PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Econoweek

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Agendar investimento no Tesouro Direto: pegadinha ou oportunidade?

Conteúdo exclusivo para assinantes
Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone é economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

30/12/2021 04h00

Melhor do que investir uma bolada de uma vez só é você mudar seus hábitos, guardar dinheiro todo mês e investir em algo que seja rentável. Se o investimento escolhido for o Tesouro Direto, melhor ainda: a plataforma possui uma ferramenta que permite você já deixar agendado um investimento mensal.

No vídeo abaixo mostramos como funciona.

Se você não investe todo mês, qual é o motivo: falta de tempo, esquecimento ou não sobra dinheiro?

O fato é que se for por se esquecer isso tem solução. Hoje em dia, é possível automatizar as aplicações. Sabe quando colocamos uma conta em débito automático? É bem parecido, só que ao invés de estar vendo seu dinheiro ir embora, verá ele se multiplicar, já que está direcionando para um investimento.

Mas será que é bom programar investimentos? A resposta é: depende.

Investir de maneira automática é interessante porque você não vai se esquecer e vai guardar dinheiro sempre.

Também é legal porque você coloca o investimento como uma prioridade, uma conta mesmo. Assim não há a desculpa de não sobrar dinheiro.

Se há certa dificuldade para guardar dinheiro, pode ser uma boa maneira de começar a tentar.

Por outro lado, ao investir automaticamente sempre vai aplicar no mesmo tipo de título público. Se escolher um prefixado, por exemplo, sempre será naquele prefixado. A depender do momento de mercado, pode ser que outro título esteja mais interessante.

Outro ponto de atenção é a diversificação da carteira. Uma vez que aplicar no mesmo investimento, ela ficará concentrada. O ideal é fazer um esforço para de tempos em tempos alocar recursos em outras aplicações.

Vou dar um exemplo para ficar mais claro. Vamos supor que você quer formar uma reserva de emergência. Assim, pode programar na plataforma um investimento mensal de R$ 100 no Tesouro Selic, mas também fazer um esforço extra de colocar mais R$ 50 em outro título, como o Tesouro IPCA.

E se eu me arrepender?

A própria plataforma do Tesouro Direto permite que o agendamento seja cancelado. Assim, se quiser mudar o valor ou o título, basta cancelar e fazer um novo agendamento.

Importante lembrar que ao agendar investimentos vai garantir um mesmo título todo mês, mas não com a mesma rentabilidade pois ela muda diariamente.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL