PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Empreendedorismo

Dono de gigante do comércio esportivo virtual dá 10 dicas para lojas online

Larissa Coldibeli

Do UOL, em São Paulo

12/05/2014 06h00

Fundador da Netshoes, loja virtual especializada na venda de artigos esportivos, o economista Marcio Kumruian, 40, precisou mudar os rumos do negócio algumas vezes desde sua abertura, em 2000, para chegar ao sucesso.

Assim, o que começou com uma loja física de calçados na região central de São Paulo se tornou um gigante do comércio eletrônico, com atuação no Brasil, Argentina e México, e um faturamento de R$ 1,3 bilhão em 2013.

A pedido do UOL, Kumruian elaborou dez dicas para inspirar empreendedores que atuam ou querem entrar para o comércio eletrônico. Confira abaixo:

1) Concentre-se na execução de um plano: antes de começar qualquer coisa, faça uma pesquisa rápida, converse com pessoas mais experientes, veja se há espaço no mercado para o negócio que você está pensando em ter, e tente imaginá-lo no futuro.

É importante ter um plano e manter o foco na execução dele. Parece óbvio, mas o empreendedor é, por natureza, inquieto, e vai querer fazer mil coisas ao mesmo tempo. Isso não dá certo. É preciso mirar as ações estratégicas em primeiro lugar e, ao executá-las, dar vazão também à liberdade criativa característica do empreendedor. 

2) Seja flexível: o plano é importante para guiar a empresa e auxilia muito diante da velocidade do varejo e do comércio eletrônico. Entenda, no entanto, que esse plano tem que ser como uma trilha, e não um trilho. A trilha a gente muda, adequando-se de acordo com o cenário. Já o trilho é imutável e deixa o empreendedor engessado.

3) Mantenha distância da zona de conforto: seja uma pessoa inconformada. O inconformismo faz as pessoas buscarem seu máximo, seus recordes. Quem está satisfeito relaxa. E quem relaxa, acaba sendo atropelado pela concorrência. No comércio eletrônico, isso pode ocorrer de um dia para o outro. Seja dinâmico, curioso e criativo.

4) O diferencial está em ser original: é preciso estar sempre um passo à frente. Não me preocupo com o que um possível concorrente venha a copiar do meu modelo, me incomodarei quando eu tiver que copiá-lo por uma ideia incrível.

A originalidade das ideias é o que diferencia o sucesso relativo do absoluto. Saiba que nem toda inovação será percebida facilmente pelo consumidor final. Por exemplo, a opção de pagar com um clique é uma facilidade que o consumidor nem percebe, mas que faz toda a diferença em aparelhos móveis, como celulares, e deixa a vida dele mais fácil.

5) Forme uma equipe com espírito de inovação: ninguém empreende sozinho. Ao estabelecer um negócio, esteja certo de que você precisará montar um grupo de confiança. Junte um time de pessoas com DNA inovador, pois, sem inovação, não há empreendimento. E garanta que esse atributo esteja na mente de todos que embarcarem com você nessa empreitada.

6) Se cair, levante rápido: ouse e não tenha medo de errar. O erro vai fazer parte do processo de aprendizado. Mas, se errar, perceba o equívoco rapidamente e corrija a rota. A loja virtual permite você corrigir rapidamente seus erros, mas eles também podem se propagar na mesma velocidade e até em maior intensidade por estarem na internet.

7) Conheça a engrenagem: pense no negócio como um todo e entenda como os elos se combinam em prol de um mesmo objetivo --esse é o papel do empreendedor. Considere todas as possibilidades e esteja atento às modificações do cenário para, se necessário, reposicionar ou trocar as peças e garantir o perfeito funcionamento da máquina.

A experiência de compra do consumidor online se inicia na entrada da loja virtual, passa pela escolha do produto, entrega e o pós-venda. Nenhum desses pontos deve falhar, mas você precisa saber como agir caso ocorra algo. Saiba que a próxima compra do seu cliente se inicia na finalização da atual.

8) Seja a referência: trabalhe para ser referência naquilo que faz, isso será um grande estímulo para a equipe. Não seja arrogante se um dia chegar lá - esse é um posto volátil e as grandes referências têm que sobreviver ao passar dos anos. Por isso, mantenha uma postura moderada e sóbria no convívio e condutas profissionais.

9) Trabalhe com respeito e transparência: não mire o sucesso a qualquer preço e nem às custas de pessoas. Empresas que nascem com esse espírito podem até atingir o auge, mas não se sustentarão lá em cima por muito tempo.

Para que não veja sua obra se transformar em ruínas, zele pela transparência, respeito e justiça nos negócios e no tratamento com as pessoas envolvidas. Isso vale para qualquer natureza de negócio --físico ou virtual-- e de relacionamento.

10) Busque o novo constantemente: não fique preso a sucessos do passado. O valor de uma marca é sua capacidade de se reinventar. Afinal, o mundo não vai parar e nem esperar por você. É fundamental estar atento ao novo. A internet está em constante evolução, uma empresa considerada inovadora hoje talvez não o seja amanhã.

PUBLICIDADE

Empreendedorismo