PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Coluna

Tudo Golpe


Criminosos usam fotos de redes sociais para aplicar golpes no WhatsApp

App Facebook e WhatsApp - Robert Cheaib por Pixabay
App Facebook e WhatsApp Imagem: Robert Cheaib por Pixabay
Flávio Tasinaffo

A coluna Tudo Golpe é a extensão de um projeto criado por Flávio Tasinaffo com o objetivo de alertar e ajudar as pessoas a não caírem em golpes rotineiros. Siga também em facebook.com/tudogolpe e no Instagram @portaltudogolpe

02/06/2020 05h00

Uma seguidora do Tudo Golpe no Facebook me procurou para denunciar um novo golpe, aplicado via WhatsApp.

Por este aplicativo, ela recebeu uma mensagem de alguém que dizia ser sua tia, avisando que seu telefone havia mudado. Aquele, agora, era o seu novo número. A novidade nesta falcatrua é que a foto no perfil da pessoa com quem nossa seguidora interagia realmente era da tia dela. Algum palpite de como os criminosos conseguiram se apropriar desta imagem? Explicarei logo mais.

Nossa seguidora, no início, acreditou. Ela e a "tia" conversaram algumas amenidades até que uma atitude lhe causou estranheza. A "tia" lhe pediu um empréstimo de R$1. 900. Ela, logo, percebeu a fraude e encerrou a conversa.

Lamentavelmente, um amigo pessoal não teve a mesma sorte e caiu neste golpe. Ele vive no exterior e, no dia 22 de maio, recebeu mensagem que seria de um tio querido. Conversa vai, conversa vem e o prejuízo foi de R$ 15 mil.

"Infelizmente, eu estava em um momento de lançamento de produtos na empresa, por causa da pandemia, uma loucura total e não tive condições de perceber o golpe. Era a foto dele e era um tio muito querido que cuidava do meu avô no Brasil".

Dois relatos do mesmo golpe em poucos dias. Certamente, muitas outras vítimas estão sendo abordadas neste momento. Os criminosos não precisam mais clonar seu celular. Basta buscar por fotos e referências (comentários, marcações, graus de parentesco) que estão expostas em suas redes sociais.

Caro leitor, se alguém mal-intencionado acessar, agora, os perfis que você mantém em redes sociais, você consegue imaginar quantas informações conseguirá obter e quais pessoas do seu relacionamento poderá enganar?

Não estou sugerindo que você exclua todas as suas redes. Mas que avalie se ainda vale a pena competir por número de "amigos" ou se não é o momento em repensar o que você classifica como público e privado.

O Tilt, canal de tecnologia do UOL, já publicou dicas para deixar sua página no Facebook mais segura.

O próprio Facebook, em sua central de ajuda, apresenta dicas de segurança.

Mas o meu objetivo com este texto é alertar:

  1. Um amigo ou parente lhe pediria dinheiro emprestado pelo WhatsApp? Ainda que o fizesse, você não cogitaria ligar e certificar-se de que a informação é verdadeira? Então, em uma situação como esta, não tome nenhuma decisão precipitada, não transfira o seu dinheiro e não caia em um golpe.
  2. Preserve seus dados pessoais, informações e fotos com parentes e amigos. Avalie se há a necessidade e o que deve ficar público porque esta exposição é a fonte de alimentação dos golpistas.

Caro leitor, vivemos mais uma semana trágica em que o Brasil se tornou o quarto país no mundo com mais registros de morte pela Covid-19. Use máscara, mantenha distanciamento social e evite, se possível, sair de casa.

Também não poderia deixar de expressar minha indignação com as circunstâncias da morte de George Floyd. I can't breathe.