ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Empreendedorismo

Você acha que teve uma ideia brilhante. Mas será que o negócio vale a pena?

iStock Photo
Imagem: iStock Photo

Colaboração para UOL, em São Paulo

09/03/2018 04h00

Você gosta de fazer pão e teve uma grande ideia. Que tal começar um negócio nessa área?

Antes de se aventurar nessa, é preciso saber se conhece o público para qual irá vender, se gosta de trabalhar com pães, conhece os seus concorrentes, entre outras informações.

Questões como essas são fundamentais para a viabilização de um negócio, diz Reginaldo Gonçalves, coordenador do curso de ciências contábeis da Faculdade Santa Marcelina, em São Paulo.

Leia também:

Pesquisar o mercado antes de começar

Outro ponto importante é pesquisar e entender o mercado, afirma Marcus Quintella, coordenador do MBA em empreendedorismo e desenvolvimento de novos negócios da FGV (Fundação Getúlio Vargas) de São Paulo.

"O empreendedor deve gastar muita energia com uma detalhada e consistente pesquisa de mercado, para entender e estimar o tamanho do mercado que pretende entrar, quem serão seus consumidores, onde eles estão, como se comportarão ao longo do tempo e qual a razão que eles têm para comprar o seu produto ou serviço.” 

Não pode se basear só no dinheiro

Além de dar dinheiro, um bom negócio deve desafiar, dar prazer ao empreendedor para que ele continue crescendo profissional e pessoalmente.

“Não adianta se perguntar se dá dinheiro ou não. Posso investir em uma coisa em que só eu acredito, mas, se fizer aquilo de uma forma bacana, ganharei”, declarar Jeferson Mola, professor e coordenador de cursos de graduação e pós na Trevisan Escola de Negócios em São Paulo.

O que não vale a pena é investir em um negócio do qual não gosta só porque dá dinheiro. E, se além de não gostar, não souber executar, piorou, porque com certeza encontrará no mercado concorrentes que o façam com mais vontade e melhor do que você.

“Se você não se esmerar para ser o melhor naquilo que está oferecendo para o consumidor, sempre haverá alguém melhor", diz Mola.

O que não compensa

Para que um negócio valha a pena, você tem que oferecer algo tão bom para o outro que o torne disposto a pagar. Se o que você oferece não tem a qualidade que se espera, ou é inferior à concorrência, então não adianta.

Os negócios que não valem a pena são aqueles em que você não conhece o público. Se você lança qualquer coisa sem saber exatamente a quem é que se destina, a chance de fracasso é grande.

5 perguntas para ver se vale a pena

Segundo os especialistas, os fatores que ajudam a definir se um negócio vale a pena são os seguintes:

1) É um negócio que tem a ver comigo?

Precisa saber se você se interessa por produto ou serviço e gosta dele.

2)  Consigo lidar com esse assunto?

Você precisa avaliar se tem facilidade para aprender a lidar com isso no dia a dia.

3) Entendo o que meu cliente quer?

Como você pode atender seu público-alvo da melhor maneira possível? Como satisfazer a necessidade e os desejos dessas pessoas?

4) Sei onde está meu público e como chegar a ele?

De que maneira você oferece seu produto ou serviço? Como elas vão saber a seu respeito, saber que podem obter aquilo com você?

5) Consigo avaliar meu produto ou serviço?

O que as pessoas acham do meu trabalho? É necessário saber como melhorar o que está oferecendo para ser sempre bem-visto.

(Reportagem: Priscila Gorzoni; edição: Armando Pereira Filho)

Desafio do marshmallow ajuda a desenvolver empreendedores

UOL Notícias

Mais Empreendedorismo