PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Empregos e carreiras

Indiano assume o Google aos 43; veja dicas para ser presidente antes dos 50

Do UOL, em São Paulo

09/09/2015 06h00

Aos 43 anos, o indiano Sundar Pichai assumiu o cargo de presidente do gigante da tecnologia Google. A decisão foi anunciada em agosto.

Ele se junta a uma lista de executivos que alcançaram a presidência antes dos 50 anos de idade --fato que está se tornando cada vez mais comum, principalmente em grandes empresas de tecnologia. Essa lista inclui nomes como Marissa Mayer, 40, do Yahoo, e Satya Nadella, 48, da Microsoft.

O cargo mais alto de uma companhia é o sonho de muitos, mas exige competências diversas e habilidades específicas. Conquistá-lo, definitivamente, não é fácil. Conseguir isso cedo é mais difícil ainda.

Fernando Medina, diretor da agência de empregos Luandre, lista cinco dicas para quem deseja ter uma ascensão rápida na carreira e descreve características obrigatórias para chegar à presidência antes dos 50 anos de idade.

1 - Seja relevante

carreira - relevante - Thinkstock - Thinkstock
Imagem: Thinkstock

Segundo Fernando Medina, o presidente tem de ser reconhecido como alguém que faz diferença onde quer que esteja. Deve dominar a área em que atua e desenvolver estratégicas únicas para o mercado, sejam de negócios ou de produtos.

Para conseguir isso antes dos 50 anos, ele aconselha buscar diferentes experiências profissionais dentro do segmento em que atua, passando por diversas áreas e tentando aprender o máximo possível sobre cada uma delas.

Ele diz que também é importante ser curioso e aberto para compreender o que motiva clientes e funcionários, e construir uma rede de relacionamentos forte.

2 - Saiba conduzir

carreira - conduzir - Thinkstock - Thinkstock
Imagem: Thinkstock

Para Medina, conduzir bem uma equipe é até mais importante do que ser capaz de estabelecer estratégias. O bom líder deve acompanhar todas as etapas, saber rever rotas quando necessário e não abrir mão do foco.

Quem quer desenvolver cedo essas habilidades pode buscar oportunidades de ser um líder, por exemplo, em projetos pessoais, atividades voluntárias ou comandando pequenas equipes no trabalho.

"Outro hábito que quem busca a presidência antes dos 50 deve desenvolver desde jovem é a disciplina na organização da agenda, definindo compromissos e tarefas por prioridades", afirma.

3 - Assuma riscos

carreira - riscos - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

O presidente sempre deve estar preparado para assumir riscos. Ainda que decisões arriscadas possam resultar em erros, não agir pode ser um erro maior ainda.

Nesses momentos, o presidente tem de colocar toda sua experiência, conhecimento e intuição na mesa. Essa postura de analisar todos os caminhos e, quando possível, sair da zona de conforto, deve acompanhar toda a carreira de quem quer chegar cedo ao topo.

"A grande vantagem é que, quanto mais jovem profissionalmente, maior a liberdade para errar, recomeçar e aprender", diz Medina.

4 - Lidere com otimismo

carreira - otimismo - Getty Image - Getty Image
Imagem: Getty Image

A carreira de um presidente não é feita apenas de bons momentos. As qualidades do grande líder aparecem, principalmente, em momentos de crise. Seja no mercado, como a que o Brasil atravessa atualmente, seja internamente, na companhia.

É preciso ser capaz de encontrar caminhos dentro das adversidades, estimulando a todos e mostrando que há soluções.

Priorizar uma visão de longo prazo, buscando enxergar além do hoje, é uma característica que pode ser desenvolvida desde cedo. Para compensar a pouca experiência, vale estudar casos de empresas de diversos segmentos em cenários ruins e identificar o papel da liderança para reverter momentos de crise.

5 - Inove

carreira - inovação - Shutterstock - Shutterstock
Imagem: Shutterstock

O presidente deve ser uma pessoa à frente do seu tempo, obrigatoriamente, segundo Medina. Ser inovador é fundamental.

O atalho para construir rapidamente essa capacidade é dominar diversos assuntos. Estar atento ao mundo, às pessoas, ao comportamento, ao consumo, à sociedade, à tecnologia e à arte, mantendo sempre um olhar em tudo o que pode ser aplicado em seu trabalho. 

Google se reestrutura e cria 'Alphabet'

Empregos e carreiras