PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Cotações

Dólar sobe e vai a R$ 3,469, maior valor desde dezembro de 2016; Bolsa cai

Do UOL, em São Paulo

24/04/2018 17h10

O dólar comercial teve a quarta alta seguida e fechou esta terça-feira (24) com valorização de 0,48%, cotado a R$ 3,469 venda. É novamente o maior valor de fechamento da moeda norte-americana desde 2 de dezembro de 2016 (R$ 3,473).

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em baixa de 0,16%, a 85.469,08 pontos. Na véspera, o dólar teve alta de 1,2% e a Bolsa ficou praticamente estável, com leve alta de 0,06%.

Investidores estavam preocupados com o avanço dos títulos do Tesouro norte-americano (leia mais abaixo). No Brasil, o mercado acompanhava cenário político incerto por conta das eleições de outubro.

BRF sobe 2,05%

Na Bolsa, as ações da BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, fecharam entre as maiores altas do dia (+2,05%). Na véspera, após o fechamento dos mercados, a empresa anunciou a renúncia do presidente-executivo, José Aurélio Drummond Jr.

As ações da mineradora Vale (+1,71%) e do Bradesco (+0,18%) também tiveram ganhos, enquanto os papéis do Banco do Brasil (-0,97%), do Itaú Unibanco (-0,49%) e da Petrobras (-0,36%) fecharam em queda. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Títulos da dívida dos EUA

O rendimento dos títulos da dívida do Tesouro norte-americano, que serve de referência para os mercados, alcançou o patamar de 3% pela primeira vez em quatro anos em meio. Com isso, investidores temem que esse aumento leve o Fed (Federal Reserve, banco central norte-americano) a acelerar o ritmo de alta das taxas de juros.

Taxas maiores nos EUA podem atrair para lá recursos aplicados hoje em outras praças financeiras, como o Brasil.

(Com Reuters)

Cotações