ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Cotações

Bolsa sobe 1,44%, Marfrig salta de novo e dólar tem leve queda após recorde

Do UOL, em São Paulo

10/04/2018 17h24

dólar comercial fechou esta terça-feira (10) em queda de 0,31%, cotado a R$ 3,411 na venda. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrou alta de 1,44%, a 84.510,36 pontos, após duas baixas seguidas.

Na véspera (9), a moeda norte-americana subiu 1,6%, cotada a R$ 3,422 na venda, maior valor desde dezembro de 2016. A Bolsa caiu 1,78%.

As tensões entre China e Estados Unidos sobre eventual guerra comercial diminuíram após o presidente chinês prometer abrir mais a economia do país e reduzir tarifas de importação sobre produtos como carros.

No Brasil, os investidores seguem cautelosos com a cena política local por conta das eleições presidenciais deste ano e incertezas sobre quem comandará o país.

A ex-presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira que o PT lutará e chegará a "todas as instâncias jurídicas" para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva possa ser candidato nas eleições presidenciais de outubro. Lula foi preso após ter a condenação na Operação Lava Jato confirmada pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). 

Marfrig dispara

Entre os destaques da Bolsa, as ações da Marfrig dispararam 17,73%, na maior alta do Ibovespa no dia. Na véspera, os papéis já haviam subido 18,81%. A empresa anunciou na segunda-feira a compra de controle da norte-americana National Beef Packing Company, tornando-se a segunda maior processadora de carne bovina do mundo.

As ações da mineradora Vale (+4,4%), da Petrobras (+4,24%), do Bradesco (+0,85%) e do Itaú Unibanco (+0,5%) também fecharam em alta. Por outro lado, os papéis do Banco do Brasil (-1,2%) registraram queda. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

(Com Reuters)

Mais Cotações