ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Empreendedorismo

Ex-manicure vendeu pirulito, pizza e agora fatura R$ 1,5 mi com sobrancelha

Afonso Ferreira

Do UOL, em São Paulo

01/06/2015 06h00

Para ter uma renda extra, a empreendedora Luzia Costa, 35, já foi manicure, dona de lanchonete, de pizzaria, produtora de pirulitos e até fez massagem na mesa da cozinha de casa. No entanto, o sucesso como empresária veio com a criação da Sóbrancelhas, franquia especializada na estética de sobrancelhas. Em 2014, a rede somava 17 unidades e faturou R$ 1,5 milhão.

De janeiro a maio de 2015, foram abertas mais 27 unidades, totalizando 44 pontos de atendimento. A meta da empresa é fechar o ano com 80 unidades e faturar R$ 2,8 milhões. O lucro não foi revelado.

A primeira fonte de renda da empreendedora foi como manicure ainda na adolescência, na zona rural de Passa Quatro (441 km ao sul de Belo Horizonte). Na época, ela fazia as unhas de vizinhas e parentes. “Não era nada profissional, mas já tinha cinco clientes fixas”, afirma.

Em 2002, aos 22 anos, ela se mudou para Tremembé (147 km a nordeste de São Paulo), onde abriu uma lanchonete e, depois, uma pizzaria. O negócio, no entanto, não deu certo e, em 2006, a empresária teve de fechar as portas com uma dívida de R$ 30 mil.

“Pegava dinheiro da pizzaria para lazer e para fazer compras pessoais. As dívidas foram crescendo e chegou um momento em que não tinha como pagar”, declara. Após quebrar, a empresária voltou para sua cidade-natal e, depois, mudou-se para Roseira (169 km a nordeste de São Paulo).

Para complementar a renda, ela produzia em casa pirulitos em formato de chupeta para vender em bares e docerias. Ao descobrir que a prefeitura estava oferecendo um curso grátis de massagem, a empreendedora se inscreveu e após três semanas de aulas, começou a atender clientes na mesa da cozinha de sua casa.

“Nas aulas, atendíamos grátis os moradores para aprendermos a técnica. Como só havia quatro macas, às vezes fazíamos a massagem com a pessoa deitada de bruços sobre uma mesa”, diz. “Algumas dessas pessoas gostaram da minha massagem e pediram para eu atendê-las em outros horários. Como não tinha maca em casa também, usava a mesa da cozinha.”

Segundo a empresária, foi uma cliente quem comprou a primeira maca para ela em troca de massagens grátis. A empreendedora ainda fez outro curso de massoterapia antes de ir para Ubatuba, no litoral norte paulista, onde fazia massagens em uma tenda na praia durante o dia e, à noite, atendia em domicílio.

Renda de massagens ajudou empresária a quitar dívidas

Com a renda das massagens no litoral, a empreendedora diz que conseguiu quitar as dívidas da pizzaria e fazer cursos de estética. Depois, se mudou para Taubaté (140 km a nordeste de São Paulo), onde abriu um espaço para ensinar o que aprendeu, inclusive design de sobrancelhas. Com a alta procura, em 2013, viu a possibilidade de criar uma franquia especializada em sobrancelhas.

Para abrir o novo negócio, a empresária investiu R$ 60 mil. A primeira unidade franqueada foi aberta em abril de 2014. Segundo a franqueadora, as lojas atendem de 50 a 90 pessoas por dia. Entre os serviços oferecidos estão design de sobrancelhas, depilação com linha, micropigmentação e alongamento de cílios. Os preços variam de R$ 25 a R$ 490.

O custo para abrir um quiosque da Sóbrancelhas começa em R$ R$ 123 mil, inclusos taxa de franquia, instalação e capital de giro, segundo a empresa. O investimento de uma loja física é a partir de R$ 143 mil. O faturamento médio mensal informado é de R$ 32 mil com retorno do capital em 12 meses.

Serviço especializado tem menos espaço no mercado

Investir em serviços especializados, como a estética de sobrancelhas, pode ser uma maneira de a empresa se diferenciar, segundo Maisa Blumenfeld, consultora do Sebrae-SP. No entanto, o espaço no mercado é mais restrito e a empresa corre o risco de não ser rentável caso surjam concorrentes de mesmo nível, de acordo com a consultora.

“Se tiver cinco redes que ofereçam os mesmos serviços, fica difícil se destacar e o consumidor vai começar a barganhar o menor preço”, afirma. “Quando a empresa se foca em um nicho, ela reduz o potencial de público. Se várias empresas disputam entre si esses mesmos clientes, todo mundo ganha menos.”

Onde encontrar:

Sóbrancelhas: sobrancelhasfranquia.com.br

Especialista ensina a acertar fios da sobrancelha

RedeTV! Entretenimento

Mais Empreendedorismo