ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Cotações

Bolsa sobe e bate recorde; dólar fecha a R$ 3,727, maior valor em 2 semanas

Do UOL, em São Paulo

05/11/2018 17h09Atualizada em 05/11/2018 19h25

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, subiu pela quarta sessão seguida e fechou em alta de 1,33% nesta segunda-feira (5), a 89.598,16 pontos, terminando o dia novamente no maior nível de sua história. O recorde já havia sido batido na quinta-feira, quando a Bolsa subiu 1,14% e encerrou a semana com valorização de 3,15%. Antes, o recorde era de 26 de fevereiro deste ano, com 87.652,64 pontos. 

O dólar comercial fechou em alta de 0,89%, cotado a R$ 3,727 na venda. É o maior valor em quase duas semanas, desde 24 de outubro, quando a moeda norte-americana valia R$ 3,746.

Na semana passada, o dólar acumulou alta de 1,09%, fechando a R$ 3,694 na quinta-feira (1º). 

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Leia também:

Petrobras e banco sobem

O avanço da Bolsa foi puxado pelas ações da Petrobras (3,07%) e dos bancos Itaú Unibanco (1,08%) e Bradesco (2,15%), com forte peso no Ibovespa. 

Cosan dispara 11,45%

Lideraram os ganhos no dia os papéis da empresa de energia e infraestrutura Cosan, com alta de 11,45%.

A Kroton, do setor de educação, também registrou forte alta, de 6,6%.

Cenário externo

O mercado de câmbio foi afetado pelo cenário externo, após dados positivos sobre a geração de empregos nos Estados Unidos reforçarem as expectativas de aumento dos juros. Taxas mais altas tendem a atrair para lá recursos atualmente investidos em outros países, como o Brasil. 

Transição de governo

No cenário interno, investidores acompanham as movimentações em torno da formação do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e da transição. Na semana passada, o juiz federal Sergio Moro declarou que aceitou o convite do presidente eleito para ser ministro da Justiça no novo governo.

Atuação do BC

O Banco Central vendeu nesta sessão 13,6 mil contratos de swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 1,36 bilhão do total de US$ 12,217 bilhões que vence em dezembro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Na quarta-feira (31), o BC manteve taxa básica de juros (Selic) no seu menor nível, de 6,5% ao ano.

Horário especial

A partir desta segunda-feira (5), a Bolsa funciona em horário especial, por conta do início do horário de verão. A sessão vai das 10h às 18h (antes, era até as 17h). Enquanto vigorar o horário estendido, a Bovespa não terá "after market" (negociações após o encerramento da sessão oficial).

(Com Reuters)