IPCA
0,26 Set.2023
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Ibovespa hoje: Inflação no Brasil e juros nos EUA movimentam o dia

Roberto Gardinalli/Futura Press/Estadão Conteúdo
Imagem: Roberto Gardinalli/Futura Press/Estadão Conteúdo

11/05/2023 09h01

Esta é a versão online da newsletter Por Dentro da Bolsa enviada hoje (11). Quer receber antes o boletim e diretamente no seu email? Clique aqui. Os assinantes UOL ainda podem receber dez newsletters exclusivas toda semana.

Os investidores estão na expectativa pelo IPCA de abril, que será divulgado nesta sexta-feira (12). A projeção é de alta de 0,55%, que seria uma elevação menor que a do mês anterior, trazendo o acumulado em 12 meses mais para dentro do teto da meta, de 4,5%.

Os índices futuros dos EUA iniciam a sessão em leve alta. A expectativa é de pausa na elevação de juros pelo Fed, o banco central norte-americano.

Nesta quarta (10), saíram os dados de inflação ao consumidor nos EUA (CPI) referentes a abril. O indicador ficou em 0,4% na comparação mensal, em linha com estimativa mostrando uma desaceleração, o que fez o mercado consolidar aposta pela manutenção dos juros na próxima reunião do Fed, agendada para junho.

Na Ásia, os mercados fecharam com leves quedas. Dados chineses mostraram deflação nos preços ao produtor e que o crédito desacelerou.

Do lado das commodities, o petróleo sobe nesta manhã. O minério de ferro, por sua vez, recuava em Singapura, por causa dos dados negativos da China.

Empresas

Petrobras (PETR3; PETR4): divulga hoje, após o fechamento do mercado, seu balanço do 1º trimestre de 2023. Ontem, circularam notícias de que a companhia vai anunciar uma redução de até R$ 0,30 no litro da gasolina, nas refinarias. Por meio de nota, a empresa não negou o rumor e disse apenas que "ratifica seu compromisso com a prática de preços competitivos".

**********

Veja como foi o fechamento de dólar, euro e Bolsa na quarta (10):

Dólar: -0,75%, R$ 4,95
Euro: -0,59%, R$ 5,436
B3 (Ibovespa): +0,31%, 107.448,21 pontos

**********
NA NEWSLETTER UOL INVESTIMENTOS

A newsletter UOL Investimentos mostra quando você conseguiria se aposentar e viver de renda se investisse R$ 1.500 por mês. Entenda os cálculos e veja recomendações de especialistas. Para se cadastrar e receber a newsletter semanal, clique aqui.

Queremos ouvir você

Tem alguma dúvida ou sugestão sobre investimentos? Mande sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Mais dicas de investimentos

Quanto rendem na poupança os R$ 45 milhões do prêmio da Mega-Sena? Leia mais

O que são FIIs e como posso ter renda passiva com esse investimento. Leia mais

Governo vai cobrar IR de quem investe lá fora; veja novas regras. Leia mais

Como funcionam as contas PagBank, Nuconta e Mercado Pago? Quanto rendem? Leia mais

UOL Investimentos

Quanto posso ter de renda ao me aposentar se investir R$ 500 todo mês. Leia mais

Veja como ganhar R$ 5.000 por mês com ações e fundos imobiliários. Leia mais

As opiniões emitidas neste texto são de responsabilidade exclusiva da equipe de Research do PagBank e elaboradas por analistas certificados. O PagBank PagSeguro e a Redação do UOL não têm nenhuma responsabilidade por tais opiniões. A única intenção é fornecer informações sobre o mercado e produtos financeiros, baseadas em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representam nenhum compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do UOL. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados não expressam a opinião do UOL, nem de quaisquer empresas de seu grupo, não se responsabilizando o UOL pela sua veracidade ou exatidão. Os produtos de investimentos mencionados neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão preencher o questionário de suitability para a identificação do seu perfil de investidor e da compatibilidade do produto de investimento escolhido. As informações aqui veiculadas não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor, sendo recomendável que este busque orientação independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do UOL.