PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Coluna

Tudo Golpe


Site 123importados.com processa Tudo Golpe e perde na justiça

Igor Ravagnoli/Tudo Golpe
Imagem: Igor Ravagnoli/Tudo Golpe
Flávio Tasinaffo

A coluna Tudo Golpe é a extensão de um projeto criado por Flávio Tasinaffo com o objetivo de alertar e ajudar as pessoas a não caírem em golpes rotineiros. Siga também em facebook.com/tudogolpe e no Instagram @portaltudogolpe

09/06/2020 05h00

No dia 03 de março, esta coluna foi a primeira a apresentar as evidências de fraude nas operações da empresa que administra o site 123importados.com.

Causaram-nos estranheza, os preços muito abaixo do mercado, os prazos de entrega elevados e o fato de receberem apenas por boleto bancário, o método preferido pelos golpistas.

Depois de uma análise mais minuciosa, vieram outros questionamentos: como uma companhia desta natureza, capaz de anunciar em diversos e relevantes veículos de mídia digital e televisiva, poderia ter um capital social de apenas R$1 mil e um proprietário condenado e preso por tráfico de drogas? Qual a explicação para dados divergentes na Receita Federal e por que, ao visitarmos a sede da empresa na avenida Faria Lima, encontramos apenas um coworking onde absolutamente ninguém conhecia a 123importados? Clique aqui para ler a matéria.

A empresa Online Intermediações Ltda, que é responsável pelo site 123importados.com, processou a coluna, exigindo direito de resposta (processo 1027686-43.2020.8.26.0100 do TJSP - Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo).

Os pedidos foram rejeitados pois a juíza, Drª. Claudia Carneiro Calbucci Renaux, concluiu que a afirmação de que a 123importados.com opera com indícios de fraude "não se mostra descontextualizada, visto que são inúmeras as reclamações de consumidores em relação à empresa autora". A defesa foi feita pela advogada Drª. Fernanda Tasinaffo e ainda cabe recurso.

A ação foi julgada improcedente e a Online Intermediações Ltda. ainda foi condenada ao pagamento das custas judiciais e dos honorários advocatícios, fixados em R$ 2 mil. O Tudo Golpe não tem nenhuma intenção de obter vantagem financeira e assumo, desde já, o compromisso de, se e quando recebermos este dinheiro, doá-lo integralmente para a AACD - Associação de Assistência à Criança Deficiente.

Depois desta matéria, as evidências de fraude da 123importados.com foram percebidas e divulgadas por outros importantes veículos de comunicação. O Canal Compra Segura, habituado a denunciar golpes, publicou seu primeiro vídeo acerca desta empresa no dia 23 de março e a série de postagens obteve mais de meio milhão de visualizações. Conversamos com o responsável pelo Compra Segura. Ele já denunciou outras empresas, diz já ter sofrido uma enxurrada de ameaças de morte e de processos por conta do trabalho que realiza, mas segue motivado pela oportunidade de ajudar as pessoas. "No passado, eu denunciei uma empresa que deixou um rombo de mais de R$ 5 milhões aos seus consumidores e, de repente, me vi envolvido em uma ação judicial. Mas o juiz decidiu que eu não havia cometido dano moral e sequer fui incluído no processo. Sinto que estes sites processam apenas para intimidação".

No dia 07 de abril, um dos sites mais acessados e relevantes do país se posicionou. A jornalista Ana Paula Cardoso publicou texto com a manchete "Consumidores denunciam no Reclame AQUI suspeita de fraude na 123importados.com". Nesta reportagem, há um vídeo com o presidente e fundador do Reclame aqui, Maurício Vargas, em que ele, com coragem e prestando importante serviço à população, crava que se trata de um golpe e pede: "Gente, não caiam nisso". E termina dizendo: "E se quiserem me processar, que me processem". No dia 17 de abril, em outra publicação, com o título "Grandes marcas denunciam atividades da 123importados.com", Vargas apresentou os desdobramentos da matéria anterior e a reação de algumas empresas negando parceria com a 123.

Rogério Betin tem um canal no YouTube, com mais de 650 mil inscritos, que tem o objetivo de combater golpes e fraudes no Brasil e ajudar o maior número possível de pessoas para que não sejam enganadas. Em 18 de Abril, ele começou a publicar vídeos sobre a 123importados, sempre de maneira muito didática, como quando entrou em contato com a central de atendimento da empresa e deixou o atendente desconcertado. Sua série de publicações sobre a Online Intermediações Ltda. já lhe rendeu quase 1,5 milhão de visualizações e, em sua postagem mais recente, ele considerou este o maior golpe da história do Brasil na Internet.

Em maio, o deputado federal e jornalista Celso Russomanno, junto com o Procon-SP e em reportagem da patrulha do consumidor para a Rede Record de Televisão, entrou na investigação elevando ainda mais a capacidade de alcance da informação. Russomanno, em suas coberturas, tem afirmado ser difícil entender qual é a mágica de vender um produto pela metade do preço pelo qual foi comprado, teve acesso à notas fiscais emitidas de forma irregular, o que caracteriza crime de ordem tributária, e visitou dois endereços divulgados pela 123importados que, aliás, já trocou de endereço três vezes nos últimos três meses. Em uma das reportagens, que podem ser visualizadas no canal do Celso Russomanno, ele diz que, como deputado, tem a obrigação de tomar providências e proteger a coletividade dos consumidores.

O Tudo Golpe espera que a verdade prevaleça, principalmente neste momento de pandemia do coronavírus em que os crimes cibernéticos têm aumentado significativamente. Ao nosso leitor, eu peço: pesquise, avalie os riscos, proteja seu dinheiro e compartilhe esta preocupação com seus amigos e familiares para que os processos de compra pela internet tornem-se cada vez mais seguros.