IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Conteúdo de Marca


Conteúdo de Marca

Trabalho sob o sol: 4 cuidados para evitar danos à saúde

UOL Content_Lab para BB SEGUROS

09/12/2019 15h46

O trabalhador rural realiza a maior parte de sua jornada ao ar livre, com longas horas de exposição ao sol. A exposição solar sem proteção é um dos principais fatores de risco para o câncer de pele, que pode se manifestar como uma pinta ou mancha, geralmente acastanhada ou enegrecida; como uma pequena elevação ou nódulo avermelhado na pele; ou como uma ferida que não cicatriza.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), quase quatro mil brasileiros morreram de câncer de pele em 2016. Os raios ultravioleta (UV) do sol que penetram na pele têm efeito cumulativo, mas nunca é tarde para começar a se prevenir.

Conheça os quatro principais métodos de proteção:

1. Protetor solar

O protetor solar é o principal meio de proteção contra os raios ultravioleta (UV) emitidos pelo sol e é distribuído pelo SUS (Sistema Único de Saúde) ao trabalhador rural. O fator de proteção pode variar de 30 a 60, dependendo do tempo e do horário de exposição. O filtro solar deve ser usado em todas as áreas de pele que ficam expostas ao sol. Entre as que mais ficam expostas estão: rosto, couro cabeludo, orelhas, nuca, lábios, região do decote e dorso das mãos.

Qualquer marca é válida. O ideal é passar o produto 30 minutos antes da exposição solar e reaplicá-lo a cada duas horas, no máximo três horas. O suor exagerado diminui a eficácia do filtro. Nesses casos, é preciso aplicações mais frequentes. Para o couro cabeludo, é aconselhado o uso de filtro em spray, porque penetra melhor entre os fios.

2. Roupas adequadas

Para se proteger dos efeitos nocivos dos raios UV, além do protetor solar, o trabalhador que fica exposto ao sol precisa usar roupa adequada, como blusas de manga longa, calça comprida e boné ou chapéu com aba bem larga.

Assim como o protetor solar, essa vestimenta deve ser fornecida pelo empregador, segundo a Norma Regulamentadora (NR) 31, que tem objetivo garantir melhores condições de trabalho, da boa higiene e do conforto dos trabalhadores rurais.

3. Hidratação

O trabalho sob o sol exige cuidado especial com a hidratação. Em um dia normal, eliminamos em média 2,5 litros de água através da urina, das fezes e da transpiração. Nos dias mais quentes, como transpiramos mais, essa perda pode chegar a 3,5 litros.

Para evitar a desidratação, nos dias de calor, o trabalhador rural deve beber água a cada hora, e não apenas quando sente sede. Outra dica para se manter hidratado é dar preferência a alimentos com alto conteúdo de água, como abacaxi, melancia, tomate, pepino e brócolis.

4. Fazer intervalos

Pausas periódicas também devem ser feitas para garantir a integridade do trabalhador exposto ao sol. O produtor rural que realiza trabalho pesado tem direito a intervalos de 30 minutos a cada meia hora de serviço quando as temperaturas ultrapassarem os 26º C. Essas pausas integram a jornada do trabalhador do campo e estão previstas em normas do Ministério do Trabalho.

Este conteúdo é uma produção do UOL Content_Lab para BB SEGUROS e não faz parte do conteúdo jornalístico do UOL