PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Cotações

Dólar cai a R$ 5,234; Bolsa sobe 2,12% puxada por ações da Petrobras

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

27/06/2022 17h22

O dólar comercial caiu hoje 0,35% e ficou cotado a R$ 5,234, após ter emendado três altas no fim da semana passada. Já o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (B3), continuou a tendência de alta, dessa vez de 2,12%, e encerrou o pregão aos 100.763,60 pontos.

Com o aumento, o Ibovespa retornou ao patamar dos 100 mil pontos, o que não acontecia há seis sessões.

As maiores valorizações da B3 foram as ações da Petrobras, que movimentou o dia com o anúncio da aprovação do novo presidente da estatal, Caio Mário Paes de Andrade.

A PETR3 subiu 6,99% e, na hora do fechamento do pregão, estava cotada a R$ 30,93. A PETR4 teve alta de 6,62% e valia R$ 28,03.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

Nova gestão

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou hoje, por 7 votos a 3, o nome de Caio Mário Paes de Andrade para a presidência da estatal, com mandato até abril de 2023. Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), ele será quarto presidente da companhia durante o atual governo e substituirá Fernando Borges, que atuava como interino desde o último dia 20, quando José Mauro Coelho renunciou à função.

Coelho pediu para sair com apenas 67 dias no cargo, período em que foi alvo de críticas de Bolsonaro e do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), por causa da política de preços praticada pela Petrobras. Na semana passada, Andrade disse ao Comitê de Elegibilidade da Petrobras que não recebeu orientações do governo em relação à mudança da política de preços da estatal, mostrou documento divulgado neste sábado.

Já o presidente Jair Bolsonaro declarou na última quarta (22) que Paes de Andrade deveria trocar toda a diretoria da companhia quando assumisse o posto. "Qual a ideia desse novo presidente da Petrobras? Obviamente, ele vai trocar seus diretores", disse Bolsonaro em entrevista à Rádio Itatiaia.

Petrobras e receios fiscais no radar

Receios fiscais locais ganharam força desde que o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), relator da chamada PEC dos Combustíveis, afirmou que o texto vai incluir na Constituição federal um aumento de 200 reais no valor do Auxílio Brasil, reajuste do auxílio-gás em torno de 70 reais e a criação de um "voucher caminhoneiro" de 1.000 reais.

Estas são propostas que sugerem aumento do gasto público no curto prazo e possível rompimento do teto de gastos, alertaram em relatório analistas da Genial Investimentos.

"Mais preocupante é a ofensiva de membros e apoiadores do governo no sentido de mudar reformas estruturais importantes que foram aprovadas nos últimos seis anos e que têm sido fundamentais para gerar equilíbrio fiscal", continuaram, dizendo enxergar ameaça à Lei das Estatais em meio ao que muitos veem como interferência política na Petrobras.

"Diante desta ofensiva, os preços dos ativos financeiros voltaram ao território negativo: desvalorização cambial, queda dos preços das ações e aumento das taxas de juros, revertendo uma trajetória positiva que persistia desde o início de 2022", afirmaram os especialistas da Genial.

*Com Reuters

Cotações