Topo

Empreendedorismo


Loja usa cenário de TV e foto na internet com famosos para vender almofadas

Afonso Ferreira

Do UOL, em São Paulo

2014-04-22T06:00:00

22/04/2014 06h00

O gosto pela decoração fez com que a apresentadora do programa "Diálogos", da TV Record em Fortaleza (CE), Patrícia Calderón, 39, investisse em um negócio próprio para incrementar a renda familiar.

Em janeiro deste ano, ela abriu a Calderón Decor, loja de almofadas com estampas exclusivas ou com fotos de ícones como Marilyn Monroe e Beatles. Os produtos também têm enchimento de silicone antiácaro. Apesar de estar há pouco tempo no mercado, o negócio fatura R$ 45 mil por mês, segundo a empresária.

A estratégia que tem elevado as vendas da loja, de acordo com Calderón, é a exposição das almofadas no cenário de programas da TV Record, como o “Hoje em Dia” –comandado por Celso Zucatelli, Chris Flores, Edu Guedes– e o “Programa da Tarde” –estrelado por Ana Hickmann, Britto Júnior e Ticiane Pinheiro.

O produto também vem sendo divulgado nas redes sociais por profissionais de TV, como a jornalista e apresentadora do programa "SBT na Web", Nadja Haddad (sem parentesco com o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad), do SBT, que também participa de outras atrações da emissora. Ela postou foto no Instagram posando com uma almofada da marca.

Calderón, no entanto, afirma que trabalhar na filial da TV Record em Fortaleza não facilitou o caminho para que os produtos dela fossem utilizados nos programas.

“Tive de entrar em contato com a direção de arte da mesma forma como qualquer outra empresa e enviar algumas almofadas para serem avaliadas. O produto poderia, muito bem, ter sido recusado”, diz.

Apesar de não ter feito as contas ainda, a empresária estima que a venda dos modelos de almofadas utilizados na TV e nas fotos dos famosos aumentou entre 20% e 30% após a exposição.

As almofadas custam de R$ 45 a R$ 120, dependendo do tamanho e do tecido utilizado. Por mês, a loja vende, em média, 450 itens ao custo médio de R$ 100, segundo Calderón.

Antes de ter o negócio próprio, porém, Calderón diz ter enfrentado problemas ao investir em uma franquia do segmento de decoração. Segundo ela, a matriz atrasou a entrega da mercadoria e ela não pôde abrir as portas.

Agora, a empresária corre com processo na Justiça para receber de volta R$ 30 mil investidos no negócio que não deu certo. 

Exposição na TV traz visibilidade, mas exige preparação

De acordo com o consultor do Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo) Marcelo Sinelli, Calderón soube aproveitar um nicho de mercado e acerta em sua estratégia de marketing.

“A visibilidade é muito grande quando um produto aparece no cenário de um programa de TV, em uma novela ou em uma foto com artista. A tendência é que as pessoas passem a desejar e a procurar por este item”, afirma.

No entanto, o consultor diz que a empresa precisa estar preparada para receber um volume grande de pedidos após a exposição do produto com artistas. “O negócio precisa ter estrutura para atender a todos os pedidos no prazo sem perder a qualidade, senão a estratégia vira um ‘tiro no pé’ do empresário.”

Sinelli declara, ainda, que uma loja segmentada demais –como é o caso das almofadas– pode ser atraente no começo, mas, com o tempo, as vendas tendem a cair, pois a recompra de almofadas não é tão frequente quanto uma peça de roupa ou um par de sapatos, por exemplo.

“Uma almofada não é algo que as pessoas compram sempre, é um produto com longa duração. Futuramente, seria interessante acrescentar outros itens dentro do universo da decoração com o mesmo estilo à loja para que ela tenha outras opções de venda”, diz o consultor.

Onde encontrar:

Calderón Decor: Salinas Casa Shopping, loja 16, Fortaleza (CE). Fone: (85) 3241-5217. Site: calderondecor.blogspot.com.br

Mais Empreendedorismo