Dólar sobe no dia, a R$ 3,151, mas fecha mês com queda acumulada de 3%

Do UOL, em São Paulo

O dólar comercial fechou esta terça-feira (31) em alta de 0,75%, cotado a R$ 3,151 na venda, após duas baixas seguidas. Na véspera, a moeda norte-americana havia caído 0,77% e atingido o menor valor desde 25 de outubro, quando terminou o dia valendo R$ 3,107.

Apesar de subir no dia, o dólar termina janeiro com desvalorização acumulada de 3,04%. Essa é a maior queda para o mês em cinco anos. Em janeiro de 2012, a moeda teve baixa de 6,5%.

Atuação do BC

O dólar começou em dia em queda, mas mudou de sentido e passou a subir no início da tarde. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, sinalizou hoje que pode rolar apenas parcialmente, ou simplesmente não rolar, os contratos de swap cambial (equivalentes à venda de dólar no mercado futuro) que vencem em março.

Ele afirmou, ainda, que a redução no estoque de swaps cambiais traz mais conforto para o BC, mas que isso não significa que não possa voltar a diminuir os estoques no futuro.

O BC fez nesta sessão a rolagem parcial dos contratos de fevereiro referente a leilão de linha --venda com compromisso de recompra--, abrangendo apenas US$ 1 bilhão do total de US$ 1,8 bilhão que vencerão.

Juros nos EUA

Investidores também estavam de olho na decisão do Fed (Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos) sobre a taxa de juros, que deve ser divulgada nesta quarta-feira. A expectativa do mercado é de que a taxa seja mantida.

Juros mais altos nos EUA podem atrair para lá recursos atualmente aplicados em países com taxas maiores, como o Brasil. Com isso, a tendência seria de alta do dólar por aqui.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos