ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Cotações

Dólar fecha em queda de 0,47%, a R$ 4,018, de olho nas eleições; Bolsa cai

Do UOL, em São Paulo

01/10/2018 17h09

O dólar comercial fechou em baixa de 0,47% nesta segunda-feira (1º), a R$ 4,018 na venda. Já o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 0,91%, a 78.623,66 pontos. 

Na sexta-feira (28), o dólar havia subido 1,07%, a R$ 4,037, mas fechou setembro com queda acumulada de 0,87%. O Ibovespa havia caído 0,82% no dia, mas encerrou o mês passado com alta de 3,48%. 

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Leia também:

Petrobras em queda, Vale em alta

Algumas das principais empresas que fazem parte do Ibovespa também encerraram o dia em queda. É o caso do Banco do Brasil (-4,21%), Bradesco (-1,12%) e da Petrobras (-0,43%). Na outra ponta, a mineradora Vale ganhou 0,97%.

A maior queda da Bolsa no dia foi registrada pelos papéis da Qualicorp, que tiveram redução de 29,37% após o anúncio de um acordo com o acionista e diretor-presidente José Seripieri Filho, a quem a empresa deverá pagar uma indenização de R$ 150 milhões.

Cenário externo favorável

Neste primeiro pregão de outubro, a moeda norte-americana operou com leves oscilações ante o real ao longo do dia.

O otimismo no cenário internacional, com um renovado acordo comercial entre Estados Unidos, Canadá e México, prevaleceu sobre a cautela doméstica em relação à indefinição política nesta que é a última semana antes do primeiro turno das eleições, no próximo domingo (7).

Os EUA e o Canadá fecharam no fim de semana um acordo de último minuto com o México para salvar o Nafta, resgatando uma zona de livre comércio entre os três países que representa US$ 1,2 trilhão.

Eleições indefinidas

Corretores, analistas e investidores seguem atentos às pesquisas eleitorais, que mostram ainda um cenário indefinido e que devem dar o tom do comportamento dos mercados nesta semana.

Ibope e Datafolha vão se revezar nesta semana com novos levantamentos de intenção de votos, a começar pelo primeiro, do Ibope, previsto para ser divulgado na noite desta segunda-feira.

O levantamento mais recente, feito pelo BTG Pactual e divulgado nesta manhã, mostrou que o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, manteve a liderança no primeiro turno à frente de Fernando Haddad (PT), mas agora com sete pontos de diferença, ante dez pontos na semana passada.

Na sexta-feira (28), o Datafolha mostrava que Bolsonaro seguia na liderança no primeiro turno, seguido por Haddad, mas que na segunda rodada a vitória seria do petista.

Já o levantamento do CNT/MDA no domingo (30) apontou empate técnico de Bolsonaro --que recebeu alta do hospital no sábado-- com Haddad, também com vitória do petista no segundo turno.

(Com Reuters)

Mais Cotações