PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Ao vivo: Veja o que afeta o mercado hoje e tire dúvidas sobre investimentos

Research do PagBank

01/07/2022 09h15

Assista ao vivo aos destaques dos mercados hoje, com análises dos especialistas de Research do PagBank, e se prepare para investir melhor.

Acompanhe o programa diariamente, de segunda a sexta-feira, às 9h30, e fique bem informado sobre todas as notícias e mudanças que impactam os mercados.

Aproveite também para tirar suas dúvidas sobre investimentos.

O programa é apresentado por Marcio Loréga, gerente de Research e Economia, e Rodrigo Paz, analista gráfico sênior, ambos do PagBank.

Conheça a página de Investimentos do UOL, onde você tem orientações sobre como investir melhor para conquistar um sonho e garantir seu futuro.

Tem dúvidas? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Os destaques do dia são:

-Bolsas Globais iniciam essa sexta-feira (1º) em baixa com o mercado acompanhando a inflação na zona do euro e índices de atividade em vários países da Europa e nos Estados Unidos. O risco de uma recessão global é iminente, o que coloca os investidores na defensiva nesse primeiro dia do novo mês.

-Hoje os investidores também estarão atentos a mais dados econômicos dos EUA, com o índice de fabricação ISM que indica a situação da atividade econômica atual dos Estados Unidos e os números de gastos com construção programados para serem divulgados às 11h (horário de Brasília).

-Por aqui, o cenário eleitoral tende a elevar a volatilidade dos negócios. Ontem, o Senado aprovou a PEC dos Auxílios, com custo estimado de R$ 41,25 bilhões fora do teto de gastos, e um estado de emergência que blinda o governo das contestações quanto ao descumprimento a lei eleitoral. A PEC segue agora para a Câmara, após a inclusão de duas novas medidas: um auxílio de R$ 200 por mês aos taxistas, com custo estimado de R$ 2 bilhões, e a destinação de R$ 500 milhões ao programa Alimenta Brasil.