PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Cotações

Ações das Lojas Americanas disparam 21% após anúncio sobre possível fusão

Em nota a clientes, o Bradesco BBI avaliou que a fusão melhora a governança por ter apenas uma classe de ações e simplifica a estrutura - Wikimedia Commons
Em nota a clientes, o Bradesco BBI avaliou que a fusão melhora a governança por ter apenas uma classe de ações e simplifica a estrutura Imagem: Wikimedia Commons

Do UOL, em São Paulo*

18/10/2021 15h19

As ações das Lojas Americanas (LAME4) dispararam nesta segunda-feira (18) e fecharam em alta de 20,72%, a R$ 6,41, após anúncio de que a empresa avalia fundir sua operação com a da Americanas (AMER3) e lançar ações nos Estados Unidos. Os papéis da Americanas também subiram (4,33%).

As Lojas Americanas e a B2W (controladora da Americanas.com, entre outros marketplaces) anunciaram a possível fusão em abril deste ano. A aprovação da união das duas empresas ocorreu em junho, mas o anúncio oficial ainda não foi feito. A fusão garantirá o surgimento da Americanas S.A.

"A análise dessa oportunidade está, no momento, em andamento, em nível operacional, devendo o seu resultado, quanto à conveniência e viabilidade jurídica, ser submetido à administração das Companhias, para uma decisão que será, se for o caso, levada à oportuna manifestação dos acionistas", diz um comunicado divulgado pelas empresas e assinado por Miguel Gutierrez, diretor de relações com investidores.

No comunicado, Gutierrez reforça que, por enquanto, nenhuma decisão foi tomada a esse respeito e os anúncios tratam apenas de possibilidades.

Em nota a clientes, o Bradesco BBI avaliou que a fusão melhora a governança por ter apenas uma classe de ações e simplifica a estrutura, já que Lojas Americanas provavelmente será extinta como holding.

*Com informações da Reuters.

PUBLICIDADE

Cotações