Bolsas

Câmbio

Colunistas

Veja 10 dicas para empreender em franquias

Filomena Garcia *

Colunista do UOL, em São Paulo

Na semana passada, utilizamos o exemplo do mercado de franquias para falar sobre a importância das expectativas de quem empreende e de como ilusões podem prejudicar o futuro de um negócio.

O franchising se consolida a cada dia como uma forte alternativa para quem quer empreender, já que esse modelo de negócio alia o sonho de ter o próprio negócio com a oportunidade de comercializar serviços ou produtos de uma marca já conhecida. Mas o que é necessário saber para que esse sonho não se torne uma dor de cabeça?

1. Autoconhecimento

Faça uma autoavaliação honesta e consciente: quais são seus sonhos? Quais são suas principais forças e fraquezas? O que impede ou dificulta suas realizações? O que você mais gosta de fazer? Você compreende realmente as reais implicações de ser um empresário? E de ser um empresário franqueado? Você está realmente pronto para enfrentar os desafios que estarão por vir? Está pronto para atuar de acordo com as normas e padrões estipulados pelo franqueador?

2. Conheça o mercado

Quais tipos de negócios poderão ter sucesso na região onde você pretende atuar? Qual o poder aquisitivo das pessoas que moram ou trabalham nessa região? Você analisou essa questão a fundo? Clientes sem interesse ou sem poder aquisitivo compatível com o que você terá para oferecer não sustentarão o seu negócio.

3. Defina as possibilidades

De quanto dinheiro você dispõe para investir? Em quanto tempo espera recuperá-lo? Qual o grau de risco que você aceita em um investimento? Tenha consciência de que pode levar alguns meses até que o negócio comece a gerar lucro. Portanto, é importante que você possua mais recursos do que o necessário para a implantação do negócio, pois você precisará se manter até lá.

4. Estude as oportunidades

Procure conhecer as oportunidades disponíveis no mercado. Visite sites, consulte guias, visite feiras e eventos para que você possa colher informações antes de tomar a sua decisão.

5. Conheça a equipe do franqueador

Conheça o histórico e a credibilidade dos integrantes da equipe do franqueador da marca que você deseja operar.

6. Converse com quem já é franqueado

Procure visitar e conversar pessoalmente com o maior número possível de integrantes das redes de franquias nas quais estiver interessado. Converse também com franqueadores que já se desligaram da rede.

7. Analise  o contrato

Leia o contrato a fundo. Se for o caso, contrate um advogado de sua confiança, que entenda de contratos para poder auxiliá–lo.

8. Estude a Circular de Oferta de Franquia

A Circular de Oferta de Franquia (COF) é um documento descrito na Lei 8.955. O franqueador deve entregá-lo a todos os candidatos no mínimo 10 dias antes que estes firmem qualquer documento ou pagamento relacionado à aquisição de uma franquia. Este documento deve conter informações a respeito da organização da franqueadora, da situação legal da marca ou marcas, da própria franquia, da situação financeira da empresa, dos investimentos que o franqueado deverá fazer, dos pagamentos que deverá efetuar, e assim por diante.

9. Não tome decisões impulsivas

Pense, analise, investigue muito antes de investir seu dinheiro, seu tempo, seu esforço e sonhos em uma franquia. Sua decisão vai impactar não apenas a sua vida, mas também a da sua família.

10. Esteja consciente do papel de cada parte

Como franqueado, seu papel será o de seguir os passos e padrões definidos pelo franqueador, portanto não tente fazer as coisas à sua própria maneira. Se você achar que não vai conseguir viver assim, sob esses padrões, talvez seja melhor repensar sua decisão de investir em uma franquia.

UOL Cursos Online

Todos os cursos