IPCA
-0.04 Set.2019
Topo

Cotações


Dólar sobe 0,47%, a R$ 3,869, e Bolsa fecha em queda, de olho no exterior

Do UOL, em São Paulo

12/06/2019 17h13

O dólar comercial fechou o dia em alta de 0,47%, cotado a R$ 3,869 na venda. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 0,65%, a 98.312,21 pontos.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Guerra comercial EUA x China

No exterior, temores quanto à evolução da guerra comercial entre Estados Unidos e China puxaram mercados de todo o mundo para baixo e ofuscaram o otimismo dos investidores com o cenário doméstico no Brasil.

As tensões aumentaram após o presidente norte-americano, Donald Trump, afirmar que não tem interesse em avançar em negociações a menos que os chineses concordem com "um grande acordo".

Ao longo das últimas semanas, tanto EUA quanto China anunciaram aumento de tarifas sobre produtos comercializados entre si, o que pode ter grande impacto nas exportações globais. A troca de retaliações e declarações entre os dois países e a espera por um eventual acordo tem deixado mercados de todo o mundo instáveis.

Reforma da Previdência

No cenário interno, com os sinais de destravamento da agenda econômica entre governo e Congresso nos últimos dias, aumentaram as expectativas pela aprovação da reforma da Previdência.

Hoje, o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou que os bancos públicos começarão a devolver ao Tesouro Nacional um total de R$ 86,5 bilhões devidos à União. Os valores deverão ser usados para abater parte da dívida pública.

Ontem, o Congresso aprovou por unanimidade a liberação de uma verba de R$ 248,9 bilhões para o governo pagar despesas básicas e contornar a chamada "regra de ouro". Sem a aprovação, havia o risco de o governo ficar sem recursos para pagar despesas como salários de servidores, aposentadorias ou Bolsa Família nos próximos meses.

(Com Reuters)

Entenda como funciona o câmbio do dólar

UOL Notícias

Mais Cotações