UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/11/2010 - 18h27 / Atualizada 25/11/2010 - 19h25

Bolsa cai 0,38%; dólar fica quase estável, a R$ 1,722

Da Redação, em São Paulo

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) fechou em queda de 0,38% nesta quinta-feira (25), aos 69.629,36 pontos. O giro financeiro foi de R$ 2,49 bilhões, bem abaixo da média semanal.

O dia foi de volume baixo de negociação devido ao feriado que fechou o mercado norte-americano. Amanhã, o mercado nos Estados Unidos tem horário reduzido de negociação.

AÇÕES DO IBOVESPA HOJE

Vale PN -0,51%
Vale ON -0,63%
Petrobras PN -1,55%
Petrobras ON -1,36%
Maior alta: Ecodiesel ON
4,04%
Maior queda: Gerdau PN
-2,51%

A cotação do dólar comercial ficou praticamente estável com ligeira queda de 0,06%, a R$ 1,722 na venda.

O mercado praticamente andou de lado durante toda a sessão. Com a agenda vazia no front doméstico e no exterior em meio ao feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos, os investidores careceram de uma notícia de peso que pudesse exaltar os ânimos do mercado.

"Hoje o feriado nos Estados Unidos tirou o ritmo. O mercado aqui deve seguir da mesma maneira até segunda-feira. Nova York opera amanhã, mas em ritmo bem menor também", afirmou um operador de corretora, que preferiu não ser identificado, à agência de notícias Reuters.

No Ibovespa, as ações preferenciais (sem direito a voto) da Vale (VALE5) recuaram 0,51%, para R$ 49,25, enquanto as ações ordinárias (com direito a voto) (VALE3) fecharam em baixa de 0,63%, a R$ 54,92.

Os papéis preferenciais da Petrobras (PETR4) tiveram perda de 1,55%, para R$ 24,85, ao passo que os papéis ordinários (PETR3) cederam 1,36%, a R$ 27,50.

Um dos destaques positivos ficou a cargo da fabricante de papel Klabin (KLBN4), que subiu 3,36%, para R$ 4,92.

O diretor-geral da Klabin Reinoldo Poernbacher será substituído em fevereiro por Fabio Schvartsman, atualmente membro do conselho do Pão de Açúcar. Para analistas de mercado, a troca pode significar novo fôlego da companhia para novos investimentos.

O setor de siderurgia registrou um dos piores desempenhos. Nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro do Aço afirmou que grande parte dos investimentos siderúrgicos brasileiros poderão ser reavaliados diante da atual realidade do setor, que enfrenta obstáculos como câmbio, aumento das importações, guerra tributária e excesso de estoques no exterior.

A ação preferencial da Gerdau (GGBR4) fechou em baixa de 2,51%, a maior do índice, para R$ 20,57, enquanto que os papéis preferenciais da Usiminas (USIM5) recuaram 1,19%, para R$ 19,98.

Bolsas internacionais

O mercado de ações europeu fechou em alta, com o aumento nos preço de metal elevando os papéis das principais empresas do setor de mineração, enquanto que uma oferta de aquisição pela Capital Shopping Centres impulsionou o setor imobiliário.

O índice que reúne as Bolsas de Valores da Ásia teve alta discreta, com as compras concentradas nos setores de tecnologia e varejo diante de expectativas de uma boa temporada de compras de fim de ano nos Estados Unidos. Mas a queda no dólar australiano mostrou que os investidores reduziram interesse em assumir riscos.

Em um raro sinal de avanço da economia norte-americana, os pedidos de auxílio desemprego nos EUA na última semana caíram mais que o esperado e atingiram o menor nível em dois anos. O indicador sinaliza boas vendas para os exportadores da Ásia.

(Com informações de Reuters)

Hospedagem: UOL Host