Bolsas

Câmbio

Sabonete de pitaia, creme de sapoti? Empresa usa fruta exótica em cosmético

Michelle Aisenberg

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Há três anos, a empreendedora Sabrina Sartori, 29, abandonou a carreira na área de TI de uma empresa multinacional para investir no mercado de cosméticos, usando como matéria-prima a polpa de frutas exóticas (pitaia, sapoti e uvaia), produzidas na fazenda família, em Rio Claro (SP).

Com um investimento inicial de R$ 90 mil, Sartori desenvolveu uma linha de hidratantes e sabonetes líquidos e criou a Empório Sartori, que hoje vende 1.500 unidades por mês. A empresa não divulga lucro e faturamento, mas afirma já ter recuperado o montante investido.

Pai começou plantio como hobby

A ideia de abrir um novo negócio surgiu do desejo da empresária em dar continuidade ao trabalho de seu pai, que plantou as espécies da fazenda Estância das Frutas e vem se dedicando há 20 anos ao cultivo e preservação de frutas raras.

Médico, ele começou a cultivar espécies como hobby, se interessou por estudar suas propriedades científicas e hoje se dedica a dar palestras e a publicar livros sobre o assunto. "É um trabalho bonito, que eu queria abraçar como meu também", afirma Sartori.

Produtos são feitos com polpa das frutas

Em abril de 2013, usando a polpa das frutas raras, a Empório Sartori lançou seus produtos no mercado e começou a distribuição em lojas multimarcas nas regiões Sul e Sudeste. A produção é terceirizada em uma fábrica em Capivari (SP). Seis meses depois, abriu sua loja online.

O sabonete líquido custa R$ 34,90, e a loção hidratante, R$ 35,40. A pitaia é uma fruta cultivada em regiões como México e Ásia, fonte de vitamina A. O sapoti é plantado, entre outros pontos, na América Central e no Brasil (principalmente Norte e Nordeste), e fonte de vitaminas do complexo B. A uvaia é encontrada na Mata Atlântica, nas regiões Sul e Sudeste, principalmente, e rica em vitamina C.

Esmaltes, perfumes e filtro solar podem ser criados

Sartori fez um MBA em cosmetologia e agora pretende reinvestir o lucro inicial da empresa na diversificação de sua linha. "Estamos pensando em perfumes, filtro solar, esmaltes", diz, sem estimar prazos.

No momento, a Empório Sartori investe na criação de uma rede de revendedores, que comercializarão diretamente para o público final a partir do segundo semestre deste ano. O recrutamento dos profissionais é por redes sociais.

Negócio tem potencial para exportação

Para o consultor do Sebrae Darcy Lucca, a empresa teve uma boa ideia ao decidir investir em um mercado tão sólido e em crescimento como o de cosméticos, identificando um nicho bastante específico. "É um negócio com potencial muito grande, inclusive para exportação", afirma.

Para ele, o grande desafio da empresa é desenvolver uma linha mais completa, com xampu, condicionador e outros produtos, que complementem o que já existe. "Essa é a chave para fidelizar os clientes e facilitar o trabalho das revendedoras, que precisarão de variedade para oferecer."

Onde encontrar

Empório Sartori: http://www.emporiosartori.com.br/
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos