! Direto da Bolsa - UOL Economia
 

Direto da Bolsa

Cobertura em tempo real na Bovespa de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

  • 18h53 Mercado de câmbio vai funcionar até as 12h nos dias 24/12 e 31/12

    O fechamento dos mercados de câmbio será antecipado para as 12h nos dias 24 e 31 de dezembro, em função das comemorações de Natal e Ano Novo, informou nesta quinta-feira (22) o Banco Central em comunicado, acrescentando que o horário de abertura permanecerá o mesmo. Em dias regulares, os mercados funcionam entre 9h e 17h. Além disso, o BC afirmou que o boletim de fechamento da Ptax --taxa média de câmbio calculada pelo banco-- será divulgado às 11h em ambos os dias. Normalmente, o documento é publicado por volta das 13h.

  • 18h01 Em cinco dias, ações da Eletrobras caem quase 50%

    As ações preferenciais da Eletrobras já perderam 47% do seu valor desde que a empresa recomendou aos acionistas que aceitassem a proposta do governo para a renovação antecipada e condicionada das concessões que venceriam em 2015. Os moldes da proposta podem levar a companhia a perder R$ 8,7 bilhões em receita anual, o que desagradou os investidores. Um dia antes do comunicado aos acionistas, em 13 de novembro, a ação preferencial era negociada a R$ 13,81. Nesta quinta-feira (22), fecharam o dia cotadas a R$ 7,30.

  • 17h31 Bovespa fecha em alta de 0,35%; Eletrobras cai 8,74% e lidera perdas

    A Bovespa fechou no azul nesta quinta-feira (22), com novos sinais de recuperação da economia chinesa dando tom positivo à sessão, mas o feriado de Ações de Graças nos Estados Unidos enxugou a liquidez do mercado brasileiro. O principal índice de ações (Ibovespa) fechou em alta de 0,35%, aos 56.436,97 pontos. As ações da Eletrobras continuaram entre as maiores quedas do índice: a ação ordinária caiu 8,74%, a R$ 6,16, enquanto a preferencial tombou 6,89%, a R$ 7,30. Acompanhe em tempo real o gráfico de cotações da Bolsa. Veja ainda no UOL a cotação das ações, fechamentos anteriores da Bolsa e o histórico do dólar. Leia mais

  • 17h09 Dólar sobe para R$ 2,099, maior valor em 3 anos e meio

    O dólar comercial voltou a subir nesta quinta-feira (22), e fechou em alta de 0,16%, cotado a R$ 2,099 na venda. É o maior valor desde 15 de maio de 2009, quando a moeda fechou em R$ 2,109. Ao longo do dia, o dólar chegou a operar em queda. O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou que, se for preciso, o BC pode intervir no mercado de câmbio para aumentar o volume de negócios, já que é comum no final do ano ocorrer uma menor oferta de dólares. Tombini também destacou que não há "qualquer banda (limite) formal ou informal" sobre o câmbio. No ano, o dólar acumula ganhos de 12,31%. Veja ainda no UOL o histórico de cotações do dólar.

  • 16h20 Bovespa tem alta; dólar passa a subir e atinge R$ 2,098

    A Bovespa continua operando em alta nesta quinta-feira (22). Por volta das 16h20, o Ibovespa (principal índice da Bolsa) subia 0,12%, a 56.310 pontos. Acompanhe em tempo real o gráfico de cotações da Bolsa. O dólar comercial passava a subir 0,15%, cotado a R$ 2,098 na venda (confira a cotação atualizada). O euro tinha alta de 0,27%, vendido a R$ 2,699. Veja ainda no UOL a cotação das ações, fechamentos anteriores da Bolsa e o histórico do dólar.

  • 16h05 Ações da RIM sobem com otimismo sobre BlackBerry 10

    As ações da Research In Motion (RIM) subiam mais de 10% na bolsa de Toronto nesta quinta-feira (22), depois que um analista levantou o preço-alvo para a ação, citando "o sentimento positivo na indústria", à frente do lançamento do BlackBerry 10. O analista Kris Thompson, do National Bank Financial, aumentou seu preço-alvo (estimativa de preço no prazo de um ano) para ações da fabricante do BlackBerry para US$ 15, ante US$ 12. Thompson argumentou que a ação pode subir mais, antes do lançamento no início de 2013 dos dispositivos da RIM instalados com o sistema operacional BlackBerry 10. A RIM acredita que os smartphones BB10 vão ajudá-la a retomar participação de mercado que perdeu nos últimos anos para o iPhone, da Apple, e para o Android, sistema operacional do Google. Por volta das 15h50 (horário de Brasília), as ações da companhia subiam 15% em Toronto.

  • 15h37 Bolsas europeias sobem com impulso de dados da China

    As ações europeias subiram pela quarta sessão consecutiva nesta quinta-feira (22), em meio a um fraco volume, após fortes dados da economia chinesa impulsionarem ações do setor de mineração. O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 0,55%, aos 1.103 pontos. Em Londres, o índice Financial Times teve alta de 0,68%. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,84%. Em Paris, o índice CAC-40 avançou 0,6%. Em Milão, o índice Ftse/Mib teve ganhos de 1,03%. Em Madri, o índice Ibex-35 ganhou 0,9%. Em Lisboa, o índice PSI20 registrou valorização de 0,31%, para 5.319 pontos. Leia mais

  • 14h53 Bolsa segue em alta, e dólar cai para R$ 2,092

    A Bovespa opera no azul nesta quinta-feira (22). Por volta das 14h50, o Ibovespa (principal índice da Bolsa) subia 0,23%, a 56.371 pontos. Acompanhe em tempo real o gráfico de cotações da Bolsa. O dólar comercial caía 0,17%, cotado a R$ 2,092 na venda (confira a cotação atualizada). A moeda norte-americana recuava da maior cotação registrada em mais de três anos e meio na quarta, quando fechou o dia valendo R$ 2,095, depois que o presidente do Banco Central afirmou que a instituição pode intervir no mercado de câmbio. O euro estava quase estável, com leve alta de 0,06%, vendido a R$ 2,694. Veja ainda no UOL a cotação das ações, fechamentos anteriores da Bolsa e o histórico do dólar.

  • 14h06 Ações da Eletrobras caem 9% e lideram perdas na Bolsa

    As ações da Eletrobras lideravam as baixas na Bovespa nesta quinta-feira (22), pelo quinto dia consecutivo de expressivas perdas. Os investidores temem os impactos negativos da provável renovação antecipada de concessões elétricas sobre os resultados e dividendos da estatal. Por volta das 14h, a ação preferencial da Eletrobras, que é a mais negociada, perdia 6,63%, a R$ 7,32, enquanto a ação ordinária tinha queda de 9,19%, a R$ 6,13.

  • 14h00 Em relatório, Santander recomenda compra para ações da Sabesp

    O banco Santander publicou relatório indicando preço-alvo de R$ 102,70 para as ações ordinárias (com direito a voto) da Sabesp ao fim de 2013, com recomendação de compra. O preço-alvo, que é estimativa de valor para a ação em um ano, representa valorização potencial de 27,5% em relação ao preço de fechamento dos papéis na última sessão. A divulgação levou em consideração a publicação da nota técnica preliminar da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) referente à revisão tarifária da companhia de saneamento paulista. "Apesar de o aumento real da tarifa (em torno de 2%) ter ficado abaixo do consenso do mercado, a revisão tarifária preliminar da Arsesp abre espaço para aumentos adicionais na tarifa no próximo ano (em torno de 4%)", diz o relatório. Por volta das 14h, as ações da Sabesp caíam 0,21%, a R$ 80,37.

  • 13h37 Bolsa sobe com cenário externo; dólar recua e se afasta de R$ 2,10

    A Bovespa opera no campo positivo nesta quinta-feira (22). Por volta das 13h35, o Ibovespa (principal índice da Bolsa) subia 0,28%, a 56.400 pontos. Dados preliminares que indicam que a produção industrial da China cresceu pela primeira vez em 13 meses deixou os investidores confiantes em uma recuperação da segunda maior economia do mundo. Acompanhe em tempo real o gráfico de cotações da Bolsa. O dólar comercial seguia caindo 0,19%, cotado a R$ 2,091 na venda (confira a cotação atualizada). A moeda norte-americana recuava da maior cotação registrada em mais de três anos e meio na quarta, quando fechou o dia valendo R$ 2,095, depois que o presidente do Banco Central afirmou que a instituição pode intervir no mercado de câmbio. O euro estava quase estável, com leve alta de 0,06%, vendido a R$ 2,694. Veja ainda no UOL a cotação das ações, fechamentos anteriores da Bolsa e o histórico do dólar.

  • 13h19 Ação da Cetip recua 4% após iniciar troca de presidência

    As ações da Cetip recuavam mais de 4% nesta quinta-feira (22), após a companhia ter anunciado na véspera que iniciou o processo para substituição de seu atual presidente-executivo, Luiz Fernando Vendramini Fleury. O executivo permanecerá no cargo até que o processo seja concluído, informou a depositária de títulos de renda fixa e câmara de ativos. Seu contrato tem previsão de encerramento no início de julho de 2013. Por volta das 13h20, a ação da empresa caía 4,16%, a R$ 22,60. No menor valor do dia, o papel chegou a cair 5,6%.

  • 13h11 Saraiva se diz preparada para concorrência internacional

    O presidente da Saraiva, Marcílio Pousadas, disse que a varejista brasileira está preparada para concorrer com grupos internacionais como Amazon, Google, Apple e Barnes & Noble. "Não acreditamos que virá só um player. Haverá outros. Eles vão concorrer com a gente. Atuamos em vários formatos e canais", disse Pousadas, durante encontro com analistas nesta quinta-feira (22). No mês passado, informações de mercado davam conta de que a Saraiva estaria em negociação com a Amazon. A companhia informou que não havia "negócio de qualquer natureza". Por volta das 13h10, as ações da Saraiva operavam em alta de 0,64%, a R$ 25,15. Leia mais

  • 12h45 Bolsa sustenta alta e dólar recua para R$ 2,091

    A Bovespa opera no campo positivo nesta quinta-feira (22). Por volta das 12h45, o Ibovespa (principal índice da Bolsa) subia 0,38%, a 56.453 pontos. Acompanhe em tempo real o gráfico de cotações da Bolsa. O dólar comercial caía 0,19%, cotado a R$ 2,091 na venda (confira a cotação atualizada). A moeda norte-americana recuava da maior cotação registrada em mais de três anos e meio na quarta, quando fechou o dia valendo R$ 2,095. O euro estava praticamente estável, com leve alta de 0,02%, vendido a R$ 2,692. Veja ainda no UOL a cotação das ações, fechamentos anteriores da Bolsa e o histórico do dólar.

  • 12h33 Ações da Eletrobras lideram quedas da Bolsa e perdem 7%

    As ações da Eletrobras lideravam as baixas na Bovespa nesta quinta-feira (22), pelo quinto dia consecutivo de expressivas perdas. Os investidores temem os impactos negativos da provável renovação antecipada de concessões elétricas sobre os resultados e dividendos da estatal. Por volta das 12h30, a ação preferencial da Eletrobras, que é a mais negociada, perdia 7,14%, a R$ 7,28, enquanto a ação ordinária tinha queda de 6,52%, a R$ 6,31.

  • 12h24 Agência de risco rebaixa classificações de Sony e Panasonic

    A agência de classificação de risco Fitch rebaixou nesta quinta-feira (22) as notas de crédito da Sony e da Panasonic. No caso da Sony, a Fitch rebaixou as notas de crédito de moeda estrangeira de longo prazo e o rating de moeda local de BBB para BB- e manteve a companhia sob perspectiva negativa. Na avaliação da agência, a recuperação do grupo de eletrônicos será lenta. A agência rebaixou também as notas de crédito de moeda estrangeira e de moeda local de longo prazo da Panasonic, além dos títulos seniores de longo prazo da companhia, sem garantia, de BBB- para BB. A perspectiva para todas essas notas é negativa. O rebaixamento, explicou a Fitch, reflete a perda de competitividade da Panasonic em seus principais negócios, especialmente no segmento de TVs e painéis. Entenda como as agências de risco atribuem classificação às empresas

  • 12h13 Preço do aço reduz perdas em Xangai; dados da China dão suporte

    Os preços dos contratos futuros do aço na China saíram do valor mínimo de dois meses nesta quinta-feira (22). Dados sobre a China reforçarem as expectativas de que a segunda maior economia mundial está se recuperando depois de uma desaceleração por sete trimestres, um fator que deve fortalecer a demanda por aço. O setor manufatureiro da China se expandiu em novembro pela primeira vez em 13 meses. O contrato mais negociado do vergalhão para entrega em maio na Bolsa de Xangai fechou em baixa de 0,2%, a 3.564 yuan (US$ 570) por tonelada. Mais cedo, o contrato havia atingido o menor valor da sessão, 3.533 yuan, menor valor desde 26 de setembro, com as preocupações de que a menor demanda de inverno pressione novamente os preços. O índice do minério com 62% de ferro ficou inalterado em US$ 120,60 por tonelada na quarta-feira (21), de acordo com dados do Steel Index. Leia mais

  • 11h56 Gerdau prevê menor custo de produção de aço com energia mais barata

    A Gerdau estima que o custo de produção de aço no Brasil possa diminuir em US$ 5 por tonelada com a redução das tarifas de energia, afirmou nesta quinta-feira (22) o presidente-executivo da companhia, André Gerdau Johannpeter, em encontro com analistas e investidores. Leia mais

  • 11h35 Bolsa opera em alta e dólar recua de recorde em 3 anos e meio

    A Bovespa opera no campo positivo nesta quinta-feira (22). Por volta das 11h35, o Ibovespa (principal índice da Bolsa) subia 0,48%, a 56.513 pontos. Acompanhe em tempo real o gráfico de cotações da Bolsa. O dólar comercial ampliava as perdas para 0,22%, cotado a R$ 2,091 na venda (confira a cotação atualizada). A moeda norte-americana recuava da maior cotação registrada em mais de três anos e meio na quarta, quando fechou o dia valendo R$ 2,095. O euro subia 0,13%, vendido a R$ 2,696. Veja ainda no UOL a cotação das ações, fechamentos anteriores da Bolsa e o histórico do dólar.

  • 11h21 Bolsas nos EUA não abrem devido a feriado de Ação de Graças

    A Bolsa de Valores de Nova York não abre nesta quinta-feira (22) devido ao feriado de Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos. Na véspera, o índice Dow Jones avançou 0,38%, para 12.836 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 0,23%, para 1.391 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq subiu 0,34%, para 2.926 pontos.