Bolsas

Câmbio

Faz pão artesanal e ganha o triplo do que recebia no mercado financeiro

Larissa Coldibeli

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Formado em tecnologia e em administração, Jamal Cotait Filho, 54, começou a trabalhar aos 14 anos como office-boy e depois fez carreira em bancos, como Itaú Unibanco e Bank Boston, cuidando de banco de dados. Depois de se aposentar, em 2015, resolveu se dedicar a um hobby que deu origem a um negócio: a Academia do Pão. Hoje, fatura o triplo do salário que tinha quando se aposentou no mercado financeiro.

Inicialmente, ele atendia a encomendas de amigos, mas o cheirinho de pão assando logo atraiu a vizinhança, que tocava a campainha da garagem alugada que foi transformada em cozinha no bairro Paraíso, na zona sul de São Paulo. A ideia inicial era manter o negócio pequeno, sem loja, com vendas pelo WhatsApp.

"Eu já tinha esse hobby há uns 17 anos, quando minha mulher me deu um curso de pizzaiolo. Depois de me aposentar, fiz mais cursos, fui me especializando, até que comprei uma masseira e um forno profissional, e ela não deixou que eu instalasse em casa. Aluguei essa garagem na rua da minha casa e trabalhava sozinho. Mas os vizinhos tocavam a campainha e resolvi abrir uma loja para vender o excedente da produção."

Assim nasceu, em outubro de 2016, a Academia do Pão. O investimento inicial foi de cerca de R$ 35 mil.

Agora ele planeja outra expansão, para um imóvel na mesma rua com 240 m², o dobro da área atual, onde ele pretende instalar também uma área de café para consumo dos produtos. O investimento deve ultrapassar os R$ 100 mil, diz ele.

Ser artesanal é diferencial

Ele não divulga faturamento e lucro, mas diz que fatura três vezes mais do que o salário que tinha quando se aposentou. Possui seis funcionários, e esse número deve aumentar com a inauguração do novo ponto, prevista para 2018. Os planos de expansão, porém, param por aí.

Quero manter as características do negócio pequeno. As pessoas sentem que é algo pessoal, feito por prazer. Não dependo dessa renda para sobreviver. Mas sou eu mesmo que atendo os clientes, explico o processo de fabricação e dou dicas de harmonização. Minha mãe de 79 anos faz os embrulhos, tudo isso são diferenciais"

Outro diferencial é a característica dos produtos: todos têm fermentação natural, ou seja, sem aditivos químicos e com processo de fabricação mais lento. Entre os destaques estão o pão de cacau com cranberry (R$ 15), o pão de calabresa (R$ 18) e a focaccia (R$ 12). Os produtos custam de R$ 8 (ciabatta) a R$ 45 (torta folhada de calabresa).

Ao todo, são cerca de 20 tipos de pães, sete folhados e oito doces, como bolos e cookies. A loja abre das 15h30 às 19h de quarta a sexta-feira e das 9h30 às 19h no sábado. Antes disso, o empresário cuida do preparo dos pães. Os produtos também são vendidos em um site que reúne produtos artesanais gourmet, o Onilé

Empreender por hobby também exige planejamento

Assim como o fundador da Academia do Pão, muitas pessoas pensam em empreender depois de se aposentar, diz Wilson Borges Junior, consultor do Sebrae-SP. "Devido à experiência adquirida ao longo dos anos e por não empreenderem por necessidade, muitos se dedicam a um hobby e procuram treinamentos antes."

Segundo a pesquisa Empreender na Aposentadoria, realizada pelo Sebrae em maio de 2017 com 1.200 pessoas acima de 50 anos, uma em cada dez pessoas quer empreender nos próximos dois anos, e 64% delas têm interesse em capacitação. Além disso, 25% citaram o ramo de alimentação como área de interesse.

"Isso significa que a concorrência é grande, mas ele atua num nicho em alta, que é o artesanal. Ele usa ingredientes diferentes, e os clientes veem valor nos produtos, estão dispostos a pagar mais", afirma o consultor. 

Ele diz que, apesar de ser um hobby e de não haver planos ousados de expansão, o planejamento é muito importante para qualquer negócio. "Ele precisa cuidar da qualidade do produto, da segurança alimentar, do treinamento da equipe, da produção, do atendimento, dos custos. Ele precisa olhar para o mercado, monitorar a concorrência, buscar inovação e cuidar da gestão para manter o negócio saudável", declara.

Onde encontrar:

Academia do Pão - www.facebook.com/academiadopao

Português toca sino em SP para avisar que saiu pastel de Belém quentinho

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos