valor dobraria em sete anos.

No vídeo, além de explicar a conta, disponibilizamos uma planilha para você fazer a conta com as taxas disponíveis na sua corretora.

Vai investir o dinheiro do 13º salário? Comenta aqui embaixo ou nas redes sociais do Econoweek (Instagram ou YouTube).

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL