PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Cotações

Dólar sobe a R$ 5,157, valor mais alto em quase dois meses; Bolsa cai

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo*

09/05/2022 17h27Atualizada em 09/05/2022 17h49

O dólar fechou o terceiro dia consecutivo com uma alta de mais de 1%. Nesta segunda-feira (9) a variação foi de 1,60% e a moeda ficou cotada a R$ 5,157 — maior cotação em quase dois meses. Por sua vez, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira (B3) recuou 1,79%, indo a 103.250,02 pontos.

O valor de fechamento da moeda norte-americana hoje foi o mais alto desde 15 de março, quando encerrou o dia em R$ 5,159. A alta é provocada por investidores que consideram o dólar um porto-seguro em tempos de inflação alta, juros para cima e risco de baixa econômica no mundo.

Em relação à semana anterior, houve alta da moeda de 1,60%. Na variação mensal, o dólar subiu 4,33% e na anual caiu 7,52%.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

A Bolsa também seguiu a tendência dos dois dias anteriores, com desempenho negativo. O pregão encerrou a 103.250,02 pontos. Na variação semanal, caiu 1,79%, na mensal, recuou 13,96%. Na anual o balanço é 1,50% negativo.

A ação com maior alta foi a do banco BTG Pactual (BPAC11). O ativo terminou o dia com alta de 3,61%. Enquanto isso, o destaque negativo ficou com a Locaweb (LWSA3), que despencou 14,44%.

Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3/PETR4) conduziram o recuo do índice, em meio a desempenho do minério de ferro e do petróleo, respectivamente. Itaú Unibanco (ITUB3/ITUB4) também teve forte influência na baixa após divulgação de resultados do primeiro trimestre.

*Com Reuters

Cotações