Conteúdo publicado há 11 meses

Bolsa sobe 1,51% com expectativa de votação do arcabouço; dólar cai 0,76%

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira (B3), encerrou a sessão desta terça-feira (22) em alta de 1,51%, aos 116.156,01 pontos.

O dólar comercial encerrou o dia em queda de 0,76%, cotado a R$ 4,941.

Cenário interno

O arcabouço fiscal deve ser votado ainda hoje. Apesar disso, os deputados devem realizar cortes propostos pelo governo Lula, como deixar o Fundeb e o Fundo Constitucional do Distrito Federal de fora do limite de gastos.

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, afirmou que a incerteza fiscal aumentou nas últimas semanas, durante conferência do Santander, em São Paulo.

Ele atribuiu a recente desvalorização do real frente ao dólar em maior parte a fatores externos, mas também considera que a incerteza fiscal reflete no desempenho da moeda brasileira.

Lula e os diálogos na Conferência do Brics

O presidente defendeu o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) de seu governo, afirmando que o projeto possui muitas oportunidades para investidores de países do Brics, durante a Conferência dos Brics, em Joanesburgo, África do Sul.

Lula voltou a defender uma moeda alternativa ao dólar para o comércio com outros países. Inclusive, mencionou que o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, está discutindo uma ajuda monetária à Argentina através do yuan, a moeda chinesa.

Por que, se eu faço negócio com a China, preciso ter dólar? O Brasil e a China têm tamanho suficiente para fazer negócio em suas moedas, sem desvalorizar a moeda da gente, mas cria uma moeda de comércio exterior e depois os bancos centrais fariam os ajustes
Luiz Inácio Lula da Silva

Continua após a publicidade

Xi Jinping, presidente da China, disse ao Brics hoje que a economia chinesa é resiliente e que os fundamentos para seu crescimento de longo prazo permanecem inalterados. Nos últimos dias, os mercados globais estiveram ansiosos com o desempenho da economia do país, que teve desaceleração de crescimento.

Já o presidente russo, Vladimir Putin, disse que o grupo Brics está a caminho de atender às aspirações da maior parte da população mundial. Em seu discurso, disse que "cooperamos com base nos princípios de igualdade, apoio à parceria, respeito pelos interesses uns dos outros, e esta é a essência do curso estratégico orientado para o futuro de nossa associação, um curso que atende às aspirações da maior parte da comunidade mundial, a chamada maioria global".

O fator EUA

Índices futuros norte-americanos sobem, impulsionados pelas empresas de tecnologia. Investidores estão otimistas com a fabricante de chips Nvidia, que divulga o balanço amanhã (23). As ações da empresa subiram 8% na véspera.

O mercado dos Estados Unidos continua atento ao Simpósio de Jackson Hole, em Wyoming, onde o presidente do Fed (o banco central americano), Jerome Powell, deve falar na sexta (25). O evento reúne banqueiros centrais, economistas e formuladores de política de todo o mundo, e acontecerá entre quinta-feira e sábado.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial (saiba mais clicando aqui). Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

Continua após a publicidade

(Com Reuters)

Deixe seu comentário

Só para assinantes