Bolsas

Câmbio

Dólar sobe pelo 3º dia e fecha a R$ 3,392; na semana, acumula alta de 5%

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial fechou esta sexta-feira (11) em alta de 0,92%, cotado a R$ 3,392 na venda. É o terceiro avanço consecutivo da moeda norte-americana, que havia saltado 4,73% na véspera, a maior alta diária desde 22 de outubro de 2008. 

Esse é também o maior valor de fechamento do dólar desde 27 de junho, quando terminou o dia valendo R$ 3,395.

Com isso, o dólar encerra a semana com valorização de 4,99%; no mês, acumula alta de 6,34%. No ano, porém, a moeda tem queda acumulada de 14,08%.

A sessão desta sexta-feira foi marcada pela cautela de investidores por conta da vitória de Donald Trump nos Estados Unidos e pela atuação do Banco Central no mercado. 

Eleições nos EUA

Investidores continuavam preocupados com eleição de Donald Trump como novo Presidente dos Estados Unidos, diante de suas posições mais radicais e imprevisibilidade.

A preocupação é de que sua política econômica acelere a inflação, o que obrigaria o Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) a elevar os juros no país. Juros mais altos nos EUA podem para atrair para lá recursos aplicados em outros mercados onde as taxas são maiores, como o brasileiro.

Atuações do BC

No Brasil, o Banco Central voltou a atuar no mercado de câmbio com a oferta de swaps cambiais tradicionais (equivalentes à venda futura de dólares). Há sete meses o BC não utilizava esta ferramenta para intervir no mercado.

Pela manhã, todos os 15 mil contratos ofertados foram vendidos.

Diante da alta do dólar, que chegou a subir mais de 4% e encostar em R$ 3,50 durante a sessão, o BC anunciou mais dois leilões de swaps tradicionais para esta tarde. Ao todo, foram vendidos 19.050 dos 21 mil contratos ofertados.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos