PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

Dólar fecha abaixo de R$ 4 pela 1ª vez desde 15/8 e Bolsa bate novo recorde

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

28/10/2019 17h04

O dólar comercial fechou o dia em queda de 0,44%, a R$ 3,992 na venda. É a primeira vez que a cotação da moeda norte-americana fecha abaixo dos R$ 4 desde 15 de agosto, quando o valor de venda ao fim do dia era de R$ 3,9903.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, encerrou o dia em alta de 0,77%, aos 108.187,06 pontos, alcançando novo recorde de fechamento.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Cenário internacional

Os mercados globais seguem atentos às negociações comerciais entre EUA e China. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse estar considerando assinar uma parte significativa do acordo antes do previsto, mas não deu detalhes sobre o cronograma.

Na véspera, Alberto Fernández, de esquerda, venceu a eleição argentina, derrotando o presidente liberal Mauricio Macri com ampla vantagem.

A Argentina segue como parceiro importante para o Brasil e o governo não discute dissolver o Mercosul, disse o secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz. Isso após o presidente Jair Bolsonaro fazer críticas ao presidente eleito e dizer que o país vizinho pode ser afastado do Mercosul.

"A vitória da chapa que une kirchnerismo e peronismo causa certa apreensão pela perspectiva de algumas reformas da argentina não irem para a frente ou diminuam de intensidade", afirmou André Alírio, economista da Nova Futura Investimentos, à agência de notícias Reuters.

Ainda no exterior, a União Europeia aprovou o adiamento do Brexit para 31 de janeiro de 2020. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, confirmou o adiamento e fez um apelo ao bloco para que deixe claro que não poderá haver outra extensão do prazo.

Do lado doméstico, o mercado reduziu mais as expectativas para a taxa básica de juros em 2020.

O BC anuncia na quarta-feira (30) a nova taxa básica de juros. A expectativa é que ocorra novo corte de 0,5 ponto percentual, caindo para 5%. A queda dos juros aumenta a atratividade de investimentos de renda variável, como a Bolsa.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Entenda como funciona o câmbio do dólar

UOL Notícias

Cotações