ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Cotações

Dólar opera em alta, a R$ 3,37, de olho em Lula e China; Bolsa cai 1%

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

06/04/2018 09h23Atualizada em 06/04/2018 11h31

dólar comercial operava em alta, e a Bolsa tinha baixa nesta sexta-feira (6), após novas ameaças de tarifas do presidente Donald Trump contra a China.

Por volta das 11h30, o dólar subia 0,82%, a R$ 3,369, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava desvalorização de 1,11%, a 84.265,45. 

Os mercados também permanecem atentos aos desdobramentos da determinação do juiz Sérgio Moro de prender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A defesa do petista pediu novo habeas corpus para evitar a prisão.

Leia também:

Na véspera, o dólar fechou praticamente estável, como leve alta de 0,04%, cotado a R$ 3,342 na venda. Com isso, a moeda norte-americana atingiu o maior valor desde 18 de maio de 2017 (R$ 3,389). A Bolsa registrou ganho de 1,01%, a 85.210,34 pontos.

Tensão comercial

Um porta-voz do Ministério do Comércio da China afirmou nesta sexta-feira que o país "não vai hesitar em pagar qualquer preço" para defender seus interesses se os Estados Unidos adotarem novas tarifas contra produtos chineses.

Na véspera, a gestão Donald Trump anunciou que vai avaliar se impõe taxação a mais US$ 100 bilhões em importados da China. O valor poderá se somar aos US$ 50 bilhões anunciados no início da semana.

(Com Reuters)